Número total de visualizações de página

quinta-feira, 9 de maio de 2013

aquele abraço


A fotógrafa e ativista Taslima Akhter colocou a imagem no Facebook e esta chegou agora às páginas da revista Time. O abraço daquele homem e daquela mulher tornou-se símbolo da tragédia dos quase 950 trabalhadores que morreram no passado dia 24 de abril em Daca.
"Não sei quem são, nem que relação tinham", explicou Akhter à Time, mas a fotógrafa garante que sempre que olha para aquele casal, abraçado no momento da morte, "é como se me dissessem: "Não somos um número - não somos só mão-de-obra barata. Somos seres humanos como vocês. A nossa vida é preciosa e também temos sonhos".

2 comentários:

Ana Soares disse...

Chocante de facto... mas a mim faz-me pensar mais do que isso... penso numa relação de verdadeiro amor, que prevalece para além da morte. Quem nos garante, que este casal não seria um daqueles (raros), que envelhecem lado a lado.

Izazevedo disse...

A mim faz -me pensar nos efeitos da globalização da economia desregrada, da lei do vale tudo! É um capitalismo mortal...Há dúvidas?