Número total de visualizações de página

terça-feira, 9 de novembro de 2010

este país não é para velhos?

"Um velho pobre é uma abomina­ção. É uma condenação à solidão, à doença, à miséria e à injustiça. Um ve­lho pobre é invisível aos olhos ingra­tos da sociedade. (...) Portugal é um país cruel com os seus velhos, desleixa-os, abandona-os e esquece-os. O Estado tem, a seu modo, cumprido essa fun­ção de velar pelos cidadãos que não podem velar por si. (...) Este Orçamento do Estado é cruel para com os velhos e reformados, os das esqueléticas pensões, os destituídos. Os velhos com direito a um Complemento Solidário do Idoso, os que têm rendimentos até 5 mil euros por ano (como é que alguém vive com este dinheiro?) ou rendi­mentos conjugais de cerca de 8 mil euros, não têm direi­to a sigilo bancário e são inspecionados e fiscalizados. (...) Na solidão das casas e dos quartos, aguardam a chegada do inverno e do frio que lhes rói os ossos porque não têm dinheiro para as faturas da eletricicidade. Alguns morrerão gelados ou da gripe. Prescindiram do banho quente. Quem não conhece estes velhos não conhece o pobre país que temos. Obrigá-los a pagar uma fatia, mínima que seja, do orçamento, é uma obscenidade. "
Clara Ferreira Alves, ÚNICA, 06-11-2010

2 comentários:

mc disse...

Uma obscenidade, de facto!

mario nelson disse...

pior que isto é ver sempre a arvore genealogica dos nossos politicos desde abril de 74...
SÃO OS MESMOS...
e no actual momento nada mais simples que postar este link...
não é uma questao politica..é uma questao de coerencia...

http://www.youtube.com/watch?v=53dqcGNltpA

mario nelson