Número total de visualizações de página

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

economia: de graúdos para miúdos

O Gonçalo Morais decidiu iniciar uma nova rubrica no CRESCER. É o olhar de um aluno "graúdo" a tentar explicar aos mais "miúdos" o que é isso da economia.



Após um ano de alguma deliberação e de bastante procrastinação finalmente tive “coragem” de iniciar a redação de artigos que falem da área da economia.
Em primeiro lugar, algo que escapa muito às pessoas é o facto de a economia ser uma ciência social, tal como a geografia, a psicologia, etc. Isto deve-se a esta estudar a “realidade social”, ou seja, a realidade em que todos nos encontramos inseridos, tudo o que se passa no meio social: o desemprego, a imigração, a religião, etc.
Contudo, devido à complexidade da realidade social, os fenómenos não podem ser analisados por uma só ciência. O seu grau de complexidade é de tal modo elevado que necessita de outras ciências. Daí os fenómenos enunciados anteriormente serem considerados fenómenos sociais totais. Logo, é impossível pensar em analisar um fenómeno, como o consumo (por exemplo), só na perspetiva da economia. É necessário olhar para ele “com outros olhos”.
Por fim, resta-me referir que este pequeno artigo esteve mais relacionado com as ciências socias do que com a economia propriamente dita, mas é necessário entender as bases das ciências sociais para podermos compreender a economia como um todo.

Gonçalo Morais

Sem comentários: