Número total de visualizações de página

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

os cortes que o FMI pretende

2 comentários:

Serafim Borges disse...

Quando os políticos do país consideram os gastos na educação como despesa e não como investimento, deveriam imediatamente ser demitidos!

António disse...

Apoiado!