Número total de visualizações de página

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

geoatualidades: um deserto de neve

Os alunos de Geografia do 10º e 11º ano, no âmbito do projeto "Geoatualidades de cá e de lá", continuam a enviar-nos as suas pesquisas, que o CRESCER partilha com a comunidade, no sentido de todos caminharmos numa cidadania responsável.
Ora vejam esta notícia.

Essa foi a cena encontrada por visitantes e moradores do Saara no último domingo. Camadas de cerca de 40 centímetros de puro gelo encobriram parte das dunas laranjas de areia do deserto mais quente do mundo. O resultado foram imagens incríveis.
As imagens foram compartilhadas na segunda-feira pelo fotógrafo independente Karim Bouchetata, morador da comunidade de Aïn Séfra, na Argélia.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

olhar até à dimensão de um milésimo de milímetro

Também podes ser participante ativo numa grande transformação que já está a acontecer na sociedade global.
Necessitas sobretudo da tua curiosidade, atenção, espírito crítico, observação metódica, alguma criatividade e … olhar para baixo … até à dimensão de um milésimo de milímetro, ou seja, até às dimensões das bactérias.
Foi este o tema da palestra do Doutor Paulo Oliveira do Instituto de Investigação e Inovação  em Saúde, I3S, com o título e subtítulo, “Os Microrganismos como Mini-Fábricas” ou “Falta gasolina? As Bactérias podem ajudar”.
De entre outras ficamos a saber que cerca de um ou dois quilogramas da massa do nosso corpo são bactérias. Elas estão espalhadas por todos os órgãos com maior prevalência no intestino. Noventa e cinco por cento delas aí estão.
A presença das bactérias neste órgão tem funções relevantes no nosso sistema imunológico além de ajudar também a absorver as vitaminas e a degradar os alimentos.
São em tão grande número que, em todo o nosso corpo, temos dez vezes mais bactérias do que células humanas.
Já as utilizamos há muito tempo, sem então o sabermos, no fabrico de queijo, vinagre, vinho cerveja, iogurtes, pão. Mas, muito mais podem fazer por nós.
Mais recentemente são utilizadas no fabrico de antibióticos, constituídos por bactérias que inibem o crescimento de outras bactérias, na produção de insulina para controlo da diabetes, e na produção de vacinas.
Algumas novas aplicações surgiram recentemente. Na alimentação, como por exemplo na produção de spirulina e nostoc, ambos considerados superalimentos, constituídos por cianobactérias que já se encontram nas prateleiras dos supermercados.
Outras estão prestes a surgir como por exemplo na produção de biocombustíveis como o bioetanol, o biodiesel e o hidrogénio.
Ao contrário das reservas de combustíveis fósseis que estão a diminuir, as necessidades energéticas da sociedade estão a aumentar drasticamente. As cianobactérias transformam a energia solar em energia química. O material formado pode ser utilizado como combustível. Ao contrário dos fósseis, não alteram a concentração de compostos de carbono da atmosfera e constituem um recurso renovável.
O desenvolvimento das sociedades necessita de um recurso sustentável e a solução passa pela biotecnologia e pela investigação científica. Só assim se consegue que um ser tão minúsculo, de cerca de um micrómetro, nos abra novas perspetivas e áreas de trabalho num futuro não muito distante.


Sérgio Viana

hoje há eleições





Hoje há eleições. 


No âmbito do Parlamento dos Jovens (secundário), as listas B e I oferecem propostas diferentes sobre o tema em discussão,  "Igualdade de género". 

Vejam os cartazes e votem. 

As votações decorrerão até às 17h30m. 

Uma sessão escolar decorrerá no dia 26 de janeiro.

um biombo solidário


Os alunos da turma de Artes do décimo segundo ano entregaram aos seus colegas da Unidade de Multideficiência um biombo que executaram nas aulas de Desenho A sob a orientação da professora Cristina Magalhães.

Foi mais um momento de um salutar convívio que muito agradou a quem recebeu este “carinho” e grande satisfação causou a quem o pôde proporcionar. Parabéns!  

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

o CNL continua

No dia 10 de janeiro, 33 alunos do Ensino Secundário realizaram a prova CNL, a partir da obra Mar Me Quer de Mia Couto.



Vencedora Ensino Secundário:
Ana Isabel Pinto - 10ºA
Para mais informações consulte o Blogue da Biblioteca em 

violência no namoro: nunca!


No passado dia 9, deste mês, o SPO (Serviço de Psicologia e Orientação) em colaboração com a Associação Projeto Be Equal, com a presença do Dr. Nuno Baptista, realizou uma ação de sensibilização subordinada ao tema - Violência no Namoro.
A instituição é uma associação juvenil sem fins lucrativos de cariz social, que se foca no combate à discriminação e na promoção do bem-estar psicológico. Esta tem como projetos e atividades desenvolvidos/as: acompanhamento psicológico, quer individualmente quer em grupo; orientação vocacional; estimulação cognitiva e social; formações, workshops e palestras; desenvolvimento científico; e realização/promoção de eventos ligados à criação de igualdade.
Relativamente à ação, decorreu de forma muito dinâmica e informal, sendo que os alunos que assistiram adotaram uma postura muito participativa e interessada. A iniciativa foi avaliada como extremamente positiva e os presentes manifestaram interesse em participar em futuras iniciativas. 
O S.P.O

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

e o presépio vencedor foi...

presépio de Ana Margarida Ferreira
Após um período de divulgação e sensibilização, os alunos do segundo ciclo inscritos em EMRC  foram desafiados a embelezar a nossa Escola na quadra natalícia.
Para tal, deveriam construir, em família, e seguindo princípios ecologicamente adequados e muita criatividade, um presépio que refletisse os sentimentos da época.
Muitos responderam a este desafio e durante as últimas semanas os presépios puderam ser apreciados na BECRE.
O Júri decidiu por unanimidade escolher como vencedor o trabalho da aluna Ana Margarida Ferreira da turma 6.ºD.
Muitos parabéns à Ana Margarida e à sua família!
Parabéns a todos os que responderam: SIM! a este desafio.

