Número total de visualizações de página

terça-feira, 30 de abril de 2019

"Viagens, Viageiros e Viajantes"




Hoje, dia 30 de abril, os alunos de 11º e 12º anos deslocaram-se ao Auditório Manuel Correia na Junta de Freguesia de Águas Santas para assistirem à representação da peça “Viagens, Viageiros e Viajantes” pelo grupo de teatro da escola, QCena.
Foi um momento muito agradável que ficará na memória de muitos, sejam alunos ou professores.
Os alunos estiveram em completo silêncio a apreciar a boa representação dos seus colegas e a comprová-lo está o facto de, após o espetáculo ter terminado, todos permaneceram nos seus lugares, sem manifestarem o desejo de saírem.

Parabéns a todos os intervenientes por este bem sucedido evento.                                           

como posso eu apoiar a escolaridade dos meus filhos?

Todos os pais desejam que os seus filhos gostem da escola, trabalhem, se esforcem, aprendam, passem de ano e ganhem competências que lhes permitam ser bem-sucedidos nas suas vidas pessoais e profissionais. Todos querem o melhor para os seus filhos e também conseguir contribuir da melhor forma para esse sucesso. No entanto, os múltiplos constrangimentos diários que sobrecarregam o quotidiano não são sempre fáceis de ultrapassar. Tudo isto pode levar a um maior distanciamento e até a assumirem que a responsabilidade de ensinar é da escola e dos professores e que eles pouco podem fazer.


Sabe-se hoje em dia que a participação e envolvimento das famílias na educação e no apoio à escolaridade é altamente benéfico para as crianças e jovens e pode mesmo fazer a diferença no seu desenvolvimento ao nível académico e profissional. A educação é uma responsabilidade partilhada entre profissionais e famílias, em que cada um tem um papel específico, não sendo os pais ‘ajudantes’ dos professores, nem estando estes sozinhos na responsabilidade de ensinar e promover o sucesso dos alunos. É nesta especificidade de papéis que se baseiam as parcerias entre profissionais e famílias, onde não têm todos que fazer o mesmo nem assumir as mesmas responsabilidades.
Assim, a participação dos pais vai muito além do apoio às tarefas escolares, do estudarem com os filhos, de ensinarem uma matéria que não foi percebida ou de estarem presentes nas reuniões. Esta vertente da participação, direcionada para a monitorização da escolaridade, passa pelo criar condições para o estudo, organizar rotinas ajustadas com equilíbrio entre momentos de trabalho e de lazer, pela comunicação com a escola, manterem-se informados e colaborarem no que for necessário. Contudo, o papel dos pais vai além em aspetos e momentos mais informais, onde se assumem como centrais tanto a comunicação com os filhos, como a valorização do saber numa perspetiva social e cultural.
No que se refere à comunicação com os filhos, é essencial o interesse que os pais demonstram pelo trabalho, esforço, aprendizagens e saberes destes. As conversas informais sobre as conquistas, as dificuldades, as novidades e as vitórias devem fazer parte das vivências quotidianas sem serem sentidas como rotineiras. Estes momentos podem permitir identificar não só problemas que de outro modo não seriam visíveis, mas também apoiar e monitorizar o processo de aprendizagem e criar relações mais sólidas. Não podem ser momentos conflituosos nem sentidos pelos filhos como de controlo — devem ser momentos de partilha e, para isso, é necessário haver confiança, não se sentir julgado nem que se está a defraudar expectativas. Tem assim de existir uma disponibilidade pessoal e um interesse genuíno que, com a pressão e ritmo do dia-a-dia, muitas vezes nos esquecemos de mostrar, mas que felizmente não precisa de horário ou formalismo e que pode ocorrer tanto à hora da refeição como ao deitar, num percurso casa-escola ou simplesmente num momento em que estamos ali, juntos. Só temos de o descobrir e aproveitar! @ PÚBLICO

segunda-feira, 29 de abril de 2019

SBV na escola


Hoje, dia 29 de abril, os alunos de 9º ano  foram convidados a participar numa sessão de SBV (Suporte Básico de Vida) dinamizada pelos Bombeiros de Moreira da Maia. Foram criados vários cenários onde se pediu a colaboração de todos. A iniciativa partiu dos docentes que lecionam a disciplina de Ciências Naturais. Amanhã, as restantes turmas de 9º ano terão igualmente a mesma oportunidade.


                                                                                                                                       cortesia de Cristina Matos (texto e fotos)

ENES em Viseu







"Abeiramo-nos de Viseu durante os dias 26 e 27 de Abril (2019), pois Encontramos Muitas Razões para Conviver (EMRC) e estarmos juntos. Foi bom participarmos no ENES (Encontro Nacional de Alunos do Ensino Secundário) e fazermos parte de um grupo de mais de dois mil alunos em festa. Celebrar o ENCONTRO num tempo de tantos desencontros (e até encontrões) é um motivo de alegria e satisfação. Obrigado aos alunos pelo interesse, pela sua presença amiga e proximidade afetiva. Obrigado à D. Ângela Ferreira por todo o seu apoio, ajuda e amizade, pois sem a sua companhia nunca teríamos vivido estes dias. Festejar o encontro exige ainda resistência física, pois são dois dias e uma noite sem espaços para o descanso. Obrigado e um bem haja a todos."

cortesia de Eleutério Gomes (texto e fotos)

grupos de dança: classificação final

"No passado sábado, dia 27 de abril de 2019, decorreu o último  encontro de Atividades Rítmicas e Expressivas dos grupos de Desporto Escolar, mais uma vez vez organizado pela nossa Escola - EBS de Águas Santas.
Foi a seguinte a classificação final
 - O Grupo de Dança Contemporânea obteve a medalha relativa ao 2º Lugar no nível introdutório.  
 - O Grupo de Danças Urbanas obteve a Medalha de Prata (correspondente ao 2º lugar) no nível Challenge dance.

Os meus parabéns aos elementos dos grupos pelo empenhamento e responsabilidade demonstrados. O meus parabéns ao 10.º K do Curso Profissional de Técnicos de Turimo e à Professora Ginette Carvalho pelo profissionalismo e responsabilidade demonstrados na organização do evento. O meu muito obrigado ao nosso painel de juízes-árbitros. Por fim, um agradecimento aos alunos e à encarregada de educação que foram responsáveis pelo Bar de apoio e aos assistentes operacionais da Escola. Todos juntos tornámos possível este evento carregado de emoções e de orgulho pelas classificações obtidas."

                                       A professora responsável pelos grupos de Dança da EBS de Águas Santas,
                                                                                                                                                                        Filomena Madureira

sexta-feira, 26 de abril de 2019

UNESCO inscreve centenário de Amália Rodrigues no seu calendário de comemorações

António Sampaio da Nóvoa refere que o reconhecimento da UNESCO atribui às celebrações e à fadista uma "dimensão mais ampla". A proposta foi aprovada por Estados-membros da CPLP, Espanha e França.

foto de Acácio Franco / LUSA
A UNESCO associou-se às comemorações do centenário do nascimento de Amália Rodrigues, reconhecendo-a como fadista, compositora e atriz, a dando uma “dimensão mais ampla” à cantora portuguesa, com a inscrição da data no seu calendário.
O apoio ao centenário da fadista foi dado na semana passada, com a aprovação pelo Conselho Executivo da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), da inscrição da comemoração do centenário do nascimento de Amália, no calendário de aniversários que a organização vai apoiar entre 2020 e 2021.
Não só o perfil internacional de Amália foi importante para esta aprovação, mas também o facto de o fado ter sido reconhecido em 2011 como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, como relatou o embaixador português.
Amália da Piedade Rebordão Rodrigues nasceu em Lisboa, no dia 23 de julho de 1920, e morreu em 6 de outubro de 1999, estando sepultada no Panteão Nacional desde 8 de julho de 2001. @ Observador

quarta-feira, 24 de abril de 2019

amanhã é feriado, porquê?



Segue-se um pouco de História de Portugal.

fotografia da Reuters
25 de Abril de 1974. De madrugada, militares do MFA (Movimento das Forças Armadas) ocuparam os estúdios do Rádio Clube Português e, através da rádio, explicaram à população que pretendiam que o País fosse de novo uma democracia, com eleições e liberdades de toda a ordem. Inclusive, foram postas no ar músicas de que a ditadura não gostava, como Grândola Vila Morena, de Zeca Afonso.
Ao mesmo tempo, uma coluna militar com tanques, comandada pelo capitão Salgueiro Maia, saiu da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém, e marchou para Lisboa. Na capital, tomou posições junto dos ministérios e depois cercou o quartel da GNR do Carmo, onde se tinha refugiado Marcelo Caetano, o sucessor de Salazar à frente da ditadura.
Durante o dia, a população de Lisboa foi-se juntando aos militares. E o que era um golpe de Estado transformou-se numa revolução. A certa altura, uma vendedora de flores começou a distribuir cravos. Os soldados enfiaram o cravo no cano da espingarda e os civis puseram a flor ao peito. Por isso, hoje em dia lhe chamamos Revolução dos Cravos. Foram dados alguns tiros para o ar, mas ninguém morreu nem foi ferido: foi uma revolução pacífica, como nunca existiu na história.
Ao fim da tarde, Marcelo Caetano (o último Presidente do Estado Novo) rendeu-se e entregou o poder ao general Spínola, que, embora não pertencesse ao MFA, não pensava da mesma maneira que o governo acerca das colónias. Um ano depois, a 25 de Abril de 1975, os portugueses votaram pela primeira vez em liberdade desde há muitas décadas. @ Visão Júnior

terça-feira, 23 de abril de 2019

dia mundial do livro e dos direitos de autor

Este ano o Dia Mundial do Livro festeja-se sob a influência de Sophia. 

A data será celebrada de Norte a  Sul do país com várias iniciativas de entrada gratuita.


O Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027) assinala a data com a marcha “Manifesta-te pela Leitura”, que terá início na Praça Luís de Camões, em Lisboa, e seguirá pelo Chiado, com paragens para leituras em voz alta nas livrarias BD Mania, Bertrand, Férin e FNAC. O desfile será acompanhado por músicos e artistas do Chapitô, que irão fazer a banda sonora desta festa do livro e da leitura no centro da capital portuguesa.
Ainda em Lisboa, a Fundação José Saramago recebe a visita do historiador Manuel Loff para uma conversa sobre o fascismo em Portugal, com entrada gratuita, e a Casa Fernando Pessoa, em parceria com o Amoreiras 360º Panoramic View, irá apresentar o recital Coroai-me de rosas, com os actores Teresa Coutinho, Miguel Loureiro e António Fonseca (a entrada também é gratuita, mas a lotação é limitada a 45 pessoas).
Por sua vez, a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) junta-se às Bibliotecas de Lisboa na iniciativa “Ler em Todo Lado”, que conta com várias actividades ao longo do mês de Abril: o Jardim dos Coruchéus recebe leituras diversas de poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen, cujo centenário se festeja este ano, a Biblioteca do Palácio Galveias receberá um ciclo de concertos da Escola Artística de Música do Conservatório Nacional, e na Biblioteca Orlando Ribeiro haverá uma leitura encenada que revisita os textos de Sophia de Mello Breyner Andresen, Sophia na Biblioteca Andante.
No Porto, a iniciativa “Todos a Ler!” destaca a obra de Sophia de Mello Breyner Andresen e de Jorge de Sena (outro centenário de 2019), através do programa “Sophia e Jorge 100 anos”, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett. O dia começa e acaba com o espectáculo A Viagem, de Joana Providência, inspirado no conto homónimo de Sophia, e conta ainda com as exibições dos filmes Correspondências, de Rita Azevedo Gomes, inspirado nas cartas trocadas entre Sophia e Jorge de Sena durante os anos de exílio deste último, e Os Salteadores, baseado no conto de Jorge Sena.
O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é uma iniciativa internacional da UNESCO e celebrou-se pela primeira vez em 1996, para promover o livro e a leitura como ferramentas de inclusão e de formação cívica. Assinala ainda a morte do autor espanhol Miguel de Cervantes e do dramaturgo inglês William Shakespeare, a 22 e 23 de Abril de 1616, respectivamente. @ PÚBLICO

terça-feira, 9 de abril de 2019

até já!

O CRESCER deseja muita paz e harmonia a toda a comunidade educativa, agradece aos seguidores a fidelidade e promete voltar depois de ir ali decorar uns ovinhos.
O CRESCER ousa deixar aqui uma sugestão: que tal construir uma árvore de ovinhos com a família e amigos? Todos pintam/decoram um ovinho e assim haverá um para cada elemento. Depois de umas quantas adivinhas, com algum grau de dificuldade, quem encontrar o seu poderá saboreá-lo. Fácil, divertido, criativo e doce.
Até já!

segunda-feira, 8 de abril de 2019

resultados do torneio de futebol - 2º ciclo


Realizou-se no último dia de aulas deste período o torneio de futebol, masculino e feminino do 2º ciclo. Como é habitual, foi uma jornada de festa onde toda a comunidade escolar teve a oportunidade de conviver em torno da modalidade desportiva rainha dos nossos alunos e, claro está, de muitos docentes.

Mais uma vez a adesão foi, como já se esperava, de participação brutal de praticamente todas as turmas

Como sempre, tivemos alunos do secundário voluntários a ajuizar e com grande competência.

Parabéns também às alunas do Curso Cef (Cuidados de Beleza) que responderam positivamente e foram uma mais-valia nas mesas com o preenchimento dos boletins de jogo.

Um muito obrigado também às meninas Vânia e Ana (administrativas), por todo o apoio na logísticas dos quadros competitivos.

Assim sendo, destacam-se agora os campeões por ano e género:

- 5º ano masculino – 1º lugar  5º E, Ticolé FC
                               – 2º lugar  5º C, Claudinos
- 5º ano feminino  – 1º lugar   5º H, Girls Power
                               – 2º lugar  5º B, As bombocas
- 6º ano masculino – 1º lugar  6º C, Gangastars
                               – 2º lugar  6º D, Os Craques  
- 6º ano feminino   – 1º lugar  6º K, As Power Girls
                              – 2º lugar   6º A, Ghost Girls

Parabéns a todos!

Os professores responsáveis pelo torneio 
(Humberto Nogueira, António Colaço, Jorge Mendes)
 e  o grupo de Educação Física.

sexta-feira, 5 de abril de 2019

resultados dos torneios de andebol

No dia de ontem realizaram-se os torneios de andebol, masculino e feminino. Como é habitual, foi uma jornada de festa onde toda a comunidade escolar teve a oportunidade de conviver em torno de uma modalidade desportiva muito querida nesta região.
Podendo a participação por si só ser considerada uma grande vitória, não poderemos deixar de valorizar o 1º lugar obtido pela equipa feminina do 11ºB e masculina  do 12º E, tal como o 2º lugar da equipa feminina do 10º H e a equipa masculina do 11ºD.
Por último, mas não menos importante, merecem uma palavra de destaque os alunos que colaboraram na arbitragem dos jogos do torneio. Uma tarefa sempre espinhosa que não está ao alcance de qualquer um, mas que os alunos cumpriram com esmero.
Parabéns a todos.
cortesia de Serafim Borges

a importância do sangue e da sua dádiva


                                                                                                                          
          No dia 3 de abril, decorreu no auditório da escola uma palestra organizada pela turma do 11ºJ do Curso Profissional de Saúde sobre “A importância do sangue e da sua dádiva”, dinamizada pela Dra Conceição Araújo, do Instituto Português do Sangue.
          Assistiram as turmas do 9ºA e 9º D. Para os dias 7 e 8 de maio irão assistir as restantes turmas do 9º ano.  

