Número total de visualizações de página

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

vamos dar de beber ao nosso "chorão bebé"?

o nosso "bebé" a querer impor-se

Quem não se lembra da nossa velha palmeira? Foi, até há bem pouco tempo, o nosso cartão de identidade. Passou da velha escola para a nova, mantendo o seu porte ereto e único.


Porém, esta árvore foi vítima do escaravelho que tantas congéneres dizimou, como aqui noticiamos, e necessitava de ser removida do "hall" de entrada da escola e dar lugar a outra "irmã".


Escrevia o CRESCER, à data de 19 de outubro de 2018, «aguarda-se que o nosso símbolo venha a ser continuado por uma outra digna "irmã", vertical e cúmplice, pois esta nossa palmeira soube que "as árvores morrem de pé".»

Ora, a Junta de Freguesia de Águas Santas cooperou com a escola nesta difícil tarefa, dando resposta a um apelo do Senhor Diretor na ceia de Natal. 

Assim, a velha palmeira foi removida e a seu lado cresce agora um novo companheiro, um simpático "chorão", que, se bem tratado, dará uma beleza rara à nossa entrada.

O salgueiro chorão, apesar de exigir regas regulares nos primeiros anos de vida, é uma árvore tolerante tanto a períodos de forte calor, quanto a terrenos com excesso de humidade. Sofre com geadas e não suporta ventos, é uma árvore de sol pleno, que precisa de solo fértil. 

Deste modo, o CRESCER quer deixar aqui a gratidão à Junta de Freguesia por, de forma muito discreta, ter permitido que a despedida da palmeira não fosse muito dolorosa (pois saiu em interrupção de atividades letivas) e também por nos ter oferecido um novo "bebé".

assim será o nosso "bebé", se formos bons cuidadores

Apelamos a todos, que deem de beber ao nosso "chorão bebé" para que possa crescer feliz e saudável.

Sem comentários: