Número total de visualizações de página

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

não são só as crianças que precisam de ter o sono regular, os adultos também

É provável que os adultos que têm a mesma rotina de sono pesem menos do que aqueles que não têm. O sono regular permite ajudar a diminuir as doenças cardíacas e os diabetes, avança um estudo norte-americano.
daqui
Embora já existam estudos que falam sobre a importância de dormir horas suficientes, sobre a qualidade do sono, agora este é sobre o ter um horário regular, como acontece com as crianças, escrevem os autores do estudo na revista científica Scientific Reports. @ PÚBLICO

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

"História e Património"

Damos, hoje, conhecimento de um novo blogue, dinamizado por alguns docentes de História desta casa.
azulejos MNA
Chama-se História e Património e podem visitá-lo aqui.
Parabéns pela iniciativa.

terça-feira, 25 de setembro de 2018

o "QCENA" entra em cena amanhã

O grupo QCENA vai iniciar a sua atividade amanhã, dia 26 de setembro. De que estão à espera? Inscrevam-se. 
Este grupo faz magia. 


a oferta do Desporto Escolar



Neste ano letivo, o Agrupamento de Escolas de Águas Santas irá dar continuidade à sua oferta de prática desportiva, no contexto do Desporto Escolar. De realçar que todas as atividades são de caráter gratuito. Se for da vontade dos alunos pertencer a um dos grupos/equipa criados, com treinos semanais e quadro competitivo, é necessário realizar a inscrição junto do professor responsável pela modalidade ou do professor de Educação Física.
Na nossa escola existem os seguintes grupos /equipas:
ATIVIDADES
ESCALÃO/SEXO
PROFESSOR DINAMIZADOR
Ténis de Mesa NOVIDADE!!
Vários Misto
Jorge Mendes
Natação(Aperfeiçoamento/Competição)
Vários/Misto
Daniel Braga
Natação(Aprendizagem)
Paulo Pinho
Badminton
Carla Alves
ARE (Dança)
Filomena Madureira
Desporto Adaptado
Cláudia Brito
Boccia
Cláudia Brito

Nos grupos/equipa de Natação, Ténis de Mesa e Badminton será disponibilizada uma ficha de inscrição com várias possibilidades de horário. O aluno deverá indicar os horários preferenciais aquando desta pré-inscrição. Assim que o horário seja definido, pelo professor responsável, todos os alunos serão informados.

cortesia  do Coordenador do Desporto Escolar,    
 Daniel Braga

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

"à descoberta de Águas Santas"

No dia 27 de Setembro, celebra-se o Dia Mundial do Turismo.

A Hungria foi o país escolhido para acolher oficialmente as celebrações do DMT2018.

Este ano a temática foca-se na importância que têm as tecnologias digitais no Turismo.
Essas tecnologias, que se encontram hoje ao dispor de todos, são consideradas uma oportunidade de desenvolvimento do turismo, que se quer sustentável e ao mesmo tempo capaz de gerar benefícios.

Realizar-se-ão pelo mundo numerosas atividades e eventos para marcar as comemorações.

Na E.S.A.S., iremos propor algumas atividades tais como:
- Um concurso de selfies pelo património local.
- Uma visita guiada a Águas Santas
- Um jogo "A roleta dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável" na cantina.

Aceite o nosso desafio e celebre connosco o Dia Mundial do Turismo.

Para fazer a sua inscrição para a visita guiada, envie um e-mail  para 

A escola, como mundo completo, podia ser esse lugar perfeito de liberdade intelectual, de liberdade superior, onde cada indivíduo se vota a encontrar o seu mais genuíno, honesto, caminho.

Achei por muito tempo que ia ser professor. Tinha pensado em livros a vida inteira, era-me imperiosa a dedicação a aprender e não guardava dúvidas acerca da importância de ensinar. Lembrava-me de alguns professores como se fossem família ou amores proibidos. Tive uma professora tão bonita e simpática que me serviu de padrão de felicidade absoluta ao menos entre os meus treze e os quinze anos de idade.

daqui
A escola, como mundo completo, podia ser esse lugar perfeito de liberdade intelectual, de liberdade superior, onde cada indivíduo se vota a encontrar o seu mais genuíno, honesto, caminho. Os professores são quem ainda pode, por delicado e precioso ofício, tornar-se o caminho das pedras na porcaria do mundo em que o mundo se tem vindo a tornar.
Nunca tive exatamente de ensinar ninguém. Orientei uns cursos breves, a muito custo, e tento explicar umas clarividências ao cão que tenho há umas semanas. Sinto-me sempre mais afetivo do que efetivo na passagem do testemunho. Quero muito que o Freud, o meu cão, entenda que estabeleço regras para que tenhamos uma vida melhor, mas não suporto a tristeza dele quando lhe ralho ou o fecho meia hora na marquise. Sei perfeitamente que não tenho pedagogia, não estudei didática, não sou senão um tipo intuitivo e atabalhoado. Mas sei, e disso não tenho dúvida, que há quem saiba transmitir conhecimentos e que transmitir conhecimentos é como criar de novo aquele que os recebe.
Os alunos nascem diante dos professores, uma e outra vez. Surgem de dentro de si mesmos a partir do entusiasmo e das palavras dos professores que os transformam em melhores versões. Quantas vezes me senti outro depois de uma aula brilhante. Punha-me a caminho de casa como se tivesses crescido um palmo inteiro durante cinquenta minutos. Como se fosse muito mais gente. Cheio de um orgulho comovido por haver tantos assuntos incríveis para se discutir e por merecer que alguém os discutisse comigo.
Houve um dia, numa aula de história do sétimo ano, em que falámos das estátuas da Roma antiga. Respondi à professora, uma gorduchinha toda contente e que me deixava contente também, que eram os olhos que induziam a sensação de vida às figuras de pedra. A senhora regozijou. Disse que eu estava muito certo. Iluminei-me todo, não por ter sido o mais rápido a descortinar aquela solução, mas porque tínhamos visto imagens das estátuas mais deslumbrantes do mundo e eu estava esmagado de beleza. Quando me elogiou a resposta, a minha professora contente apenas me premiou a maravilha que era, na verdade, a capacidade de induzir maravilha que ela própria tinha. Estávamos, naquela sala de aula, ao menos nós os dois, felizes. Profundamente felizes.
Talvez estas coisas só tenham uma importância nostálgica do tempo da meninice, mas é verdade que quando estive em Florença me doíam os olhos diante das estátuas que vira em reproduções no sétimo ano da escola. E o meu coração galopava como se tivesse a cumprir uma sedução antiga, um amor que começara muito antigamente, se não inteiramente criado por uma professora, sem dúvida que potenciado e acarinhado por uma professora. Todo o amor que nos oferecem ou potenciam é a mais preciosa dádiva possível.
Dá-me isto agora porque me ando a convencer de que temos um governo que odeia o seu próprio povo. E porque me parece que perseguir e tomar os professores como má gente é destruir a nossa própria casa. Os professores são extensões óbvias dos pais, dos encarregados pela educação de algum miúdo, e massacrá-los é como pedir que não sejam capazes de cuidar da maravilha que é a meninice dos nossos miúdos, que é pior do que nos arrancarem telhas da casa, é pior do que perder a casa, é pior do que comer apenas sopa todos os dias.
Estragar os nossos miúdos é o fim do mundo. Estragar os professores, e as escolas, que são fundamentais para melhorarem os nossos miúdos, é o fim do mundo. Nas escolas reside a esperança toda de que, um dia, o mundo seja um condomínio de gente bem formada, apaziguada com a sua condição mortal mas esforçada para se transcender no alcance da felicidade. E a felicidade, disso já sabemos todos, não é individual. É obrigatoriamente uma conquista para um coletivo. Porque sozinhos por natureza andam os destituídos de afeto.
As escolas não podem ser transformadas em lugares de guerra. Os professores não podem ser reduzidos a burocratas e não são elásticos. Não é indiferente ensinar vinte ou trinta pessoas ao mesmo tempo. Os alunos não podem abdicar da maravilha nem do entusiasmo do conhecimento. E um país que forma os seus cidadãos e depois os exporta sem piedade e por qualquer preço é um país que enlouqueceu. Um país que não se ocupa com a delicada tarefa de educar, não serve para nada. Está a suicidar-se. Odeia e odeia-se. 
Autobiografia Imaginária | Valter Hugo Mãe | JL Jornal de Letras, Artes e Ideias | Ano XXII | Nº 1095 | 19 de Setembro de 2012

sábado, 22 de setembro de 2018

vem aí o outono

O início do outono acontece todos os anos a 22 ou 23 de setembro. Em 2018 o início do outono em Portugal ocorre às 01h54 do dia 23 de setembro (domingo).

O início do outono é também conhecido como equinócio do outono. Este é o nome que se utiliza na astronomia para o fenómeno que marca o final do verão e chegada da nova estação, o outono.
O equinócio de outono assinala o instante em que o sol, tal como o vemos a partir da Terra, cruza o plano do equador celeste, o que se verifica em setembro no hemisfério norte e em março no hemisfério sul. O outono do hemisfério norte é o "outono boreal" enquanto o outono do hemisfério sul chama-se "outono austral"

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

andamos a comer bem

Hoje o CRESCER foi à hora de almoço à cantina perguntar aos meninos o que tinham comido e se o almoço tinha sido do seu agrado.
o balcão

Maria - Hoje a sopa era passada de legumes. O conduto era massa com frango, acompanhada de cenoura. O pão era de mistura (eu não o como ao almoço, mas levo-o para comer à tarde). E a sobremesa era uma peça de fruta: ou maçã ou laranja. Eu trouxe laranja.
CRESCER - E gostaste? Soube-te bem?
Maria -  Então, claro que sim. Adoro massinha!
O CRESCER fez a mesma pergunta a outros meninos. Todos concordaram com a Maria.

a cantina à hora de almoço

De acordo com a nova legislação, por cá, andamos a comer bem.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

regras para as ementas escolares são minuciosas e "obrigatórias"


Os pratos de carne devem alterar diariamente com os de pescado na ementa escolar e os ovos devem ser servidos no mínimo duas vezes por mês. O sal tem de ser iodado e o pão de mistura. Estas são apenas algumas das regras contidas na circular Orientações sobre Ementas e Refeitórios Escolares que a Direcção-Geral da Educação (DGE) publicou, dia 18 de Agosto, e de onde constam 40 propostas de refeições vegetarianas e 15 ementas mediterrânicas.

A circular é precisa. A fruta fresca é obrigatória e deve ser oferecida em três variedades diferentes, a salada deve poder ser regada com azeite virgem extra. @ PÚBLICO

terça-feira, 18 de setembro de 2018

não deixem fechar "o sinal"

Em tempos de apresentações, fica aqui um conselho, na voz de Chico Buarque. Não deixem "fechar o sinal".


Segue a letra para poderem acompanhar.

- Olá! Como vai? - Eu vou indo. E você, tudo bem? - Tudo bem! Eu vou indo, correndo pegar meu lugar no futuro... E você? - Tudo bem! Eu vou indo, em busca de um sono tranquilo... Quem sabe? - Quanto tempo! - Pois é, quanto tempo! - Me perdoe a pressa - é a alma dos nossos negócios! - Qual, não tem de quê! Eu também só ando a cem! - Quando é que você telefona? Precisamos nos ver por aí! - Prá semana, prometo, talvez nos vejamos...Quem sabe? - Quanto tempo! - Pois é... quanto tempo! - Tanta coisa que eu tinha a dizer, mas eu sumi na poeira das ruas... - Eu também tenho algo a dizer, mas me foge à lembrança! - Por favor, telefone.
- Eu preciso beber alguma coisa, rapidamente... - Prá semana... - O sinal... - Eu procuro você... - Vai abrir, vai abrir... - Eu prometo, não esqueço, não esqueço... - Por favor, não esqueça, não esqueça... - Adeus! - Adeus! - Adeus!

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

começou!


A educação é a ferramenta mais poderosa que podemos usar para mudar o mundo, disse Nelson Mandela. E nós acreditamos.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

tudo a postos?



Hoje houve receção aos novos alunos. Os professores planificam as aulas. A contagem é decrescente. Segunda feira a escola encher-se-á de vida. Tudo a postos?

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

"sejam felizes!"


Hoje foi o dia da cerimónia oficial da receção aos professores e funcionários do Agrupamento.
A sessão iniciou-se com a apresentação de um vídeo ilustrativo de algumas atividades desenvolvidas ao longo do ano letivo transato. De seguida, o sr. Diretor deu as boas-vindas a todos e terminou o seu breve discurso com estas singelas palavras “Sejam felizes!”.
Após um momento musical bem divertido e da apresentação de um filme, cujo tema versava a relação professor - aluno, a Direção, como já é habitual,  presenteou todos com um apetitoso lanche onde não faltou o bolo de abertura do ano letivo.                                                                                                                                                                 

 (Este foi o filme apresentado.)

Foi mais um momento de festa, emoção e confraternização. 

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Olh` ó CRESCER! Olh´ ó CRESCER!


O CRESCER vem apresentar-se a toda a comunidade escolar.

Como alguns já sabem, o CRESCER nasceu em 1984 e existiu em suporte de papel até 2011, tendo passado por várias mãos. A partir de 2011/2012 passou a publicar-se em suporte digital.

O CRESCER tem morada aqui, em jornal CRESCER, e também no Facebook, na página oficial "jornal CRESCER".

Sugerimos uma visita, sugerimos que o leiam e que o deem a conhecer aos alunos e aos EE. 

Por fim, solicitamos que sejam nossos colaboradores. Esta é uma "escola feita de mãos". Só com muitas mãos podemos dar a conhecer tudo quanto por aqui se faz. 

Para todos o desejo de um bom ano letivo!