Número total de visualizações de página

terça-feira, 6 de maio de 2014

visita a Óbidos e Bombarral

No âmbito da disciplina de Psicologia, os alunos de 12º ano deslocaram-se a Óbidos e ao Bombarral para conhecerem, respetivamente, uma das sete maravilhas de Portugal e o jardim do Éden do comendador Joe Berardo. Foi na passada sexta-feira, dia 2 de maio.
Óbidos é uma vila portuguesa da sub-região do Oeste, região Centro, fazendo parte da Região de Turismo do Oeste, com cerca de 3.300 habitantes. Ao contrário do que se possa pensar, o nome Óbidos não deriva da parónima óbitos, mas sim do termo latino ópido, significando «cidadela», «cidade fortificada». Terá sido tomada aos Mouros em 1148, e recebido a primeira carta de foral em 1195, sob o reinado de D. Sancho I. Em 1527, viviam 161 habitantes na vila, o que corresponderia a cerca de 1/10 da população do município. A área amuralhada era já nessa época idêntica à atual, ou seja, 14,5 ha. Foi de Óbidos que nasceu o concelho das Caldas da Rainha, anteriormente chamado de Caldas de Óbidos (a mudança do determinativo ficou a dever-se às temporadas que aí passou a rainha D. Leonor). A 16 de fevereiro de 2007, o castelo da cidade recebeu o diploma de candidata como uma das sete maravilhas de Portugal.


comendador José Berardo, impressionado em 2001 com a destruição pelos talibãs das milenares estátuas de Buda na paisagem cultural e ruínas arqueológicas do Vale de Bamiyan, no Afeganistão, concebeu o projeto de criação de um jardim, Jardim do Éden, como homenagem à perda daquela herança da humanidade. Em consequência, mais tarde, foi inaugurado um espaço de 35 hectares na quinta, com vegetação onde coexistem sobreiros e carvalhos, tendo sido implantado um lago artificial com carpas chinesas, rodeado por diversas estátuas em terracotamármore e granito de Buda e outras divindades orientais. @ Wikipedia

Pelo que o CRESCER soube, ficou a vontade de lá voltar. É bom sinal!

Sem comentários: