Número total de visualizações de página

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

cinema, vigílias e esperança: é a semana da Mobilização Global pelo Clima


      De 20 a 27 de Setembro, a semana da Mobilização Global pelo Clima é uma chamada de emergência dos jovens face à crise climática. São oito dias de actividades gratuitas, entre as quais o CineClima, “o primeiro ciclo de cinema em Portugal exclusivamente sobre clima”.
      “É demasiado tarde, não há futuro”: é nisto que acreditam os jovens protagonistas do filme A Hora da Saída (Sebastién Marnier, 2019), uma história ficcional sobre o impacto das alterações climáticas que se estreou em Portugal no dia 20 de Setembro, no âmbito na Mobilização Global pelo Clima. Esta é uma das atividades gratuitas previstas para a semana de sensibilização, que se prolonga até 27 de setembro, data da greve climática global. E na vida real, ainda há esperança no futuro do planeta?
     Insatisfeitos com as medidas que estão a ser tomadas face à crise climática que o planeta atravessa, os jovens da Greve Climática Estudantil prepararam estreias de filmes, greves, vigílias, debates e workshops ao longo da semana de Mobilização Global pelo Clima, que arranca já esta sexta-feira.
       Neste primeiro dia da semana de protestos haverá uma marcha noturna por Lisboa, com início às 21 horas no Príncipe Real e término na Assembleia da República, seguida de uma vigília. Também no Porto está agendada uma vigília, em frente à Câmara Municipal, das 21 horas de sexta-feira às 8 horas de sábado. E outras iniciativas se desenvolvem: o Mãos à Obra, que pretende limpar as praias de Norte a Sul de Portugal e o Dia Europeu Sem Carros (ambas a 22/9); um desfile contra a fast fashion, um workshop de escultura “à base de lixo”; debates; e o içar de bandeiras verdes nos municípios. Tudo isto culmina numa última atividade: uma greve climática global, agendada para 27 de setembro. (adaptado de PÚBLICO)

1 comentário:

Elsa Gonçalves disse...

Obrigada, CRESCER por nos lembrares sempre dos assuntos importantes. Este artigo será lido e discutido com os meus alunos.