Número total de visualizações de página

domingo, 11 de setembro de 2011

a ciência não é um lugar estranho

auditório ESÁS
A ciência é a atividade humana mais universal e assim, aquilo que mais une os seres humanos.

Cientistas e professores, juntos para falar dos seus trabalhos e mapear cruzamentos que, apesar de conhecidos, são muitas vezes apoucados. É isto o encontro “A Ciência por quem a faz e por quem a ensina”.
.
Paula Gameiro
A Química, ciência de má fama, abriu e foi defendida por Paula Gameiro que deu conta dos novos antibióticos que estão a nascer na Universidade do Porto. Os químicos estão a criar novas armas contra as bactérias, mas se todos nós não ajudarmos usando bem estas substâncias, podemos voltar aos tempos em que uma simples infeção era causa de morte.
A Matemática, por Sílvio Gama, veio mostrar a beleza da imprevisibilidade que resulta de ações simples e previsíveis.
Sílvio Gama
Raquel Seruca

A cientista Raquel Seruca trouxe o IPATIMUP como ela, lembrando que a ciência não é coisa de super-heróis mas de muitos saberes que têm de se unir para compreender, por exemplo, o cancro, e que é nessa compreensão que está a esperança da cura dessas doenças.
João Lopes dos Santos
A vida do físico João Lopes dos Santos, exposta brilhantemente pelo próprio, mostrou-nos a ciência que não conhece fronteiras, que vive de trabalho árduo e também de serendipidade.  
À tarde os que ensinam ciência ocuparam os laboratórios, os quadros interativos e até os corredores. Também estiveram presentes a Daniela a Sónia e a Isabel, iniciadas nestas artes, que mostraram a quem quis as descobertas que fizeram numa gota de água.
A escola encheu-se de ciência, por vezes intrincada, mas também divertida e saborosa.
Para tudo isto acontecer trabalhou uma equipa reunida pelo centro de formação maiatrofa. Professores, funcionários da esás e de outras escolas. Ex-alunos como o Flávio Nery, o Pedro Mota e a ainda nossa aluna, Ana Cristina Fernandes, merecem ser lembrados aqui pela sua preciosa ajuda.
Há coisas que crescem e depois não há maneira de as parar. O encontro “A Ciência por quem a faz e por quem a ensina” é uma delas. Até 2012.
Cândido Pereira

1 comentário:

nós disse...

Sabemos que foi bom, muito bom. Parabéns a todos!