Número total de visualizações de página

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

campanha "árvore da vida"


No passado dia 1 de dezembro assinalou-se o Dia Mundial da Luta Contra a Sida com a implementação de uma nova Iniciativa de Complemento Curricular do PRESSE, que poderá ser dinamizada entre o dia 30 de novembro e o dia 10 de dezembro.
Entre 1983 e 2017 morreram 14500 pessoas por VIH/Sida e no ano de 2017 foram notificados 1030 novos casos.
Atualmente está disponível em todas as unidades de saúde, e em breve estará também nas farmácias comunitárias, um teste que em poucos minutos permite que qualquer pessoa tenha conhecimento do seu estado serológico face ao VIH. A realização deste teste, permite diminuir o n.º de diagnósticos tardios, o n.º de casos de doença e consequentemente o n.º de mortes.

Este ano, através da campanha «Árvore da Vida», o PRESSE pretende chamar a atenção para a importância do diagnóstico precoce e para o acesso universal de toda a comunidade a este teste rápido, incentivando à sua realização, como mais uma forma de prevenção, além do uso do preservativo.
 A «Árvore da Vida», decorada de laços vermelhos, agrega simbolicamente, os múltiplos casos de pessoas que, através do diagnóstico precoce, deixam de ser um “laço” isolado e descurado, e ganham proteção junto de uma comunidade. Essa comunidade, são outras pessoas nas mesmas circunstâncias – outros laços – mas também são ramos e raízes que os sustentam, e que representam todos os suportes e estruturas que existem para ajudar a prolongar a vida.
Esta Iniciativa de Complemento Curricular do PRESSE, através do claim: “Contra a sida, Decora esta ideia” lança um desafio que tem como intuito sensibilizar e envolver os alunos e docentes para o tema da Campanha «Árvore da Vida». De forma lúdica e empática, através da frase “Decora esta ideia” e do duplo sentido da mesma, a comunidade educativa é convidada a decorar uma árvore – com 1030 laços vermelhos - mas sobretudo uma ideia: a importância do diagnóstico precoce “Contra a Sida, pela vida”.
A mecânica é simples:
Elaboração de 1030 laços vermelhos, para decorar as várias árvores que se encontrem situadas nos locais onde se realizam os testes rápidos: ex. CAD e Unidades de Saúde (os 1030 laços são alusivos aos novos casos diagnosticados recentemente).
Nota: o material usado na elaboração dos laços é de escolha livre.
Os laços que as turmas fizerem deverão ser entregues às professoras Carmen Madureira e Gabriela Girão até ao dia 7 de dezembro.
No tronco da árvore, deverá também ser colocado um cartaz, com as seguintes mensagens chave:
2017: 1030 novos casos.
Usa preservativo.
Sabes se estás infetado? Faz o teste.
Através destas mensagens, o apelo é direto.
Trata-se de uma atividade de fácil operacionalização que não carece de meios excecionais. Além de estar acessível a todas as escolas e a todos os ciclos, é apelativa para os alunos - que deixarão uma marca ativa sobre a temática - e podendo gerar igualmente impacto na comunidade.
Pela vida, semeie esta ideia!


Sem comentários: