Número total de visualizações de página

terça-feira, 4 de novembro de 2014

desafio aos leitores

Caro leitor,
Hoje o CRESCER propõe-lhe um desafio. Apresenta-lhe um "problema" resolvido, um formulário para ajudar à solução e propõe-lhe que idealize o enunciado.


1 tPs ______40 m

120 tPs _____ x

x = 4800 m

4800 m: 60 m = 80 h

80 h : 15 d= 5, 333 h/d

______

Formulário para ajudar à solução: 
tPs = teste de Português do secundário
m = minutos
h = horas
d = dia 

O raciocínio que esteve por detrás deste problema será apresentado brevemente, num post próximo de si. 

4 comentários:

helena ferraz disse...

Atenção!
m não é minuto mas metro. Minuto é min

Andreia F. disse...

Sabendo que cada professor de português de ensino secundário tem 120 teste para corrigir , e demora cerca de 40 minutos por cada um, qual é o tempo que um professor tem de dispor diariamente para conseguir entregar os testes num prazo de 15 dias?

mc disse...

É verdade, Andreia. E para que isso aconteça é necessário esse número de horas para além das horas de permanência na escola, dias úteis ou não.

prof de Português disse...

Sou professora de Português do ensino secundário. Tenho 34 anos de serviço e leciono 4 turmas. Sempre que dou teste (2 vezes por período) tenho aproximadamente 120 testes para corrigir.
Compreendo bem o "problema" aqui trazido pelo vosso jornal, pois o volume de trabalho desses momentos afigura-se-me terrível.
Como o "problema" demonstra, para que seja possível corrigir e entregar tal número de testes em 15 dias é necessário trabalhar 5 horas por dia (em dias úteis e não úteis) para além das horas de permanência na escola.

Sr Ministro, ainda acha que os professores mais velhos trabalham 14h por semana?

Hoje, um aluno disse-me o seguinte: "Professora, já fez as contas às horas extraordinárias que o MEC lhe está a dever?". Sorri com a perspicácia do aluno e nada acrescentei, mas tive vontade de dizer, sendo pedagógica e politicamente incorreta: "É verdade. Andam a gozar-me há muito tempo!"