cortesia de Cristina Matos 

e, hoje, torneios de futebol

E hoje, dia 5 de abril, 6ª feira, para acabar em grande o 2º período, os nossos mais pequenos jogam futebol.  

visita de E.M.R.C. a Santiago de Compostela

                      

         Chegamos felizes a casa depois de abraçarmos o Apóstolo Tiago. Esta jornada de dois dias (3 e 4 de abril) foi uma alegria. Pelo que vimos, pelo que fizemos, mas sobretudo pela forma carinhosa como soubemos cuidar uns dos outros. Em todos os momentos, em todos os locais: não há registo de uma voz alterada, de uma corrida ou bater de porta durante a noite ou dia. O lado bom da vida somos mesmo nós que o fazemos e quando isso se torna realidade é admirável. Os alunos foram a grande alegria desta visita de estudo a Santiago de Compostela. Iremos convosco a pé até Roma, Jerusalém ou mesmo a China se essa for a vossa vontade. Um abraço para todos os peregrinos e obrigado pela vossa estima e amizade. A viagem mais importante da nossa vida é a que fazemos em direção aos outros e hoje estamos mais próximos. 


            Para as professoras Ângela Silva e Ilda Anjos e o professor Jorge Mendes toda a gratidão do mundo. Na terra trabalhamos juntos, no céu dividimos o prémio. 
cortesia de Eleutério Gomes (texto e fotos) 

quinta-feira, 4 de abril de 2019

os dias da informática movem uma multidão de jovens (rapazes)





    O CRESCER questiona-se sobre a razão que levará à mobilização de tantos jovens rapazes nestas lides da informática e que não consegue mover as jovens raparigas.








Quem sabe responder?

         Curiosamente, a taxa de empregabilidade deste curso é enorme, os nossos alunos não só costumam ter emprego garantido como as ofertas são múltiplas, dando-lhes oportunidade de ascender profissionalmente.
Hoje, por aqui, tem sido assim.




Uma verdadeira azáfama! E muito calor!

abram alas: chegou o andebol!


Muita concentração. Muita energia. Muito desportivismo. Muito canto nas bancadas. Assim se joga por aqui.


Quem é quem?


A exposição intitulada "Quem é quem?" resulta do trabalho realizado por alunos do 2º ciclo, no âmbito das aprendizagens realizadas nas disciplina de História e Geografia de Portugal e Educação Visual.
Personalidades como os reis de Portugal e o poeta Luís de Camões  são retratadas numa combinação de desenho e  pequeno texto informativo.
Aqui fica o nosso apelo:
Venham "jogar" na Biblioteca ao  "Quem é quem?".





Vejam se acertaram:






quarta-feira, 3 de abril de 2019

começaram "os dias da informática"

Começaram Os Dias da Informática. São uma iniciativa dos professores do Grupo de Informática do Agrupamento de Escolas de Águas Santas em conjunto com os alunos dos Cursos Profissionais de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos.
                Hoje já é possível ver as demonstrações que estão patentes no corredor de acesso à cantina e na própria cantina. 
                O CRESCER deixa uma  reportagem fotográfica das várias demonstrações para aguçar a curiosidade.








fotos de Daniel Alves

vêm aí os torneios de andebol

Vêm aí os torneios de andebol!!! São para todo o ensino secundário e começam amanhã, logo pela manhãzinha.

