Número total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

ainda a propósito dos diplomas


Como aqui foi noticiado, decorreu ontem a cerimónia de entrega dos diplomas aos alunos que concluíram, no passado ano letivo, o 12º ano.
Depois de receberem os diplomas e os seus processos individuais, houve tempo para um breve e alegre convívio, proporcionado pela Direção da escola.
Acresce dizer que todos aqueles que não puderam comparecer à cerimónia podem procurar o seu diploma e respetivo processo individual junto dos serviços administrativos da escola.

festival CEN' ARTE está a chegar

                                                                                                                                   cortesia de Ricardo Mazzei

curso de Turismo partiu à descoberta



No dia 28 de novembro, os alunos das turmas do 10º e 11º anos do curso profissional de Técnico de Turismo realizaram mais uma visita de estudo.
Desta vez, foram à descoberta do aeroporto Francisco Sá Carneiro e do Terminal de Cruzeiros de Leixões, infraestruturas de grande importância no contexto da atividade turística.
No aeroporto, explorou-se a zona de embarque e desembarque, o funcionamento dos balcões de check-in, as informações fornecidas nos painéis das partidas e chegadas assim como os serviços disponíveis para apoiar os turistas, nomeadamente empresas de rent-a-car, bancos e áreas de restauração, entre outros.
No Terminal de Cruzeiros foram guiados por uma técnica que deu a conhecer os diferentes espaços e as funções a que se destinam, para além de ter partilhado detalhes muito interessantes sobre o projeto de arquitetura.
O dia terminou no Museu World of Discoveries onde efetuaram uma viagem no tempo até à época dos descobrimentos. De uma forma bastante lúdica, conheceram a evolução dos barcos usados na nossa aventura marítima e o quotidiano da vida a bordo, terminando com um percurso pelos lugares por onde os portugueses andaram, nos séculos XV e XVI.                                                                                                                                                   cortesia de Isabel Garção (texto e fotos)

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

entrega de diplomas


          Hoje, pelas 18h45m, haverá lugar para a entrega de diplomas aos alunos que concluíram o 12º ano no passado ano letivo.
          É sempre um motivo de orgulho para os próprios, para a escola e para as famílias. E, claramente, um bom pretexto para os ex-alunos se reencontrarem.
         Sejam bem-vindos, de novo!

visita de estudo à "Casa do Caminho"

     



       Os alunos da turma E do décimo ano, no âmbito do projeto de Cidadania e Desenvolvimento, no domínio dos Direitos Humanos, concretamente os direitos das crianças, fizeram uma visita de estudo à associação “A Casa do Caminho”. 
      Foram recebidos por um elemento da Direção que falou um pouco sobre a história da instituição, os objetivos da mesma e as dificuldades que enfrentam diariamente porque todas as crianças têm direito a ter “um colo”. Por fim, fizeram uma visita guiada às instalações. Na sequência desta visita, a turma pretende fazer uma campanha solidária de recolha de bens para posterior entrega.                                                                                                                                         cortesia de Maria João Albuquerque 

visita de estudo ao IKEA


     

     No dia 27 de novembro, os alunos do 10ºJ do curso profissional Técnico Comercial visitaram o IKEA de Matosinhos, acompanhados pelas professoras Fátima Sousa e Ana Cunha. A turma foi recebida pela diretora dos recursos humanos que deu inicio à visita com uma breve apresentação da empresa. De seguida, o grupo foi acompanhado por uma representante da empresa que explicou a organização e as estratégias de venda e de marketing do IKEA de Matosinhos, em particular.
      No final da visita guiada pela loja, foi realizada uma sessão de esclarecimento de todo o processo de funcionamento da empresa. Para finalizar a visita, foi oferecido o almoço aos alunos e professoras.
                                                                                                                                                 cortesia de Ana Cunha (texto e fotos)



quarta-feira, 27 de novembro de 2019

tempo excessivo nas creches é prejudicial “para desenvolvimento das crianças”

     Os bebés até aos dois anos deveriam passar apenas as manhãs na creche. O resto do dia deveria ser passado com a família, defende a vice-presidente da Ordem dos Psicólogos.

Adriano Miranda
     "O tempo que as crianças passam nas creches portuguesas é desadequado para o seu desenvolvimento, considera a Ordem dos Psicólogos, alertando para o perigo de estes espaços se transformarem num mero “depósito de crianças”.
      Os bebés até aos dois anos deveriam passar apenas as manhãs na creche. O resto do dia deveria ser passado com a família — com os pais ou com os avós, explicou à Lusa Sofia Ramalho, vice-presidente da Ordem dos Psicólogos (OP). “Já entre os dois e os três anos o horário pode esticar um bocadinho, entre as quatro a seis horas por dia. Ou seja, o tempo vai aumentando progressivamente consoante vão crescendo”, acrescentou a especialista.
      Mas, em Portugal a realidade é outra. Os bebés e crianças passam nas creches e infantários o tempo “equivalente a um dia de trabalho de um adulto”, ou seja, cerca de oito horas diárias.
       Em média, as crianças mais pequenas, até aos três anos, passam 39,1 horas por semana nos infantários, creches ou com amas e as mais velhas (com pelo menos três anos) ficam 38,5 horas por semana fora de casa, segundo o relatório “Estado da Educação 2018”, publicado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), que fez um retrato do país actual e a evolução na última década.
        As crianças em Portugal passam mais dez horas por semana nas creches quando comparadas com a média do resto da Europa. “Estes tempos não são os mais adequados para o desenvolvimento das crianças”, alertou a vice-presidente da OP.
     Crianças deprimidas, com baixa auto-estima e com sentimentos de abandono podem ser as consequências de ultrapassar em muitas horas os limites considerados normais para se estar longe da família.
      Sofia Ramalho salientou a importância do equilíbrio do tempo passado na creche e do tempo em família, que acaba por ter impacto na vinculação das crianças com as figuras parentais: “É muito importante que possam passar tempo com os pais, sendo que a qualidade da vinculação implica sempre ter tempo, mas actualmente parece haver cada vez menos tempo para estar com as famílias”.
      A vice-presidente da OP critica a “inexistência de políticas públicas que permitam conciliar a vida profissional com a vida familiar”, alertando para o perigo de se estar a transformar as “creches num depósito de crianças”.
     A especialista sublinha no entanto que, se forem garantidos os tempos óptimos e se existirem contextos educativos de qualidade, as creches e as amas são uma mais-valia para as crianças." @Público

terça-feira, 26 de novembro de 2019

acesso ao Ensino Superior dos alunos do profissional

Governo mantém intenção de criar regras especiais para alunos do profissional acederem ao Ensino Superior.

        A intenção de criar um modelo específico já vem da anterior legislatura, mas não chegou a concretizar-se. O Governo diz que é para avançar e vai criar via própria de acesso para alunos do profissional.
    O Governo não desistiu da ideia de criar um modelo de acesso específico para alunos do ensino profissional que queiram prosseguir estudos superiores, uma proposta que chegou a estar desenhada na anterior legislatura, mas que não avançou por questões de timing. Agora, segundo escreve o jornal Público, citando o gabinete do ministro da Ciência, Tecnologias e Ensino Superior, o Executivo está “a preparar as medidas adequadas para esse efeito”.
    A solução definitiva ainda não está fechada, mas ainda antes de novembro chegar ao fim, os contratos de legislatura assinados com as universidades e politécnicos — e que asseguram a prioridade política do ensino superior e da ciência para os próximos quatro anos — já deverão prever o número de estudantes de ensino profissional que cada instituição pretende atrair.
     Os dados mais recentes, e que há vários anos se mantêm estáveis, mostram que a maioria dos alunos do profissional (82%, segundo relatório da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência) não se encontram no ensino superior um anos após o final da formação. A situação para quem termina um curso científico-humanístico é inverso: só 20% não prossegue com os estudos.
    O presidente da comissão nacional de acesso ao ensino superior, João Guerreiro, citado pelo Público, explica que foi por uma questão de prazos que a proposta anterior ficou congelada: “A proposta estava bem desenhada, só não foi para a frente por uma questão de tempo, porque estávamos muito em cima do período de candidaturas.” Agora, é “o bom momento” para avançar com nova proposta, de forma a que no próximo concurso nacional de acesso as novas regras estejam em vigor.
     Na legislatura passada, Manuel Heitor garantia que a alteração do acesso ao ensino superior para os alunos com origem nos cursos profissionais, por concursos locais nas instituições, não iria obrigar a exames adicionais, devendo ter apenas por base as notas e competências adquiridas pelos alunos. @ Observador

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres

      O Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres celebra-se todos os anos a 25 de novembro.
      Esta data visa alertar a sociedade para os vários casos de violência contra as mulheres, nomeadamente casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos. Em média, uma em cada três mulheres é vítima de violência doméstica.
    85% das vítimas de violência doméstica em Portugal são mulheres. A violência doméstica contra as mulheres abarca vítimas de todas as condições e de todos os estratos sociais e económicos.
        As vítimas de violência doméstica em Portugal podem recorrer à APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima), que, além de prestar apoio às vítimas, organiza eventos especiais neste dia.
         Origem da Data
       Em 1999, as Nações Unidas (ONU) designaram oficialmente o dia 25 de novembro como Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres. Desde então, essa data tem sido comemorada no mundo.
      A data está relacionada com a homenagem às irmãs Patria, María Teresa e Minerva Maribal, presas, torturadas e assassinadas em 1960, a mando do ditador da República Dominicana Rafael Trujillo. As irmãs tornaram-se um símbolo mundial de luta contra a violência que vitimiza as mulheres. @ Calendarr

23 de novembro - Dia da Floresta Autóctone


carvalhal de Quercus robu

     A floresta autóctone portuguesa é toda a floresta formada por árvores originárias do nosso país, como é o caso dos carvalhos, dos medronheiros, dos castanheiros, dos loureiros, das azinheiras, dos azereiros, dos sobreiros, entre outras espécies.

   Devemos dar importância às florestas autóctones porque:
     - são as mais adaptadas às condições do solo e do clima do território, por isso são mais resistentes a pragas, doenças, longos períodos de seca ou de chuva intensa, em comparação com espécies introduzidas;

    - ajudam a manter a fertilidade do espaço rural, o equilíbrio biológico das paisagens e a diversidade dos recursos genéticos;
    - são importantes lugares de refúgio e reprodução para um grande número de espécies animais autóctones, muitas delas também em vias de extinção;
     - têm um importante papel na regulação e melhoria do clima, bem como no sequestro de carbono da atmosfera, contribuindo para a redução do efeito estufa;
    - regulam o ciclo hidrológico e a qualidade da água, formam solo e servem ainda de matéria-prima a produtos fundamentais na vida quotidiana.
     Embora integrem espécies de crescimento mais lento, quando bem desenvolvidas são normalmente mais resistentes e resilientes aos incêndios florestais.
           Protejam as nossas florestas!                                                                                                                                                                                                                          cortesia de João Soares (texto e fotos)


sexta-feira, 22 de novembro de 2019

a postura das crianças na escola (e fora dela): fomos ao ortopedista

      As doenças que afetam a coluna representam mais de 50% das causas de incapacidade física. Estima-se que 7 em cada 10 portugueses sofrem ou já sofreram de dores nas costas. Será que deveríamos preocupar-nos com a postura das crianças nas escolas? Falámos com o médico Jorge Alves, ortopedista e vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (SPPCV).

      O transporte repetido de uma mochila pesada pode condicionar, no futuro, problemas graves para as costas das crianças. Para além das dores nas costas de que provavelmente as crianças se queixam no dia-a-dia, este hábito pode provocar um desgaste acrescido da coluna vertebral da criança ao longo do tempo, prejudicando gravemente a sua saúde a longo prazo. Mas as mochilas não são o único motivo de preocupação. Pedimos ajuda ao ortopedista Jorge Alves para nos esclarecer algumas dúvidas sobre a postura das crianças.
      Os programas escolares hoje em dia debruçam-se o suficiente sobre temas da promoção da saúde, nomeadamente sobre a importância de uma postura saudável?
      A existência de uma disciplina de Educação Física nos programas escolares é um sinal de que há uma preocupação por parte do Ministério da Educação em promover a prática regular de exercício físico nas escolas. Todos sabemos a importância do exercício físico para o desenvolvimento dos alunos e promoção da sua saúde, viabilizando o seu bem-estar físico, mental e social.
     Relativamente às questões posturais, desconheço medidas específicas para tentar lidar com o assunto, com excepção de um projeto de investigação que se desenvolveu num agrupamento de escolas em Penafiel, no qual estão a ser utilizadas mesas e cadeiras ajustáveis à altura dos alunos, para que, de facto, possam ter uma postura mais correcta. O projecto é liderado pela professora Emília Alves.
      Como explicar a uma criança que é importante ter cuidado com as costas?
     A partir do momento em que sabem que a coluna é a base de sustentação da nossa cabeça, tronco e braços, que protege a medula e os nervos que nos permitem mexer e que é uma estrutura que permite um elevado grau de mobilidade, torna-se fácil para eles perceberem que é muito importante tratá-la bem.
    OS MELHORES EXERCÍCIOS SÃO AQUELES QUE PROMOVEM O REFORÇO DOS PRINCIPAIS MÚSCULOS ESTABILIZADORES DA COLUNA, NOMEADAMENTE O MULTIFIDUS E O TRANSVERSO DO ABDÓMEN.

       Qual a dimensão do problema das mochilas escolares?
      O problema é transversal à nossa sociedade e de difícil resolução. Apesar de todas as campanhas de sensibilização que têm sido promovidas por várias entidades, continuamos a ver, mesmo nas nossas próprias casas, os miúdos a carregarem mochilas com mais de 10 quilogramas. O problema está identificado, mas, na prática, pouco tem sido feito para o resolver. @ Sapo

visita ao Lisboa Games Week


O que é o LGW?
"O Lisboa Games Week (LGW) é o maior evento de videojogos em Portugal, aquele que dá palco à indústria para a sua agenda de lançamentos e novidades.
Antecipa em primeira-mão os títulos mais aguardados por um vasto público entusiasta dos videojogos e oferece inúmeras experiências aos mais de 61.000 de visitantes do evento.
LGW inscreve-se no circuito europeu dos grandes eventos de videojogos para público, das quais se destacam a GamescomParis Games WeekMilan Games Week e Madrid Games Week.
LGW diferencia-se porém das suas congéneres europeias, pela inclusão de um Serviço Educativo que traz ao evento milhares de alunos e professores provenientes de todo o país." @ LGW 
A nossa escola não faltou ao evento. As turmas envolvidas nesta visita, que decorreu no dia 21 de novembro, foram o 10º I (Profissional de Informática), o 11º J (Profissional de Informática) e o 12º C1 (Ciências e Tecnologias). 
Apesar da enorme oferta de videojogos, os alunos consideraram que a organização ficou aquém das expectativas, pois nem sempre houve oportunidade para experienciar os novos jogos, mesmo quando havia uma aparente disponibilidade. 
Independentemente deste aspeto menos positivo, os alunos consideraram ser uma experiência a repetir noutras ocasiões, com o desejo de que tudo seja mais acessível a todos.
11º J (texto) Susana Santos (imagem)

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Dia Mundial do Olá

Sabia?

Este dia surgiu em 1973 em resposta à guerra Yom Kippur (guerra árabe-israelita), por ação de dois professores universitários norte-americanos (Brian McCormack da Universidade do Arizona e Michael McCormack da Universidade de Harvard). Atualmente é celebrado em mais de 180 países do mundo, podendo-se até enviar cartões digitais online em sites específicos deste Dia do Olá. Políticos, líderes religiosos, vencedores do Nobel da Paz e celebridades são alguns dos maiores promotores deste dia. (daqui)

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

o cigarro mata!

       (atualizado em 21.11.2019)

              A propósito do Dia Nacional do Não Fumador, foi proposto, pela coordenadora de projetos da Escola Secundária de Águas Santas, Drª Carmen Madureira, a montagem de uma exposição itinerante com trabalhos dos alunos da escola. 
@ blogartes
                     Está patente, no corredor do pavilhão 5, uma exposição de trabalhos dos alunos do 2.º ciclo, Educação visual e Tecnológica, e do curso geral de Artes Visuais, 10.º,11.º e 12.º anos. Foi proposto aos discentes construírem ilustrações que transmitam mensagens sobre as desvantagens do uso do cigarro como hábito.




@blogartes
                  Algumas destas obras vão passar pela Junta de Freguesia de Águas Santas e, finalmente, pelo Centro Comercial Maia Shopping.   @ blogartes (texto e duas imagens)       

             Na biblioteca da escola também podem ver trabalhos sobre esta temática dos alunos de 1º ciclo e do 2º ciclo. Ora espreitem!



                                                   

terça-feira, 19 de novembro de 2019

"Prevenção de fraudes - segurança online"


No dia 14 de novembro, decorreu no anfiteatro da escola, uma sessão de esclarecimento dinamizada por representantes do Banco de Portugal sobre “Prevenção de fraudes – segurança online”.

A atividade foi realizada no âmbito da disciplina de Economia do Curso de Ciências Socioeconómicas, do Curso Profissional Técnico Comercial e do Curso de Educação e Formação - Operador de Armazém, e contou com a presença dos alunos das turmas da área e dos professores do grupo disciplinar 430 – Economia e Contabilidade.
A sessão permitiu aos presentes conhecer as fraudes mais comuns na utilização dos meios de pagamento e as regras de segurança relacionadas com a utilização dos produtos e serviços financeiros.
Para os presentes, a atividade foi bastante interessante, pois informou sobre os cuidados gerais e comuns de segurança online a adotar na realização das diversas operações financeiras.

cortesia (texto e imagens) de Isabel Pinheiro




o Dia Internacional da Memória Transgénero


    


 "Assinala-se no dia 20 de novembro, o Dia Internacional da Memória Trans. Instituída em 1999, esta é a data em que se relembram as pessoas transgénero que foram vítimas de homicídio motivado por preconceito e ódio em relação à sua identidade. 


     A violência contra as pessoas motivada por preconceito em relação à sua identidade de género continua a ser uma realidade. Em Portugal, a recolha de dados estatísticos relativos a estes crimes e formas de violência é ainda insuficiente, não permitindo ter a perceção da realidade e da gravidade do fenómeno."   APAV


segunda-feira, 18 de novembro de 2019

o Dia Mundial do Não Fumador

      

     O Dia Mundial do Não Fumador comemora-se anualmente a 17 de novembro.

     A data visa sensibilizar as populações para os factores de risco associados ao consumo de tabaco e divulgar as formas mais eficazes para deixar de fumar. É assim um dia de reflexão mas também de ação, podendo ser o dia ideal para se decidir a deixar de fumar.
     O tabaco está ligado às principais causas de morte conhecidas. Ele é uma das causas principais do cancro do pulmão, da doença pulmonar obstrutiva crónica e da doença cérebro-vascular, por exemplo.
     Falta de ar e tosse compulsiva são alguns dos fatores que devem ser vigiados com regularidade pelos fumadores.
     A Comissão de Trabalho de Tabagismo da Sociedade Portuguesa de Pneumologia refere que 75% dos jovens portugueses não fumam.

     Frases do Dia Mundial do Não Fumador
  • Pelo seu coração...não fume!
  • Fumar para quê?
  • Fumar? Não obrigado, gosto de viver.
  • Cada cigarro é um prego no caixão.
  • Não fume. Se não for por si, então que seja por aqueles que o amam. @ Calendarr

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

o nosso Planeta Oceano

a resposta certa é, infelizmente, a A
Desde dia 11 do corrente mês que uma equipa do Oceanário de Lisboa tem estado na nossa escola a dinamizar palestras sobre o Oceano que muito fazem pensar.
Hoje é o último dia destas palestras.
Ficaram grandes lições e imagens maravilhosas deste nosso Planeta Azul. E, sobretudo, a certeza de que há muito a fazer.

exposição e conferência de presépios



quinta-feira, 14 de novembro de 2019

hoje há cinema


"De braços abertos"...

exposição: a Rosa dos Ventos



um dos placards da biblioteca
Os alunos do 5º ano, orientados pelas professoras de História e Geografia de Portugal, esmeraram-se na realização de trabalhos sobre a localização.

O resultado de todo o empenho dos alunos está bem patente na exposição a decorrer na Biblioteca onde a figura central é a rosa dos ventos.

Podem e devem visitar esta exposição e consultar o blogue da biblioteca.

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

exposição “O Foral da Maia viaja”

   Está patente na Biblioteca da escola sede, de 12 de novembro a 6 de dezembro, a exposição itinerante “O FORAL DA MAIA VIAJA” que visa comemorar os 500 anos do foral da Maia.


        Os Forais foram, desde antes da nacionalidade até ao reinado de D. Manuel I, documentos fundamentais não só para a estruturação do território como para a regulação da vida social e económica.
         A história dos Forais é a história do território e das suas gentes.
         A exposição “O FORAL DA MAIA VIAJA” propõe-nos um percurso pelos Forais e pela sua história, desde os que foram conferidos pelos nossos primeiros monarcas até aos que foram outorgados pelo rei D, Manuel I, após uma ampla reforma daqueles documentos, com destaque para o Foral da Maia dado a 15 de dezembro de 1519.
       Com imagens, textos e quadros, procura-se fazer compreender a estrutura, o modo de funcionamento e a importância destes documentos para o despontar de um novo esquema administrativo do território nacional, que só viria a alterar-se na primeira metade do século XIX com a reforma de Mouzinho da Silveira.

      A exposição aguarda a sua visita.

concurso "Postais de Natal" em francês

Para os alunos de 7º ano de francês, aqui se dá a conhecer o Regulamento do Concurso "Postais de Natal".

a minha geração diz NÃO!



O Dia Internacional de Para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres comemora-se a 25 de novembro.

O PRESSE pretende envolver a comunidade escolar numa luta positiva, forte, «feroz» pela interrupção da violência contra as mulheres, desenvolvendo uma campanha que assenta na ideia de um BASTA. De uma geração que faz o corte com o passado e dá um GRITO claro. Chegando ao claim: A MINHA GERAÇÃO DIZ NÃO!
Num tom imperativo, lutador e afirmativo, a comunidade estudantil é desafiada a mobilizar-se verdadeiramente numa campanha de ação clara e explicita contra a violência, compreendendo que a interrupção deste flagelo, depende diretamente de toda a sua geração.
A mecânica de ação, consiste em mobilizar a comunidade escolar para pintar um mural, fazer uma manta de retalhos ou outra iniciativa, em modo de campanha: A MINHA GERAÇÃO DIZ NÃO! que permanecerá no tempo, e com ele a mensagem de uma geração que se mostra alerta e o lembra neste registo, não efémero.
Ainda na escola, ou mesmo em casa envolvendo os familiares, os alunos são convidados a produzir t-shirts para poderem  assinalar este dia. Podem ter escritas frases como: Basta de violência! Pela minha mãe/irmã digo Não! Eu digo Não! etc., ou ainda ilustrações.
A ideia é que o(a)s envolvidos(as) puxem pela imaginação e pelo seu grito.
CONTAMOS COM A VOSSA LUTA POSITIVA POR UMA GERAÇÃO QUE É NOSSA MISSÃO PROTEGER!



Dr. José Bastos
Psicólogo Clínico (OPP nº 4752)
Gestor PRESSE Local  - ACeS Maia/Valongo"


Convidamo-vos a participar com os vossos alunos nesta iniciativa. Se aceitarem o convite, por favor entrem em contacto com uma destas colegas para se poder articular o trabalho das diferentes turmas:

Ana Helena Magalhães: ana.helena.magalhaes@aescas.net
Gabriela Girão: gabriela.girao@aescas.net
Carmen Madureira: carmen.madureira@aescas.net

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Douro Vinhateiro, o Paraíso


Na passada sexta-feira, 8 de novembro, os alunos do 11ºK e 12ºH do curso profissional de turismo, acompanhados por algumas professoras, realizaram uma visita ao Douro Vinhateiro.
O dia começou bem cedo na escola de Águas Santas. Alunos e professores partiram de autocarro em direção a Sabrosa, onde tiveram algum tempo para explorar esta pequena vila, berço de Fernão Magalhães.
                               Provesende, Fonte e Padaria
Em seguida, foram para Provesende onde iniciaram o preenchimento de um roteiro que ajudava a conhecer melhor a aldeia e alguns pontos de interesse como a Fonte Velha, o Pelourinho, a padaria Fátima e o Morgadio da Calçada, um solar de turismo de habitação ligado ao Enoturismo. 

Provesende    
As casas de xisto e a paisagem coberta de cores de outono eram deslumbrantes.

Paisagem Duriense



A viagem prosseguiu em direção ao Pinhão, onde visitaram a Estação Ferroviária para observar os painéis de azulejo que retratam a vida quotidiana dos trabalhadores do Douro Vinhateiro. Depois do almoço, realizaram um passeio de barco pelo rio Douro, durante o qual viram as encostas em socalcos e as quintas onde se produzem os vinhos da zona.
ponte da linha ferroviária do Douro
         Um dos últimos pontos da visita foi a Barragem da Régua, onde tiveram a sorte de observar o funcionamento da eclusa, assistindo à passagem de um barco hotel.
Quinta Duriense
Barragem da Régua
Através da estrada nacional 222, considerada uma das mais bonitas do mundo, chegaram ao Peso da Régua. Antes do regresso a casa fez-se uma paragem na Estação Ferroviária, onde todos puderam comprar os famosos rebuçados da Régua.  


                                                                       




texto e fotos 11ºK

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

ainda sobre o teatro no Mosteiro

Um agradecimento a quem proporcionou a ida.

foto de Margarida Ribeiro

Noticiamos aqui que as turmas de 11º ano iam ao Mosteiro de Águas Santas assistir à representação do "Sermão de Santo António aos Peixes" de Padre António Vieira, pela Companhia LaFontana.

Assim aconteceu. Seis turmas assistiram de manhã e outras tantas assistiram à tarde.

Feito o relatório de avaliação da atividade, todos consideraram muito interessante a representação e proveitosa para o conhecimento global da obra, bem como apreciaram bastante a interação do ator com o público e o debate que se seguiu à representação.

Mas acresce dizer algo muito importante: a representação ganhou qualidade por ter sido feita no Mosteiro e, por isso, o nosso agradecimento público ao Sr. Vicente, que tão amavelmente providenciou essa possibilidade; a Companhia necessitou do apoio de dois funcionários da escola para a montagem do espetáculo, pelo que muito agradecemos às mãos que apoiaram esse ensejo e, por fim, os alunos nunca poderiam ter assistido à representação se não fossem acompanhados por professores, muitos professores (um por cada quinze alunos). A esses colegas, o nosso agradecimento também.

as professoras de Português de 11º ano organizadoras da atividade

dia de S. Martinho

O Dia de São Martinho é celebrado anualmente a 11 de novembro.
Este dia encerra uma das celebrações que marcam o outono e a tradição exige celebrar-se a data com um magusto.
História de São Martinho
Martinho de Tours foi um militar, monge, bispo e santo católico, nascido a 316 e falecido a 397.
A lenda conta que certo dia, um soldado romano chamado Martinho, estava a caminho da sua terra natal. O tempo estava muito frio e Martinho encontrou um mendigo que lhe pediu esmola. Martinho rasgou a sua capa em dois e deu uma metade ao mendigo. De repente o frio parou e o tempo aqueceu. Este acontecimento acredita-se que tenha sido a recompensa por Martinho ter sido bom para com o mendigo. 
A tradição do Dia de São Martinho é assar as castanhas e beber o vinho novo, produzido com a colheita do verão anterior.
Por norma, na véspera e no Dia de São Martinho o tempo melhora e o sol aparece, tal como sucedeu com São Martinho. Este acontecimento é conhecido como o Verão de São Martinho.
São Martinho tornou-se no padroeiro dos mendigos, alfaiates, peleteiros, soldados, cavaleiros, curtidores, restauradores e produtores de vinho. @ Calendarr

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Feirinha de Natal






  As professoras Ginette Carvalho e Isabel Garção convidam todos aqueles que se dedicam ao artesanato ou à produção de compotas caseiras, biscoitos, hortícolas, ovos, etc, a participar na já tradicional Feirinha de Natal que se vai realizar nos próximos dias 10 e 11 de dezembro na nossa escola.


  Os interessados devem enviar a ficha de inscrição devidamente preenchida até ao próximo dia 2 de dezembro para: esas.curso.prof.tec.turismo@gmail.com















Feirinha de outono na Pícua

      







    A Comunidade Educativa da EB1/JI da Pícua tem a honra de convidar V. Exa. e sua digníssima família para estarem presentes na Feirinha de Outono, que se realiza na Escola, no dia 15 de novembro de 2019, pelas 19:00 horas.
                                              cortesia de Gabriela Campos

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

gestos de amizade Ana Paula Canotilho


Como informamos aqui, a ex-docente desta escola Ana Paula Canotilho faleceu em Moçambique, onde se encontrava ao serviço da Escola Portuguesa de Maputo. 

Em Portugal e no Porto, amanhã, dia 8 de novembro, decorrerá entre as 17:30h e as 20h, no auditório da junta de freguesia de Campanhã,  a cerimónia fúnebre de Ana Paula Canotilho.

Pelo valor dos gestos, aqui se diz que o nosso colega António Leite foi esperar as cinzas que foram transportadas desde Moçambique pela igualmente nossa colega Cristina Viana.