Número total de visualizações de página

terça-feira, 12 de março de 2013

“Não sei quem sou, que alma tenho…”



O programa da disciplina de Português do 12º ano integra, em grande extensão, a poesia de Fernando Pessoa ortónimo e dos seus heterónimos. A questão da fragmentação heteronímica é um terreno fértil para trabalhar, ao nível da expressão artística, as ansiedades e angústias da adolescência, nomeadamente as que estão relacionadas com as alterações, muitas vezes inexplicáveis, de humor ou de traços de personalidade.
Visto que a escrita Pessoana manifesta um cariz essencialmente dramático, no sentido de estabelecer constantemente um diálogo com o outro, o projeto Tornar-se Pessoa propõe várias atividades, entre as quais a realização de textos individuais e coletivos de escrita com…, que se transformam, posteriormente, numa abordagem dramatizada à heteronímia pessoana. Assim nasce o espetáculo “Não sei quem sou, que alma tenho…”
A apresentação deste espetáculo realiza-se nos próximos dias 15 (quinta-feira) e 16 (sexta-feira), pelas 21.30h e 17 (domingo), pelas 15h, no Auditório da Junta de Freguesia de Águas Santas (Edifício Novo).
                                                     Amélia Lopes

Sem comentários: