Número total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Saramago: «Uma década de saudade, mas não de ausência»

«Uma década de saudade, mas não de ausência», sublinha a Fundação José Saramago (FJS), recordando todas as iniciativas relacionadas com o autor português vencedor do Nobel da Literatura e com a sua obra, que têm sido desenvolvidas.

A reedição de vários livros, o lançamento de dois romances inéditos, Claraboia e Alabardas, alabardas, Espingardas, espingardas, um volume dos seus diários (Último Caderno de Lanzarote) e uma conferência para entender o conjunto da sua criação, intitulada «Da Estátua à Pedra», recorda a fundação em comunicado, são os exemplos referidos.

O autor do Memorial do Convento será evocado, desta vez a propósito do aniversário da sua morte, que, hoje, dia 18 de junho, completa dez anos, com uma leitura de Alabardas, alabardas, Espingardas, espingardas, pela voz dos atores André Levy, Joana Manuel e Tiago Rodrigues, numa sessão que será transmitida por streaming, através da Maple Live, a partir das 18h30, e vai estar disponível aqui.  

Sem comentários: