Número total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de março de 2017

à descoberta da Biodiversidade


Cá está mais um apontamento da rubrica do professor Pedro Pimenta, "à descoberta da Biodiversidade". 
Este ano os ilustradores são os alunos de 7º ano da professora Ana César
Desta vez, as ilustrações são da Beatriz Queirós do 7º H  e do Diogo Miguel do 7º I.


Alvéola-branca
Motacilla alba Linnaeus 1758

Descrição
C 16-19 cm.
Elegante, com cauda preta e branca, comprida e estreita. Caminha sacudindo a cabeça e abana a cauda de forma agitada. Coroa e nuca pretas separadas do manto cinzento. Face branca. Babete preto. Barras alares brancas. Partes inferiores brancas.
Distribuição global
Distribuição que abrange a Europa, a Ásia, o noroeste de África e o extremo norte do Alasca.
Distribuição nacional
Em Portugal é mais comum no norte e centro do que no sul do país.
Habitat
Ocupa sobretudo as áreas rurais.
Alimentação
Alimenta-se de insetos.
Águas Santas
Principalmente residente. É fácil observá-la frequentando os campos agrícolas.
Reprodução
Inicia-se na primeira quinzena de abril. Nidifica em muros ou em casa desabitadas. Põe 5 a 6 ovos, incubados pela fêmea durante 12-14 dias. Os juvenis abandonam o ninho pelos 13-16 dias.
Referências
Equipa Atlas (2008). Atlas das aves nidificantes em Portugal (1999-2005). Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, Parque Natural da Madeira e Secretaria Regional do Ambiente e do Mar. Assírio & Alvim. Lisboa.

Mullarney, K., Svensson, L., Zetterstrom, D. & Grant, P.J. (2003). Guia de Aves. Guia de campo das aves de Portugal e Europa. Assírio & Alvim. Lisboa.

1 comentário:

mc disse...

Parabéns a todos! As ilustrações estão fantásticas!