Número total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

"Temos que criar novas maneiras de comer."

O alerta é do investigador gastronómico espanhol Toni Massanés. “Não temos mundo para o que estamos a fazer." Na sua Fundação Alícia trabalha com chefs e investigadores para melhorar a comida em escolas, hospitais, casas e nas prateleiras dos supermercados.

Toni Massanés durante a palestra que deu em Lisboa DR
O espanhol Toni Massanés é crítico, investigador na área da gastronomia e fundador da Fundação Alícia, baseada em Barcelona, sem fins lucrativos. Trabalha com chefs e investigadores em projetos com escolas, hospitais, indústria e a sociedade em geral para tornar a forma como nos alimentamos mais saudável e sustentável. 
O que é que tem mudado nos debates sobre a importância da gastronomia?
Nos primeiros anos, quando surgiram os congressos de gastronomia, as técnicas eram muito importantes. Tinha havido uma mudança de paradigma, com o aparecimento de coisas que antes os cozinheiros não sabiam fazer, a cozinha a baixa temperatura, por exemplo, que permitia texturas novas. (Leia toda a entrevista aqui.)

Sem comentários: