Número total de visualizações de página

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

foi dia d' "a Ciência por quem a faz e por quem a ensina"

O centro de formação maiatrofa levou a cabo, hoje, o 3º Encontro  dos que fazem e ensinam a Ciência. O auditório da ESÁS encheu e a curiosidade dominou. Afinal, os organizadores têm vindo a elevar a fasquia e o público conta com isso.
O CRESCER esteve presente, no entanto, as máquinas fotográficas traíram a equipa. Como hoje não quer deixar de publicar algumas palavras sobre aquilo a que pôde assistir, por forma a assinalar tão digno momento, aos não contemplados nesta primeira abordagem, o CRESCER pede desculpas e promete reportagem com fotos de melhor qualidade.
equação enferrujada
professor Orfeu Bertolami


"É mais fácil perder-me na Maia do que no Universo.", disse, com humor, à chegada.


Depois, sem necessidade de controlar o seu tempo, mostrou que "há equações enferrujadas!" e levou toda uma plateia consigo numa viagem pelo Universo. 










Foram as palavras com sotaque do professor Orfeu Bertolami, docente do Departamento de Física e Astronomia da Faculdade de Ciências da UP.





professora Helena Couto







Com ela, descemos à Terra e ouvimos falar sobre as transformações do nosso planeta ao longo dos milhões de anos da sua existência e das etapas mais significativas da evolução da vida na Terra com base no registo fóssil.




professora Helena Couto









Foi a professora Helena Couto, docente da Faculdade Departamento de Geociências, Ambiente e Ordenamento do Território da Faculdade de Ciências da UP que, na parte da tarde, orientou uma visita ao Parque Paleozóico de Valongo.

equipa responsável pela organização







Mais oradores e dinamizadores de workshops estiveram presentes neste que foi o 3º grande Encontro dos que fazem a ciência e a ensinam.

Parabéns a todos eles e à organização do evento.

Bem hajam!

1 comentário:

Helena Borges disse...

Parabéns a todos pelo bom trabalho realizado e por continuarem a promover o conhecimento e as boas práticas.