Número total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

então a prova não era um erro "crato"?

Afinal é só para alguns.
"Todos os professores sem vínculo à função pública que tenham cinco ou mais anos de serviço foram dispensados da prova de avaliação de conhecimentos e capacidades, após um acordo entre o Ministério da Educação e Ciência (MEC) e os sindicados de professores afectos à UGT. A notícia foi avançada ao PÚBLICO por João Dias da Silva, dirigente da Federação Nacional de Educação (FNE/UGT), e confirmada pelo ministro Nuno Crato, em conferência de imprensa." @ PÚBLICO

Sem comentários: