Número total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de julho de 2012

pedimos desculpa por esta interrupção, o programa segue dentro de momentos

Assim rezava a mira técnica da velhinha televisão quando havia alguma avaria que forçava à paragem da emissão. Recorremos à imagem para transmitir a mesma mensagem.

mira técnica de televisão

Vamos de férias. Pretendemos continuar no próximo ano letivo ainda mais próximos de vós. Queremos que nos leiam todos os dias. Vamos tentar impor-nos nos ambientes de trabalho dos computadores das salas de aula. Ali, ao sabor de um clique.

Por agora, deixamos um bem-haja a todos os que aqui colaboraram e um muito obrigado a todos os que nos seguiram.
Reencontramo-nos em setembro. Temos uma surpresa para todos vós. O tal anuário prometido, lembram-se? Pois bem, agora vamos descansar. A mala está pronta e não levamos pc nem telemóvel.

Até já!

quarta-feira, 25 de julho de 2012

a pior reunião do ano

É sempre com uma certa sensação de vertigem que chego a esta altura do ano. Muito cansaço, muito trabalho para acabar, o corpo a pedir descanso...
E, apesar de esta ser a última reunião do ano letivo e sobrar já um certo gosto a férias, é também a reunião em que se decide o ano letivo seguinte. São minutos terrivelmente decisivos os que cada um dispõe para reagir às opções que lhes são oferecidas. Neles se definem futuros e se determinam caracteres. Por estas razões, parto para estas reuniões sempre ansiosa.
Hoje, estive particularmente indisposta. Curiosamente, não pelas razões que acabei de antecipar. De repente, tudo se relativizou. Ter este ou aquele nível, ouvir algumas vozes, não foi importante. Eu teria horário e as vozes desagradáveis podem sempre tolerar-se.
Estive particularmente indisposta porque vi sair, pela honrosa porta da frente da escola, colegas que "vestiram a camisola" durante anos e que agora não têm horário. E ergui-me para aplaudir o trabalho delas e ergo-me, ainda agora, em modo solidário e reconhecido porque não consigo sequer imaginar o que é estar na sua situação.
É que as pessoas têm nomes e rostos e não são descartáveis! É certo que as escolas não são centros de emprego, mas devem ser locais onde se educa e se ensina. E quando o ministério ordena que se ponham fora aqueles que nos fazem falta, que nos dignificaram, que foram NÓS, estamos a dar o pior dos exemplos.
Virão outros, dirão alguns. Talvez até melhores, dirão outros. Mas não A Elisa, A Estela, A Lurdes, O Miguel, O Paulo, O... , A ... que nos fazem falta porque souberam CRESCER connosco.
Não pude dizer isto a cada um de vós, mas gostava que soubessem.
A todos vós, companheiros, um abraço apertadinho!

Manuela Couto

da blogosfera:os cortes na Função Pública e o «esforço nacional»

Vale a pena ler:


Deixamos aqui o primeiro parágrafo. Vale a pena ler todo o texto.

A declaração de inconstitucionalidade dos cortes dos subsídios de férias e de Natal na Função Pública teve várias virtuosidades. Uma delas foi a de fazer justiça, outra foi a de pôr a descoberto a dissimulação daqueles que publicamente não se cansam de defender a inevitabilidade dos sacrifícios e da austeridade. Na realidade, sempre que afirmavam essa inevitabilidade, faziam-no, sabemo-lo hoje, com uma oculta nuance: os sacrifícios são necessários sim, mas para os outros, não para os próprios.

o CRESCER está quase a entrar em férias...

Não, não sonhamos com paraísos tropicais nem com ilhas paradisíacas... Não que não gostássemos, mas "alguém" se encarregou de ficar com os nossos subsídios de férias e, por isso, almejamos os dias para o merecido descanso. E desse ainda não se lembraram de ser fiéis depositários!

Não, não vamos ouvir notícias sobre a crise!

terça-feira, 24 de julho de 2012

sem comentários

Portugal cumpre meta da 'troika' para o défice à custa dos subsídios de férias.

O dinheiro que fica nos cofres do Estado que seria correspondente aos subsídios de férias dos funcionários públicos acaba por ser o maior contributo para o cumprimento das metas para efeito de programa e permite mais que duplicar a redução das despesas com pessoal face ao alcançado em Maio. @ SOL

segunda-feira, 23 de julho de 2012

"adormeceram professores e acordaram sem turmas"

Não ficam desempregados, como os professores contratados, mas não sabem o que farão em Setembro. Mudanças como a revisão dos currículos e o aumento do número de alunos por turma deixaram milhares com horários zero, ou seja, sem aulas para dar. Tinham uma situação que julgavam estável e uma escola que consideravam sua. Do ministério dizem que muitos serão "repescados"; eles aprendem a viver com a incerteza.        

O Público recolheu quatro depoimentos que ajudam a perceber a desumanização em curso.                  

sexta-feira, 20 de julho de 2012

país a arder

Como é possível? Ardem as terras e as gentes!
O calor que se faz sentir a par da falta de meios e ausência de prevenção deixam o país a arder.

morreu o homem que se confunde com a História


Notabilizou-se nas quatro últimas décadas pelos programas televisivos sobre História. José Hermano Saraiva, um homem que se confunde com a História, faleceu hoje aos 92 anos.

 

quinta-feira, 19 de julho de 2012

desemprego entre os professores subiu 151% só num ano


O número de professores que, no final de Junho, estavam inscritos nos centros de emprego como desempregados registou um aumento de quase 151% por comparação a igual período de 2011.
Os dados ontem divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltam a confirmar que o grupo de "docentes do ensino secundário, superior e profissões similares" é aquele em que se tem registado um maior aumento do desemprego. É uma tendência que se tem vindo a afirmar nos últimos anos e que se aprofundou em 2012.

na Maia há cinema na relva


Ladrões de Bicicletas, de Vittorio de Sica, Há Lodo no Cais, de Elia Kazan, Belarmino, de Fernando Lopes, e O Homem Elefante, de David Lynch foram os filmes escolhidos pelo Cineclube da Maia para a edição número 2 do Cinema na Relva.
O ciclo vai ter lugar nos dois últimos fins-de-semana de Julho, no jardim do Parque Central da Maia, localizado ao lado do Fórum e da câmara municipal.
Há quatro sessões organizadas em dois fins-de-semana consecutivos, nos dias 20 e 21 e 27 e 28 deste mês, sempre às 22h00. Os filmes surgem debaixo da temática da alienação social.
As sessão são gratuitas.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

"se queremos mudar os outros, temos que começar por nos mudar a nós próprios"

Nelson Mandela faz hoje 94 anos


O aniversário da grande figura que derrubou o apartheid foi assinalado em vários pontos do globo. Mandela celebrou o 94º aniversário tranquilamente, em família, na pequena povoação de Qunu, onde reside. Ninguêm esquece os 27 anos que Mandela esteve preso antes de chegar a Presidente da África do Sul. Bem como o símbolo em que se tornou para a paz e tolerância no mundo. Nas escolas, milhares de crianças cantaram os parabéns e uma canção especialmente dedicada a Madiba, como Mandela é carinhosamente conhecido. Para o mundo, fica para sempre a frase de Mandela: se queremos mudar os outros, temos que começar por nos mudar a nós próprios.@RTP

da blogosfera: demasiado grave

Demasiado grave

A questão é saber com que fundamento educativo se fazem as reduções, se aumenta o número de alunos por turma e se proíbe a abertura de novas turmas e cursos. Um país que tem um grau de iliteracia assustador, que tem inaceitáveis níveis de abandono e de insucesso escolar e que obtém resultados escolares globalmente baixos, como pode, com responsabilidade e seriedade, aumentar o número de alunos por turma? Como pode diminuir a carga horária a várias disciplinas? Como pode negar o direito à educação a alunos jovens e adultos que querem estudar? Estamos num país que tem necessidade, como do pão para boca, de mais e melhor escola, não do contrário.
O que se está a passar é demasiado grave.                        

Professores sem horário em atividades de combate ao abandono escolar

O ministro da Educação e Ciência anunciou esta terça-feira a possibilidade de os professores sem horários e contratados serem colocados nas escolas, em atividades que fazem parte de um pacote de medidas para o sucesso e prevenção do abandono escolar.
"Estamos em crer que haverá espaço para todos eles e para mais", afirmou Nuno Crato em conferência de imprensa, salientando que o ministério quer que "todos os professores com horário zero contribuam para o sucesso escolar".
Nuno Crato afirmou esperar que as medidas sejam apoiadas por "toda a comunidade educativa", afirmando que esta "melhor afetação de recursos" não surge em reação a um número elevado de professores sem horário, sobre o qual recusou "especular".
O ministro afirmou que docentes de Educação Visual e Tecnológica podem lecionar disciplinas dessa área no 3.º ciclo, os das Tecnologias da Informação e Comunicação podem fazer manutenção do Plano Tecnológico da Educação e docentes de vários grupos podem ser colocados em "atividades de expressão artística".
Nuno Crato anunciou também a criação de um sistema de módulos para as disciplinas do Básico e Secundário para alunos com mais de 16 anos e afirmou que as escolas devem também oferecer "percursos curriculares alternativos" adaptados aos perfis e capacidades de cada aluno.
As turmas do ensino profissional também poderão ser desdobradas na formação específica e técnica, de acordo com os recursos de cada escola". @JN

terça-feira, 17 de julho de 2012

"Vigília pela Educação" de quarta para quinta-feira


Um grupo de cidadãos está a promover uma vigília pela educação, de quarta para quinta-feira, por todo o país, por considerar que o Governo "está a pôr em causa um pilar fundamental da democracia e da República".

"Vigília pela Educação" é o nome da iniciativa "apartidária" que está a ser divulgada através da rede social Facebook, disse hoje à Lusa o professor João Paulo Silva, um dos promotores.
"A ideia é que, em todo o país, as pessoas saiam à rua e defendam a escola pública", sublinhou o professor, para quem, "mais do que falar e contestar a questão A ou B, o que está em causa é a própria educação".
João Paulo Silva disse que a ideia nasceu "num pequeno grupo de cidadãos", na sequência da manifestação de professores realizada na semana passada, em Lisboa.
"Na nossa opinião - um conjunto de pessoas que se foram encontrando através do Facebook -, algumas medidas implementadas pelo ministro Nuno Crato estão a colocar em causa a própria educação", explicou.
A vigília está marcada para as 19:00 de quarta-feira nas praças da República, ou outras, em todas as capitais de distrito. A iniciativa apenas terminará no dia seguinte, quinta-feira, pelas 12:00.

simulador de graduação profissional

O ad duo disponibiliza um simulador da graduação profissional. É porque se revelou necessário. Aqui vai.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

domingo, 15 de julho de 2012

escolas públicas preocupadas com próximo ano letivo

Os diretores das escolas públicas insistem em ser recebidos pelo ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, pois estão preocupados com o corte nos recursos para o próximo ano letivo, a começar pela redução do número de professores.

“A todos sobrou a mesma preocupação: muitos professores dos quadros para os quais não vamos ter lugar no próximo ano letivo e muitos recursos que provavelmente no próximo ano letivo as escolas deixarão de ter. Isto, além das questões relacionadas ainda com os processos de agregação de escolas”, refere Manuel Pereira à Renascença.

Com os cortes previstos, o dirigente associativo diz não ser possível manter a qualidade das escolas públicas.

“Não é possível pedirem às escolas que sejam a resposta para os problemas das crianças com muito menos recursos e muito menos professores”, sustenta.

Os dirigentes escolares estão este domingo reunidos no Porto e insistem em ser recebidos pelo ministro Nuno Crato, numa audiência conjunta com pais e sindicatos. Aguardam uma resposta até sexta-feira, dia 20.
 
A Federação Nacional dos Professores (FENPROF) considerou hoje que "a situação nas escolas é gravíssima e muito preocupante" devido à eliminação de horários, que vai deixar milhares de professores, contratados e efetivos, sem colocação.
Milhares de professores vão ficar sem colocação
De acordo com um comunicado da FENPROF, a eliminação de horários está a deixar milhares de professores sem componente letiva atribuída.

Os professores efetivos que ficam sem horário atribuído vão ter de concorrer a outras escolas ao abrigo do 'Destacamento por Ausência de Componente Letiva' (DACL). Os contratados também têm de concorrer, mas, segundo a FENPROF, correm o risco de ficar desempregados.
A federação sindical está a fazer um levantamento da situação dos professores decorrente da eliminação de horários e, tendo em conta os primeiros dados, referiu o exemplo do agrupamento de escolas de Viseu Sul, onde foram eliminados 88 (34,4%) dos atuais 257 horários.
Segundo a FENPROF, neste agrupamento de Viseu vão ficar desempregados 19 professores contratados e outros 69 professores do quadro vão ter de concorrer a outras escolas.
A estrutura sindical da CGTP considera que "a confirmação deste problema" reforça as razões que a levaram a decidir várias ações que tem em curso.
A FENPROF aprovou na manifestação de dia 12 um conjunto de ações e reivindicações, nomeadamente a atribuição de serviço letivo a todos os professores dos quadros e a redução do número de alunos por turma.  

54 mil vagas para o superior


O Governo divulgou esta sexta-feira a lista com o número de vagas abertas no Ensino Superior para o ano letivo de 2011/2012. O Ministro da Educação, Nuno Crato, disse esperar que o aumento exponencial de vagas aconteça "em breve".
Segundo uma nota divulgada pela Direção -Geral do Ensino Superior, as instituições de Ensino Superior público abrirão 54.068 vagas, distribuídas por um total de 1.181 cursos.
O ministro da Educação, Nuno Crato, justificou, esta sexta-feira, que o incremento de apenas 82 vagas no ensino superior público para este ano traduzem "os números que foram dados pelas universidades", esperando que um aumento exponencial aconteça "dentro em breve".
Questionado sobre o facto de o anterior ministro do Ensino Superior, Mariano Gago, ter antecipado um aumento exponencial de vagas para este ano e isso não ter acontecido, o ministro da Educação foi perentório: "Não houve ainda um aumento exponencial mas esperamos que vá haver, dentro em breve".
"Uma das prioridades que nós temos é que muitos mais estudantes cheguem ao Ensino Superior e que muitos mais concluam com sucesso toda a escolaridade básica e secundária", disse.

sábado, 14 de julho de 2012

mal estar e angústia nas escolas

Terminou ontem, dia 13 de julho, a fase da indicação dos professores dos quadros que mantêm a componente letiva (primeira disponibilização). A partir do dia 16 de julho, segunda-feira, e até dia 20 de julho, os docentes dos quadros informados pelas escolas de que não têm, à data, componente letiva são obrigados a concorrerem a Destacamento por Ausência de Componente Letiva (DACL).
Na primeira fase, a indicação da componente letiva dos docentes foi feita de acordo com os dados disponíveis à data, sendo que, na dúvida de existência ou não de componente letiva para atribuir ao docente, este foi indicado na aplicação informática.
Numa segunda fase, aquando do carregamento de horários, será novamente disponibilizada a aplicação para que as escolas possam corrigir os dados inseridos e assim retirar os docentes que as escolas venham a confirmar ter componente letiva para lhes atribuir.

Na sequência destes procedimentos e diretivas as direções dos agrupamentos informaram milhares de docentes dos quadros de que deverão ser opositores ao Concurso DACL pelo facto de não terem, à data, componente letiva. Esta situação está a criar um enorme mal estar e angústia em milhares de docentes. Se a fase da indicação da ausência de componente letiva não fosse tão cedo, muitos destes professores não passariam por esta situação.@ profblog

150 anos depois de Klimt

o beijo
Gustav Klimt (Baumgarten, Viena, 14 de julho de 1862 — Viena, 6 de fevereiro de 1918) foi um pintor simbolista austríaco.
Klimt foi o único aluno da Escola das Artes Decorativas, no século XIX, que conseguiu dar início a uma grande carreira artística, impulsionado pelos seus professores e pelo diretor do Museu, Rudolf von Eitelberger. Michael Rieser utilizou seus serviços, bem como o de Franz Matsch (1861-1942) e do seu irmão Ernst, para os vitrais da "Igreja Votiva" – o primeiro grande edifício da "era da Ringstraße".

sexta-feira, 13 de julho de 2012

começou hoje a 2ª fase dos exames nacionais do secundário com a prova de português


Um excerto de "Memorial do Convento" de José Saramago para interpretar, uma dissertação sobre a fase futurista de Álvaro de Campos e uma composição sobre o papel da mulher e do homem na atualidade foram três das tarefas propostas nesta prova.

Os alunos ouvidos pelo CRESCER consideraram esta prova mais acessível do que a da primeira fase. Os professores também. Para o facto contribuiu o texto ser "narrativo em prosa e não estrofes de "Os Lusíadas" carregadas de linguagem simbólica" considerou Inês Oliveira, aluna autoproposta.

professores em luta


"Não sei se foram centenas ou milhares que se manifestaram hoje no Rossio, o que sei é que está em curso a mais grave delapidação da escola pública. Agregar escolas, cortar sem evidências empíricas ou teóricas na carga curricular dos alunos e aumentar abruptamente o número de alunos por turma só podia resultar nesta tragédia. Há outras circunstâncias desenhadas pelo bom aluno para além da troika, mas as enumeradas são as mais relevantes". in Correntes 

quarta-feira, 11 de julho de 2012

tentem orientar-se

Este site que aqui apresentamos, da Direção Geral do Ensino Superior, pode ser um auxiliar precioso nesta fase em que tantos dos nossos alunos não sabem o que os espera.
Que curso?
Quantas vagas?
Qual a média de acesso?

desmitificando os exames


Um estudo CIENTÍFICO (senhor ministro Crato) da Universidade do Porto vem revelar algo que por aqui se vai dizendo insistentemente em contra corrente blogoEsférica:
- Os exames não separam o trigo do joio – médias excelentes no secundário não garantem percursos de excelência no ensino superior; assim como médias de 13 e 14 no secundário não obstam percursos de excelência no ensino superior;
- As situações de avaliação do ensino superior são muito diferentes das que são colocadas nos exames nacionais requerendo capacidades que não são estimuladas com o treino para os exames nacionais;
- Os alunos do ensino público têm um grau de autonomia maior… ;
- As escolas privadas treinam melhor os alunos para os exames;
O que me permite inferir que o sistema de seleção dos alunos para o ensino superior, tão influenciado pelos resultados em exames nacionais, é iníquo e prejudica fundamentalmente os  alunos do ensino público.
 in outròlhar

filmes portugueses entram no currículo escolar

A lei do cinema aprovada esta sexta-feira em plenário prevê um plano de cinema para as escolas. À semelhança do Plano Nacional de Leitura, os alunos terão uma lista de filmes portugueses para ver.

Numa altura em que o sector da sétima arte se queixa de paralisia por falta de financiamento e quando o Instituto do Cinema e do Audiovisual está com uma direção demissionária, o Secretário de Estado da Cultura mostra-se confiante na proposta de Lei do Governo.

Francisco José Viegas admite que possa vir a ter de fazer ajustes na legislação que esta sexta-feira vai a votação contudo, considera que a proposta põe fim ao subfinanciamento do cinema em Portugal.

terça-feira, 10 de julho de 2012

uma ajudinha

... para compreenderem os resultados dos exames:

Podem requerer a consulta das provas para ficarem a conhecer as vossas classificações e guardar as provas como recordação ou para verificarem se há falhas na classificação. Se houver, podem avançar com pedido de revisão de provas, redigindo uma alegação bem fundamentada, em formulário próprio, aguardando que a prova seja toda ela reapreciada. Têm dois dias para tratar cada uma das situações.

... para tentarem melhoria de resultados:

A 2ª fase começa já na próxima 6ª feira, dia 13, e decorre até dia 18.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

resultados das provas finais e exames nacionais 2012

O GAVE publicou hoje os Resultados Nacionais das Provas Finais de Ciclo e dos Exames Finais Nacionais – 2012, juntamente com este comunicado de imprensa.

Resultados das provas finais do 2.º ciclo
Resultados das provas finais do 3.º ciclo
Resultados dos exames finais nacionais

O que diz o Ministro? “Os resultados não são satisfatórios, temos de fazer muito melhor”.
O que diz o presidente da CONFAP? "Os resultados dos exames nacionais do ensino secundário refletem a incompetência do diretor do Gabinete de Avaliação Educacional (GAVE) e não o trabalho de escolas e alunos."
O que dizem os professores? "Os resultados não traduzem o trabalho de um ciclo de avaliação contínua onde fatores de vária ordem são contemplados."
O que dizem os alunos? "Acabei de perder o bilhete de passagem para o meu sonho!"

sábado, 7 de julho de 2012

quem vem e atravessa o rio

... poderá ainda assistir aos Concertos de Verão na Serra do Pilar.


Já por lá passaram Luís Represas e João Gil, Echo & the Bunnymen e Rui Veloso. O último concerto é sábado, às 22h, e em palco vão estar os Manfred Mann.

Os bilhetes custam 7,5 euros.

maioria aprova estatuto do aluno

A maioria PSD/CDS no Parlamento aprovou hoje o novo Estatuto do Aluno e da Ética Escolar proposto pelo Governo, tendo todos os deputados da oposição votado contra.
 
O novo Estatuto do Aluno introduz sanções para os pais de estudantes faltosos e agrava castigos a alunos que infrinjam as regras.
No documento estabelece-se que os pais ou encarregados de educação assumem a responsabilidade se os seus filhos faltarem sem justificação às aulas, se não forem à escola quando são chamados ou se os filhos ou educandos faltem às actividades de recuperação - determinadas pela escola quando se ultrapassa o limite de faltas - ou actividades comunitárias ordenadas como medidas disciplinares. Os valores das coimas são calculados em função do seu ano de escolaridade e podem ir dos 13 aos 79 euros. @LUSA/SOL

Decreto-Lei n.º 139/2012

Foi publicado em Diário da República, o Decreto-Lei n.º 139/2012 que estabelece os princípios orientadores da organização e da gestão dos currículos, da avaliação dos conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver pelos alunos dos ensinos básico e secundário.
                                                                                     do blogue ad duo

quinta-feira, 5 de julho de 2012

o CRESCER tem umas dúvidas


O Tribunal Constitucional declarou hoje a inconstitucionalidade da suspensão do pagamento dos subsídios de férias ou de Natal a funcionários públicos ou aposentados, mas determinou que os efeitos desta decisão não tenham efeitos para este ano.

Dúvidas do CRESCER:

Quando é declarada a inconstitucionalidade de uma norma ela continua a ser aplicada até ao final do ano?
Uma norma pode ser anticonstitucional "às vezes"? Ou só para alguns? Ou quando der jeito?
Expliquem muito devagarinho, por favor.

novos oportunismos


cartoon de Antero

lapso ou coiso?

cartoon de Antero

foi alargado o prazo para identificação de horários zero

Aqui está o documento oficial do MEC que determina as 18 horas do dia 13 de julho como limite para identificação dos professores sem componente letiva.


mas o que é isto?

Docentes sofreram cortes nos vencimentos, em alguns casos superiores a 600 euros. Escolas receberam instrução das Direcções Regionais.
As escolas estão a reduzir o vencimento de professores contratados sem qualquer aviso prévio, por ordem das Direcções Regionais da Educação, depois de ter terminado o período de aulas. Uma situação, que segundo os professores, "nunca aconteceu até este Governo".

quarta-feira, 4 de julho de 2012

indo o AEAS

indo o AEAS, indo o AEAS
a caminho de... Amarante!


          Não rima mas é verdade!
          O agrupamento de Escolas de Águas Santas cumpre hoje o seu já tradicional passeio anual.
          Boa viagem e bom convívio são os votos do CRESCER!

enfermeiros contratados por 3,96 euros à hora


O bastonário da Ordem dos Enfermeiros considerou hoje um «escândalo» que aqueles profissionais de saúde estejam a ser contratados a menos de quatro euros por hora, apelando a que «não aceitem» essas propostas.

«Isto é um escândalo para Portugal, para um país que se diz do primeiro mundo, que está a oferecer a profissionais altamente diferenciados um valor/hora que não se compactua nem com a sua profissão nem com a sua dignidade», afirmou hoje, no Porto, Germano Couto, admitindo que a Ordem tem recebido «um conjunto de denúncias» por parte de «dezenas de enfermeiros que têm contratos oferecidos a 3.96 euros à hora».

segunda-feira, 2 de julho de 2012

indicação de horários zero de professores até sexta-feira gera tensão

“A incerteza e o tom de ameaça usado pelo MEC poderão levar os directores a mandarem para concurso mais professores do que seria necessário”, teme Manuel Pereira, o presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE),

Em causa está um procedimento habitual: a indicação, por parte das direcções, dos professores de que a escola necessitará no ano lectivo seguinte e daqueles que se prevê que fiquem sem componente lectiva. Estes têm de se apresentar a concurso, para colocação noutra escola.

O problema, segundo o dirigente da ANDE, é que “este ano o pedido às escolas para que façam a lista de professores com horário zero está a ser feito antes de serem conhecidos os resultados dos exames nacionais e das matrículas e num quadro de inúmeras alterações, entre as quais as decorrentes da reestruturação dos currículos”.

“Objectivamente não temos dados que nos permitam prever quantos professores, e de que grupos, vamos precisar e, consequentemente, quantos ficarão sem componente lectiva”, afirma Manuel Pereira. Considera que, “neste contexto, é ainda mais grave, inapropriado e inaceitável o tom ameaçador com que o MEC se dirige aos directores”. @ PÚBLICO

________________________________________________________________________________________________

Foi hoje divulgada, no site da DGAE – Direção-Geral da Administração Educativa –, uma nota informativa que abre os procedimentos,por parte dos agrupamentos e escolas não agrupadas, para a indicação dos Docentes sem Componente Lectiva (horário zero). A aplicação para o efeito estará disponível até à próxima 6.ª feira, dia 6 de Julho.
O Decreto-Lei n.º132/2012, de 27 de Junho [novo diploma de concursos] estabelece novas regras de graduação dos docentes (artigo 11.º) bem como critérios objetivos para a determinação de quais os docentes que poderão / deverão apresentar-se a esseconcurso (artigos 28.º e 29.º). @SPN

ainda não acabou este

E já aí vem outro ano letivo!

As aulas vão arrancar na segunda semana de Setembro

O Ministério da Educação e Ciência definiu como datas de início do ano letivo 2012/2013 entre os dias 10 de Setembro (segunda-feira) e 14 (sexta-feira).
O início do calendário escolar aplica-se a todos os estabelecimentos de educação pré-escolar, ensinos básico e secundário. Quanto às interrupções de aulas, no período natalício irão acontecer entre 17 de Dezembro de 2012 e 2 de Janeiro de 2013, na Páscoa de 18 de Março a 1 de Abril, inclusive. No Carnaval, a interrupção vai de 11 a 13 de Fevereiro.

Já o final do ano letivo vai variar de acordo com o ano em que os alunos se encontram: acaba a 7 de Junho para quem frequenta o 6.º, 9.º, 11.º e 12.º anos – anos de exames nacionais; e a 14 do mesmo mês para os alunos do 1.º ao 4.º, 5.º, 7.º, 8.º e 10.º anos. Um pouco mais tarde, a 5 de Julho, acabam as aulas na educação pré-escolar e para os alunos do 4.º ano que venham a ter acompanhamento extraordinário.


útil?


Neste sítio podem conhecer quais os cursos superiores com maior e menor grau de empregabilidade. Uma informação da revista VISÃO.



domingo, 1 de julho de 2012

a música do CRESCER

Hoje, como há 28 anos, esta música é genial! Do álbum "Asas e Penas", de 1984, "Estrela do Mar" de Jorge Palma.
Escutem o mar pelas mãos e com a alma de Jorge Palma.