Número total de visualizações de página

terça-feira, 15 de maio de 2018

o "Geoatualidades" informa: a região do Barroso acaba de ser considerada Património Agrícola Mundial


A região do Barroso acaba de ser considerada Património Agrícola Mundial. A decisão foi tomada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura.
daqui
A região do Barroso engloba os municípios de Montalegre e Boticas, onde predominam a produção pecuária e as culturas típicas das regiões montanhosas.
Foi este território que a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) considerou agora como Património Agrícola Mundial. A cerimónia pública da atribuição do certificado decorreu na quinta-feira em Roma, Itália.
A decisão saiu do sexto encontro do Grupo de Aconselhamento Científico do Programa de Sistemas Agrícolas Tradicionais de Relevância Global (GIAHS, na sigla em inglês).
Esta é uma iniciativa da FAO para a consciencialização e o reconhecimento nacional e internacional dos sistemas de património agrícola.
Outro objetivo é alertar para a importância de proteger os bens e serviços sociais, culturais, económicos e ambientais que estes fornecem aos agricultores familiares e as comunidades locais.
Na candidatura dda região do Barroso estiveram envolvidas a Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega (ADRAT), a Direção Regional de Agricultura (DRA), a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Universidade do Minho (UM).
O processo foi iniciado em 2016 pela ADRAT, sendo depois formalizada junto da FAO pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural. @ MP

Sem comentários: