Número total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

OPE: dar voz aos alunos




O Orçamento Participativo das Escolas (OPE) é um processo democrático, com várias etapas, que garante aos estudantes a possibilidade de participarem, de acordo com as suas ideias, preferências e vontades, no desenvolvimento de um projeto que contribua para a melhoria da sua escola.
O OPE pretende fomentar o espírito de participação e de cidadania e valorizar a opinião dos estudantes em decisões que os afetam diretamente.
Com o OPE estimulam-se as escolhas responsáveis, a familiaridade com os mecanismos do voto e a participação na execução das escolhas efetuadas.
Pelo terceiro ano consecutivo, os estudantes do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário vão poder decidir o que querem melhorar na sua escola. Para isso, precisam de ter uma ideia, reunir apoio e, claro, conseguirem os votos dos colegas! Trata-se de um processo democrático que acontece em cada escola.
Tal como consta no regulamento, o OPEscolas tem as seguintes etapas:
1 - Desenvolvimento e apresentação das propostas: até ao final de fevereiro;
2 - Divulgação e debate das propostas: nos 10 dias úteis anteriores à votação;
3 - Votação das propostas: este ano o Dia do Estudante, 24 de março, é um domingo, pelo que deve ser marcada num dia útil anterior a esta data;
4 - Divulgação dos resultados: até ao final de março;
5 - Planeamento da execução pela escola: até ao final de maio;
6 - Execução da medida: até ao final do respetivo ano civil
7 - A melhor proposta será votada no final de março.
Para participar deves escrever um texto com a tua ideia, com um máximo de 1000 palavras, com ou sem imagem. Em seguida, entregas a tua ideia preferencialmente em https://opescolas.pt/inscricao/ ou na secretaria da tua escola, ou por correio eletrónico, durante o mês de fevereiro. Podes apresentar uma ideia individualmente ou em grupo (máximo de 5 estudantes) e tens que recolher o apoio de, pelo menos, 5% dos alunos que frequentam o 3.º ciclo do ensino básico e/ou do ensino secundário na tua escola. O apoio deve ser anexado à candidatura e, para isso, os teus apoiantes têm que que se identificar, escrevendo o nome, o número de estudante e assinando. Caso entregues a tua proposta online, basta digitalizares esse papel com os apoios ou tirar uma fotografia à folha e anexares como ficheiro, no campo criado para o efeito. A tua proposta será considerada elegível se:
Não são consideradas propostas que apenas beneficiem o grupo de alunos que as apresentam, que esgotem a sua finalidade no ano em que são implementadas (por exemplo: visita de estudo para a turma x;…), ou que sejam contrárias à lei.

Podes encontrar mais informações em https://opescolas.pt/#/

cortesia de Carmen Madureira

Sem comentários: