Número total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Ana Paula Canotilho


    
foto de Henrique Borges

Conheci a Ana Paula Canotilho aqui na nossa escola. Chegou com a sua irreverência, os seus ideais e convicções. Não passou despercebida junto desta comunidade. Os ideais de Abril, a luta contra a violência doméstica e de género, a denúncia da violência no namoro entre os jovens foram assumidos militantemente e deixaram-nos sensíveis para continuar a intervir mesmo depois da sua partida para outra escola.

foto de I.G.
       


A vontade de se sentir útil e de continuar a descobrir mundo levou-a até Moçambique. Na Escola Portuguesa de Maputo, continuou a estimular os jovens a intervir. 
imagem de Arte21
     
     
Na passada quinta-feira, partilhava, nas redes sociais, a transformação dos caixotes do lixo da escola em recipientes coloridos capazes de alegrar os pátios.
    
     

       
        

Faleceu na madrugada de sábado, vítima de doença súbita.
O menino que todos os dias nos espreita na entrada da escola é uma das recordações que nos deixou.

texto de I.G.

1 comentário:

Izazevedo disse...

Tão frágil a vida! Notícia tão inesperada que abalou todos aqueles que conheciam a sua energia! Até sempre, Ana Paula!