QCENA volta a atuar



À semelhança do que acontece com as melhores séries, a peça que estamos a preparar este ano letivo tem sido apresentada ao público em várias etapas. A primeira apresentação do clube aconteceu na Gala de Educação da Maia, no mês de fevereiro, com algumas das cenas iniciais.
              No dia 29 de março, a equipa QCENA deslocou-se ao auditório Manuel Correia, a convite da Junta de Freguesia, para comemorar o dia Mundial do Teatro. Voltamos a fazer as malas e a peça «Viagens, viageiros e Viajantes» subiu novamente ao palco. Na bagagem levamos mais alunos e mais cenas.
Estamos a preparar-nos para a apresentação mais importante e para o público mais exigente: o público escolar. Pela reação do público que já foi espreitar, garantimos que vai ser um bom espetáculo. Aguardem-nos e estejam atentos às nossas notícias.
cortesia de Elsa Gonçalves

terça-feira, 2 de abril de 2019

"compreender o passado, olhar o presente, pensar o futuro"


Eis o lema da exposição organizada pelo grupo de História.


COMPREENDER O PASSADO. Será que é possível?
A História mostra os erros do passado que nunca mais devem ser repetidos.
Será que a Humanidade aprendeu bem as lições da História?


OLHAR O PRESENTE
Olhemos para o presente e pensemos: onde é que eu já ouvi isto?
O que poderemos PENSAR para que os erros do passado não voltem a repetir-se e o FUTURO possa ser diferente?

















Nos dias 1 a 5 de abril apresentam-se trabalhos realizados por alunos de diferentes anos de escolaridade, desde o ensino básico ao secundário, no âmbito da disciplina de História.

Apresentam-se em diferentes formatos, expostos em suportes diversificados desde os painéis ao teto do corredor onde também estão contempladas as novas tecnologias.  Recorrendo à tecnologia QR code, é possível fazer o visionamento dos trabalhos dos alunos em formato vídeo.

Estes evidenciam a orientação dada no sentido de desenvolver hábitos de discussão e posicionamento crítico em relação à realidade passado/presente, não esquecendo os desafios que se podem colocar, perspetivando o futuro. 
texto de Ana Sousa fotos de Pedro Pinheiro


visita à Expocosmética


Ontem, de VERDADE, os alunos do CEF 8ºM - de Assistente de Cuidados de Beleza - foram à Exponor para entrarem no mundo da Beleza, visitando a maior exposição a nível nacional na referida área – ExpoCosmética.
Centenas de expositores de várias marcas e de vários países vieram à Exponor, em Matosinhos, para mostrar as ultimas tendências deste ramo em franca expansão e importância a nível empresarial e de empregabilidade. Visam a moda aliada à investigação no tratamento de Rosto, Corpo, Pés, Mãos, Maquilhagem, Cabelos.
Foi uma mais valia para os nossos alunos que estão a despertar para esta área, e em que alguns deles tiveram a oportunidade de experimentar novos produtos e adquirir produtos específicos a mais baixo custo.

cortesia de Margarida Pereira (texto e foto)

“O que fui, o que sou e o que quero vir a ser”


No âmbito do intercâmbio da escola com o Projeto Bué D’Escolhas, na passada sexta-feira, dois jovens institucionalizados na Associação de Respostas Terapêuticas, sediada no Marco de Canaveses, vieram à nossa escola, participar na Palestra alusiva ao tema “O que fui, o que sou e o que quero vir a ser”.
Neste contexto, o Wilson e a Beatriz, acompanhados pelos Diretor e por uma das técnicas responsáveis nesta associação, partilharam com professores e os alunos do CEF 8ºM - de Assistente de Cuidados de Beleza e de Saúde as suas experiências de vida, como foi chegar à instituição, e de que forma têm vivenciado as respostas terapêuticas que se desenvolvem para a sua recuperação no contexto pessoal, familiar, escolar e social.
Todos foram unânimes em considerar que foi uma partilha importante para o enriquecimento dos presentes enquanto seres humanos que todos somos.
Bem hajam a todos os que participaram de coração aberto!

cortesia de Margarida Pereira