Número total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de julho de 2015

o último post de 2014/2015


Chega o dia em que fazemos a derradeira publicação. É hoje. 
A equipa do CRESCER entra em férias e procurará recuperar energias para abraçar o novo ano letivo com energia.
Na última publicação do ano, queremos deixar um abraço a todos os que saem da ESAS e lembrar-lhes que "Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." (Saint-Exupéry)
Deixamos um bem-haja a todos os que aqui colaboraram e um muito obrigado a todos os que nos seguiram.
Reencontramo-nos em setembro para podermos estar ainda mais perto de todos. Agora, vamos descansar. 
Até já!

sexta-feira, 24 de julho de 2015

quase em "modo férias", vá e veja

Aproveite para ir e ver de perto:

Lello quer voltar a ser "uma das melhores livrarias" do Porto

interior da Lello com escadaria única

Desde esta quinta-feira que as entradas na livraria Lello, no Porto, são a pagar. 

Três euros para os turistas em geral, dez euros para os clientes habituais considerados "Amigos da Lello", que com este tipo de ingresso usam uma espécie de "via verde", sem precisarem de esperar na fila para entrar.


LEONEL DE CASTRO/GLOBAL IMAGENS


José Manuel Lello, responsável da livraria, confessou, ao JN, que este novo modelo - que prefere chamar de "adiantamento", uma vez que o valor da entrada é descontável na compra de livros - serve, sobretudo, para controlar as entradas. "Mais do que um ponto turístico, com milhares de visitantes por dia, queremos que a Lello se volte a impor como uma das melhores livrarias da cidade", frisou.
Mas, indiferentes ao facto de ter de se pagar bilhete para entrar na livraria, esta quinta-feira, a maioria dos turistas mostrava era curiosidade para conhecer aquela que é considerada uma das mais belas livrarias do mundo.

Não é todos os dias que a inauguração de uma obra pública é partilhada não por dois, mas por três ministros. José Pedro Aguiar-Branco (Defesa), António Pires de Lima (Economia) e Assunção Cristas (Agricultura e Pescas) marcam presença esta tarde na inauguração do novo terminal de cruzeiros de Leixões. Uma inauguração que já fora adiada por razões de agenda de uma obra concluída no fim de março. O novo terminal já recebeu este ano 15 cruzeiros. A pompa justifica-se. Houve um tempo em que Leixões via os navios passarem ao largo. Primeiro, investiu num novo cais e em abril concluiu o edifício emblemático do terminal, da autoria do arquiteto Luís Pedro Silva, que operacionaliza a complexa logística dos embarques e desembarques.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

mais 2,8 Km para caminhar ou pedalar na Maia

foto de CMM
Foi recentemente inaugurado e de imediato colocado ao serviço do bem comum, o ecocaminho que faz um aproveitamento para fruição pública, do troço de linha férrea desativada, entre a via periférica que vai da rua do Souto, atravessando a via norte, até à avenida Santos Leite, e as imediações do “Leroy Merlin”, na zona industrial da Maia.
Neste percurso pedonal, também acessível a bicicletas, é possível caminhar ou pedalar ao longo de 2,8 Km, sobre um piso construído com um material macio, e desfrutar de uma envolvente, com cenários por vezes muito agradáveis à vista. @ Primeira Mão

terça-feira, 21 de julho de 2015

chega ao fim a 2ª fase dos exames nacionais do ensino secundário

A segunda fase dos exames nacionais do ensino secundário chega ao fim com boas notícias para os alunos que fizeram o de Matemática A e pouco animadoras para os que realizaram o de Biologia e Geologia. Segundo as associações de professores das duas disciplinas, os modelos de exame e o grau de dificuldade foi equivalente às provas da primeira fase, cujos resultados foram, respetivamente, de 12 e de 8,9 valores.
Os exames da segunda fase são usados como uma segunda oportunidade para os estudantes que não obtiveram aprovação na primeira, que é obrigatória, ou para tentativa de melhoria de classificação (que já não poderá ser utilizada na primeira fase de candidatura ao ensino superior, que já começou, mas apenas nas seguintes, em que as vagas são reduzidas).

domingo, 19 de julho de 2015

vagas e guia de acesso ao ensino superior

A lista de vagas para este ano foi publicada à meia noite pela Direção Geral do Ensino Superior.
Este ano existem no total 50. 555 vagas, menos 265 do que no ano passado.

Vagas para a 1.ª fase do concurso nacional de acesso


Nota para a comunicação social;
Ficheiro em que, para cada par instituição/curso são indicadas as vagas de 2015, as vagas de 2014 e nota do último colocado na 1.ª fase no contingente geral em 2014;
Nota explicativa do ficheiro das vagas.

A partir desta segunda-feira, e até 7 de Agosto, os alunos que queiram ingressar no superior podem candidatar-se através da plataforma instalada na página da Internet da DGES (http://www.dges.mctes.pt). A candidatura é feita apenas através do sistema online. Os resultados desta 1.ª fase do concurso nacional serão conhecidos a 7 de Setembro.
GUIA DA CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2015


sábado, 18 de julho de 2015

o que têm em comum Jorge Palma e Nelson Mandela?


O que têm em comum Jorge Palma, Mónica Ferraz, Richard Dorfmeister, Pedro Macedo, Nuno Delgado, DeROSEArtCompany, António Mateus e o Comendador DeRose?
Todos se juntarão neste dia especial, por uma causa e para comemorar a vida e o legado de uma das mais marcantes personalidades do nosso tempo - Nelson Mandela.
Para tal, a Ordem do Mérito das Índias Orientais vai organizar, na Casa da Música - Porto, as comemorações do Dia Mandela a 18 de julho, evento que é celebrado à escala Mundial pelas Nações Unidas.
Vamos cumprir o desejo de Mandela de, no seu aniversário, dedicarmos 67 MINUTOS - tantos quantos os anos por ele dedicados à sua causa - para construirmos um mundo melhor.
As receitas dos espetáculos reverterão para o IPO Pediátrico de Lisboa. Contribua para o bem estar dessas crianças, com a sua presença! Adquira já o seu lugar.

PROGRAMA:
21:30 - Casa da Música | Sala Suggia
JORGE PALMA
MÓNICA FERRAZ

24:00 – DeROSEClubbing | Restaurante da Casa da Música;
RICHARD DORFMEISTER - Austria
PEDRO MACEDO
SoulfulKollektiv CleanParty - sem álcool, sem fumo e sem drogas.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

chegou a 2ª fase de exames para o secundário






Ainda há tantos alunos com dúvidas sobre os exames de 2ª fase, que o CRESCER decidiu relembrar o que já publicou aqui, à data de 8 de julho.



Votos de bom trabalho para todos!





CÁLCULO DA CLASSIFICAÇÃO FINAL DA DISCIPLINA
Caso o exame nacional não te tinha corrido como esperado, podes repeti-lo na 2ª fase de exames e tentar assim recuperar a classificação da disciplina que tinhas.
Para a 1ª fase de candidatura ao ensino superior deste ano vai ser considerada, automaticamente, no cálculo da classificação final das disciplinas sujeitas a exame nacional, as melhores de entre as seguintes:
  • Classificações de exames realizados em quaisquer anos letivos anteriores a 2015, em qualquer fase.
  • Classificações de exames realizados em 2015, na 1.ª fase.
  • Classificações obtidas na 2.ª fase de exames 2015 em disciplinas que não integrem o plano de estudos do teu curso de ensino secundário e cujo exame coincida em dia e hora de realização com um exame da 1.ª fase realizado por ti.
Logo, atendendo ao primeiro ponto, caso sejas estudante de 11º ano, ou mesmo estando no 12º e correndo o risco de entrar no que não queres, vale a pena realizares o exame da 2ª fase de forma a ficares com uma classificação final da disciplina superior para as primeiras fases de candidaturas dos anos seguintes. Alternativamente, poderás sempre repetir o exame no ano seguinte, mas aí será como aluno externo, precisando de ter a nota do exame superior à classificação final da disciplina, não contando apenas 30% como no ano da conclusão da disciplina.
Para a 2.ª e 3.ª fases de candidaturas, as classificações das disciplinas sujeitas a exame final nacional que vão ser consideradas para o cálculo da Classificação Final do ensino secundário são as melhores de entre as classificações dos exames realizados em quaisquer anos letivos, em quaisquer fases.
Para acabar, deixamos o alerta que caso devido a um exame da 1ª fase não consigas completar uma determinada disciplina, mas na 2ª fase já o venhas a fazer, ficas impedido de concorrer à primeira fase de candidaturas, uma vez que para efeitos desta fase não tens o ensino secundário concluído.

UTILIZAÇÃO DO EXAME COMO PROVA DE INGRESSO

No caso da utilização do exame para satisfazer a prova de ingresso que um determinado curso pede, existem algumas alterações relativamente ao caso anterior.
Para a 1.ª fase de candidaturas, a classificação que vai ser considerada, de forma automática, para cada uma das tuas provas de ingresso é a melhor das seguintes classificações do exame nacional correspondente à prova:
  • Classificação obtida na 1.ª fase de exames de 2015;
  • Classificações obtidas na 1.ª fase de exames de 2013 e de 2014;
  • Classificações obtidas na 2.ª fase de exames de 2013, 2014 e de 2015 em disciplinas que não integram o plano de estudos do teu curso de ensino secundário e cujo exame coincidia em dia e hora de realização com um exame da 1.ª fase efetivamente realizado por ti.
Para a 2.ª e 3.ª fases do concurso de 2015, a classificação que vai ser considerada, de forma automática, para cada uma das suas provas de ingresso é a melhor das classificações do exame final nacional correspondente à prova obtidas na 1.ª ou na 2.ª fase dos exames de 2013, 2014 e 2015. @  Uniarea

quinta-feira, 16 de julho de 2015

mandarim nas escolas

"Noutros países europeus também foram celebrados protocolos semelhantes, mas foram suspensos..."

terça-feira, 14 de julho de 2015

cerca de 10% dos alunos do secundário nunca leu um livro até ao fim

Cerca de 10% dos alunos do secundário nunca leram um livro até ao fim, revela um estudo realizado em 15 escolas secundárias do programa Ler+Jovem, apresentado em Lisboa, esta sexta-feira.
"No ensino secundário, num nível de ensino em que muitos pretendem aceder ao ensino superior, 10% dos alunos nunca leu um livro até ao fim. É um dado que nos deve pôr a pensar", disse à agência Lusa Leopoldina Viana, da Universidade do Minho e responsável pelo estudo.
O estudo decorre desde 2013 no âmbito da iniciativa Ler+Jovem e será apresentado esta sexta-feira à tarde, em Lisboa, no primeiro encontro nacional de escolas participantes neste programa.
A ideia é, segundo a responsável, perceber o que é que os alunos leem, onde leem e quais as suas preferências.
Globalmente, adiantou Leopoldina Viana, os alunos leem e, desde que é feito o estudo, não se têm registado grandes variações em termos de leitura.
O estudo revela ainda que 14% das famílias dos alunos participantes no inquérito não têm livros em casa e que um quarto dos alunos afirma que não gostava de ler em criança porque tinham dificuldade de compreender o que liam.
"É um dado importante para investir mais na compreensão da leitura nos anos iniciais", disse Leopoldina Viana.@ JN

o IAVE comunicou à imprensa

Imagem presente no comunicado à imprensa do IAVE. 
Se quiser aceder a todo o comunicado, clique aqui.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

saem hoje os resultados dos exames nacionais


Milhares de alunos sabem hoje se estão aptos a entrar na universidade ou se terão de ir à segunda fase dos exames nacionais.
Os resultados da primeira fase são divulgados hoje e os alunos têm cerca de duas semanas para proceder à inscrição nas universidades que pretendem frequentar no próximo ano letivo, naquela que é a primeira fase do processo que termina a 7 de agosto.
A segunda fase do processo de acesso ao ensino superior irá decorrer entre 11 e 18 de setembro e a terceira entre 1 e 5 de outubro. @ Notícias ao Minuto

sexta-feira, 10 de julho de 2015

partidos admitem aprovar regime especial de aposentação para os professores

Será???

quinta-feira, 9 de julho de 2015

novo ano letivo à vista

Conheça o calendário escolar 2015/16.


Teste de inglês de 9º ano passa a contar para a classificação final

O teste de Cambridge era "obrigatório", mas não havia sanções para quem não o fizesse.
A partir do próximo ano, o teste de Inglês concebido por um departamento da Universidade de Cambridge deixa de ser de diagnóstico e passa a contar para a avaliação de todos os alunos do 9.º ano, com um peso na classificação final que será determinado por cada escola, “no âmbito da sua autonomia”.

Candidaturas ao superior começam no próximo dia 20
Os estudantes que queiram concorrer a uma vaga no ensino superior no próximo ano lectivo podem começar a apresentar a sua candidatura no dia 20 de Julho.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

vale a pena ir à 2ª fase dos exames nacionais?

A Uniarea responde:

A 1ª fase dos exames nacionais do ensino secundário acabou no passado dia 25 de junho. Com os resultados a serem divulgados no próximo dia 13 de julho, temos recebido várias dúvidas relativamente à 2ª fase de exames, e a utilização dos mesmos quer para efeitos de melhoria da Classificação Final da Disciplina, como para efeitos de prova de ingresso, na candidatura ao ensino superior. Valerá a pena repetir os exames nesta fase?
É o que vamos tentar responder neste artigo, separando o cálculo da Classificação Final da Disciplina da utilização do exame nacional como prova de ingresso. Para os que ainda estão perdidos com o primeiro cálculo, é só visitar a nossa página: com que nota fico à disciplina considerando o exame? Vê aqui. 

CÁLCULO DA CLASSIFICAÇÃO FINAL DA DISCIPLINA

Caso o exame nacional não te tinha corrido como esperado, podes repeti-lo na 2ª fase de exames e tentar assim recuperar a classificação da disciplina que tinhas.
Para a 1ª fase de candidatura ao ensino superior deste ano vai ser considerada, automaticamente, no cálculo da classificação final das disciplinas sujeitas a exame nacional, as melhores de entre as seguintes:
  • Classificações de exames realizados em quaisquer anos letivos anteriores a 2015, em qualquer fase.
  • Classificações de exames realizados em 2015, na 1.ª fase.
  • Classificações obtidas na 2.ª fase de exames 2015 em disciplinas que não integrem o plano de estudos do teu curso de ensino secundário e cujo exame coincida em dia e hora de realização com um exame da 1.ª fase realizado por ti.
Logo, atendendo ao primeiro ponto, caso sejas estudante de 11º ano, ou mesmo estando no 12º e correndo o risco de entrar no que não queres, vale a pena realizares o exame da 2ª fase de forma a ficares com uma classificação final da disciplina superior para as primeiras fases de candidaturas dos anos seguintes. Alternativamente, poderás sempre repetir o exame no ano seguinte, mas aí será como aluno externo, precisando de ter a nota do exame superior à classificação final da disciplina, não contando apenas 30% como no ano da conclusão da disciplina.
Para a 2.ª e 3.ª fases de candidaturas, as classificações das disciplinas sujeitas a exame final nacional que vão ser consideradas para o cálculo da Classificação Final do ensino secundário são as melhores de entre as classificações dos exames realizados em quaisquer anos letivos, em quaisquer fases.
Para acabar, deixamos o alerta que caso devido a um exame da 1ª fase não consigas completar uma determinada disciplina, mas na 2ª fase já o venhas a fazer, ficas impedido de concorrer à primeira fase de candidaturas, uma vez que para efeitos desta fase não tens o ensino secundário concluído.

UTILIZAÇÃO DO EXAME COMO PROVA DE INGRESSO

No caso da utilização do exame para satisfazer a prova de ingresso que um determinado curso pede, existem algumas alterações relativamente ao caso anterior.
Para a 1.ª fase de candidaturas, a classificação que vai ser considerada, de forma automática, para cada uma das tuas provas de ingresso é a melhor das seguintes classificações do exame nacional correspondente à prova:
  • Classificação obtida na 1.ª fase de exames de 2015;
  • Classificações obtidas na 1.ª fase de exames de 2013 e de 2014;
  • Classificações obtidas na 2.ª fase de exames de 2013, 2014 e de 2015 em disciplinas que não integram o plano de estudos do teu curso de ensino secundário e cujo exame coincidia em dia e hora de realização com um exame da 1.ª fase efetivamente realizado por ti.
Para a 2.ª e 3.ª fases do concurso de 2015, a classificação que vai ser considerada, de forma automática, para cada uma das suas provas de ingresso é a melhor das classificações do exame final nacional correspondente à prova obtidas na 1.ª ou na 2.ª fase dos exames de 2013, 2014 e 2015.

terça-feira, 7 de julho de 2015

"a mulher do colar de pérolas" deixou-nos


Gostava que considerassem que "fui uma cidadã consciente e solidária, amante da liberdade e da paz. É disso que me orgulho!", disse em entrevista a Manuel Luís Goucha.




Maria de Jesus Simões Barroso Soares GCL • GCSI (Fuzeta2 de maio de 1925 - Lisboa7 de julho de 2015) foi uma atriz, ativista política e social e professora portuguesa. Foi primeira-dama de Portugal de 1986 a 1996, esposa do então presidente Mário Soares.

Portugal ficou mais pobre!
O CRESCER deixa a sugestão de leitura de "Uma vida cheia e de liberdade".

escola e alunos premiados no concurso de matemática "Pangea"

Foram 7000 os alunos da zona norte que participaram neste concurso "Pangea", que consistiu na realização de duas provas de matemática abordando conteúdos já estudados.
A primeira prova foi realizada nas escolas e a segunda realizou-se na Universidade Fernando Pessoa, no Porto.
Ana Beatriz Marinho e José Miguel Borges
O CRESCER dá os parabéns a todos pelas prestações empenhadas, destacando os seguintes alunos: José Miguel Borges, pela conquista do 1º lugar, ao nível do 9º ano; Ana Beatriz Marinho, por um 2º lugar, ao nível do 10º ano e Alexandre Afonso Lemos, pela obtenção de um 7º lugar.
Todos os alunos tiveram medalhas e diplomas e os que ficaram em 1º e 2º lugar receberam ainda prémios pecuniários. A escola, por seu turno, também recebeu um prémio, um troféu em acrílico, pela honrosa participação. 
o nosso diretor (à esquerda) e a professora Isabel Matos (docente de Matemática) a receberem o troféu
A cerimónia de entrega dos prémios, que decorreu na Universidade Fernando Pessoa, foi muito divertida, destacando-se a animação proporcionada pelo grupo XiloBaldesO evento terminou com a atuação da Tuna Académica da Universidade Fernando Pessoa. 
Parabéns a todos os que participaram e aos que proporcionaram a participação!

segunda-feira, 6 de julho de 2015

onze ex-ministros da Educação debatem Lei de Bases da Educação

David Justino
Vão estar reunidos, esta segunda-feira, em Lisboa, 11 ex-ministros da Educação e do Ensino Superior, para debater, ao longo de todo o dia, a Lei de Bases do Sistema Educativo, numa iniciativa promovida pelo Conselho Nacional de Educação (CNE).
O CNE, atualmente presidido pelo ex-ministro da Educação David Justino, pretende lançar o projeto que “pretende levar a cabo ao longo do próximo ano sobre o estudo e avaliação da Lei de Bases do Sistema Educativo”, de acordo com o comunicado deste órgão consultivo do Estado.
Eduardo Marçal Grilo, Guilherme d’Oliveira Martins, Maria da Graça Carvalho, Augusto Santos Silva, Maria do Carmo Seabra, David Justino, Maria de Lurdes Rodrigues, Roberto Carneiro, Júlio Pedrosa, Diamantino Durão e Isabel Alçada são os ex-governantes que vão discutir a lei fundamental da Educação em Portugal.
A sessão plenária decorre à porta fechada, à exceção da sessão de abertura, com David Justino, marcada para as 10h30.

domingo, 5 de julho de 2015

"Manifestações Paralelas" de José Miguel Borges




O nosso aluno José Miguel Borges vai apresentar o seu recital, "Manifestações Paralelas", na próxima 4ª feira, dia 8 de julho, às 21h30, no Auditório Municipal da Escola de Música da Póvoa de Varzim.



O CRESCER divulga orgulhosamente estas "manifestações" do José Miguel Borges, ele que foi o vencedor da categoria D do X Concurso de Piano da Póvoa de Varzim.


A entrada é livre, sem lugares marcados. 

O CRESCER apela à presença dos amigos.







sexta-feira, 3 de julho de 2015

com o alargamento da escolaridade obrigatória para os 18 anos

Via profissional tem cinco vezes mais alunos inscritos do que há dez anos e continua a atrair cada vez mais.
O ensino profissional continua a afirmar-se como uma opção para os jovens portugueses que querem completar a escolaridade obrigatória. Em dez anos, esta via de ensino aumento cinco vezes o número de inscritos, passando de 34 399, em 2004, para 177 699, no ano passado. Os números são reveladores da procura que promete manter-se. Neste momento, as escolas já estão a receber pré-inscrições para o próximo ano letivo e ainda antes das turmas estarem aprovadas, já estão cheias.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

IR: Rua da Madeira, Porto - "Quem és, Porto?"


O 'maior painel comunitário' em azulejos tem cerca de 3 mil peças e contou com a colaboração da população.

pormenor da fachada
A fachada de um edifício na Rua da Madeira tem agora uma pergunta a fazer: "Quem és, Porto?", lê-se numa imensa obra em azulejos, inaugurada este sábado. Tem uma pergunta e muitas respostas, azulejo a azulejo.
Trata-se do resultado de uma acção de arte urbana do projecto Locomotiva, um projecto temporário da PortoLazer para a "dinamização da Estação de São Bento e sua envolvente". Entre as acções, conta-se este projecto orientado por Miguel Januário (aka ±MAISMENOS±).
O resultado que agora se vê foi nascendo do convite a toda a gente que quisesse participar pintando e desenhando azulejos com a resposta à pergunta-título. Trata-se do "maior painel comunitário em azulejos" do Porto, onde se busca a "identidade da cidade". Os participantes entraram em workshops (que se realizaram ao longo de quatro meses), onde foram desenhadas e pintadas as peças, acompanhados por monitores da Escola Superior de Educação do Porto.    
No total, a obra tem cerca de três mil azulejos, entre as que foram trabalhadas por "profissionais e amadores", ocupando 135 metros quadrados da fachada do prédio.
A inauguração, realizada este sábado à tarde, integra um fim-de-semana cheio de iniciativas (entre concertos, teatro, documentário ou a Porto Light Experience com obras luminosas e o DJ Nuno Lopes) que marcam o fim do projecto Locomotiva.

terça-feira, 30 de junho de 2015

OXI * no referendo de domingo?

Primeiro-ministro garante que irá respeitar o resultado da votação de domingo e admite deixar governo. Tsipras diz ser impossível pagar hoje ao FMI os 1,5 mil milhões de euros.

"A decisão do povo grego será respeitada e implementada." A promessa foi deixada por Alexis Tsipras, admitindo que se demitirá caso o referendo de domingo dite a vitória do sim à proposta dos credores entregue ao governo que previa aumento das medidas de austeridade, como a subida do IVA. Em entrevista a uma televisão helénica, Tsipras afirmou não ser "um primeiro-ministro que se mantém no cargo faça chuva ou faça sol".
O líder do Syriza, que vê o referendo como uma forma de continuar as negociações - "o nosso objetivo é permitir estar mais bem armado na prossecução das negociações" -, considera que quanto mais forte for a rejeição da proposta, mais forte ficará a Grécia para as próximas conversações.
O primeiro-ministro grego foi também taxativo quanto à impossibilidade de o país pagar hoje 1,5 mil milhões de euros ao FMI. "É possível que os credores esperem que paguemos ao FMI quando impuseram a asfixia aos bancos?", questionou, adiantando que "a partir do momento em que decidam levantar a asfixia, serão pagos". Com os bancos encerrados até 6 de julho, Tsipras admite que "o cenário não é o ideal", mas frisou que a Grécia "irá sobreviver" com ou sem programa de ajuda externa. "O povo grego viu que nos últimos cinco meses fizemos o que pudemos para chegar a acordo", disse, frisando que não acredita que os credores desejem que a Grécia abandone a zona euro.
*OXI = NÃO

segunda-feira, 29 de junho de 2015

projeto "Sing the World" canta e encanta

No dia 13 de junho, pelas 17h30m, um grupo de alunos, professores, funcionários e pais atuou no Fórum da Maia, no âmbito do projeto "Sing The World".
Foi um momento de agradável convívio onde os dotes vocais e a dança foram revelados e serviu para o lançamento dos DVD s que tinham sido gravados na escola.
Podem espreitar, aqui:
https://drive.google.com/a/aescas.net/file/d/0B7lO2jMCyCgLdDZHNHFib2dLMWM/view