Os professores de EMRC

1º Momento do Concurso Nacional de Leitura - 3º Ciclo

No nosso Agrupamento, o 1º Momento do CNL iniciou-se, no dia 9 de janeiro, com uma prova dirigida aos alunos do 3º ciclo sobre as obras Diário de Anne Frank e O Menino no Espelho.
Vencedora do 3º Ciclo: 
Carolina Paranhos - 8º I
Para mais informações consulte o Blogue da Biblioteca em 

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

algumas turmas de 9º ano foram ao Dragão


No dia 9 de janeiro, as turmas A, B, D e I do 9º ano realizaram uma visita ao estádio e museu do Futebol Clube do Porto. Foi um visita interessante, muito interativa e divertida. 
Primeiro fez-se a visita ao museu que tem várias salas sobre os desportos como o futebol, claro, o basquetebol e o andebol, as personalidades importantes do clube, a história do clube e ainda os troféus conquistados. Acabada a visita ao museu, os alunos dirigiram-se para o estádio, onde puderam ver os balneários, os camarotes e o campo que é realmente enorme!        
Clara Costa
                                                                                                           

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

os cantinhos da escola

Aqui se passam muitas das horas dos nossos dias, sendo que este é um dos espaços mais silenciosos da escola.
Conhece?
Veja a imagem e escute o som.


segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

palestra sobre “Igualdade de Género”

O CRESCER anunciou e hoje aconteceu.

 


















Hoje, dia 8 de janeiro de 2018, esteve presente no auditório da nossa escola o Sr. Deputado João Torres, a convite da Comissão Eleitoral, no âmbito do Projeto Parlamento dos Jovens.

O Sr. Deputado realizou uma palestra sobre a “Igualdade de Género”, que é o tema de debate para este ano letivo. A sessão contou com a presença de alunos de várias turmas do ensino secundário e de professores. Tivemos o prazer de receber, também, o Diretor do Agrupamento de Escolas de Águas Santas, Manuel Ferreira, o Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Águas Santas, Miguel dos Santos, e o Presidente da Assembleia de Freguesia, Marco Martins.


A palestra teve a duração de 100 minutos, o que permitiu aos presentes aprofundar os seus conhecimentos sobre a “Igualdade de Género”, relativamente à previsão jurídica e aos progressos que as medidas parlamentares têm registado no sentido de combater a desigualdade. Por outro lado, o Sr. Deputado, através de um discurso aliciante, abordou o importante papel do Parlamento nos dias de hoje, explicando as suas funções, composição e processos eleitorais e jurídicos que lá decorrem, como por exemplo o processo de elaboração de uma lei.


Esta iniciativa terminou com o esclarecimento de algumas questões colocadas pelos alunos e docentes presentes. 

texto de Gonçalo Morais e Margarida Morais
fotos de Edite Pinto

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

”Igualdade de Género” no "Parlamento dos Jovens"









No âmbito do projeto “Parlamento dos Jovens”, o documento para apresentação das listas pode ser consultado aqui. Deste documento devem constar as medidas (no máximo três) sobre o tema:  ”Igualdade de Género”. Nestas medidas deve estar explícito, de uma forma sucinta, o que entendem que a Assembleia da República, o Governo, os órgãos locais (ou outras entidades) ou até os próprios jovens devem fazer para resolver determinada questão, relacionada com o tema em debate. Cada medida deve ser acompanhada de um argumento que a fundamente.
O documento, depois de devidamente preenchido, deve ser entregue a um dos membros da Comissão Eleitoral que é constituída por:
Professora Carmen Madureira
Gonçalo Morais – 12ºD
Tiago Duarte – 12ºA
Andreia Teixeira – 12ºA
Margarida Morais – 12ºF
Por fim, relembramos que o prazo limite de entrega de listas é dia 8 de janeiro.
Caso tenham mais dúvidas contactem-nos ou vão à página online do projeto, http://www.jovens.parlamento.pt/

A Comissão Eleitoral

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

quando perdemos alguém...

Quando perdemos alguém e esse alguém nos foi próximo, as palavras de Pessoa fazem todo o sentido. Hoje, em homenagem ao José Amorim.


A morte chega cedo, 
Pois breve é toda vida 
O instante é o arremedo 
De uma coisa perdida. 

O amor foi começado, 
O ideal não acabou, 
E quem tenha alcançado 
Não sabe o que alcançou. 

E tudo isto a morte 
Risca por não estar certo 
No caderno da sorte 
Que Deus deixou aberto. 


Fernando Pessoa, in 'Cancioneiro' 

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

comemorar o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos é um imperativo ético



Numa iniciativa do grupo disciplinar de Filosofia, e para assinalar o Dia Internacional dos Direitos Humanos (10 de dezembro), um representante da delegação do Porto da Amnistia Internacional esteve na nossa escola a dinamizar uma palestra para os alunos de 10º ano.
Comemorar o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos é um imperativo ético. Muito frequentemente assiste-se, por esse mundo fora, a situações lamentáveis de total desrespeito pelos direitos mais básicos dos seres humanos. É urgente denunciar essas situações e apostar na educação e sensibilização dos mais jovens. Só dando a conhecer a realidade no seu horror conseguimos despertar consciências; só mostrando que o sofrimento tem sempre por detrás um rosto, um nome, uma pessoa, conseguimos que ele deixe de ser uma mera abstração contra a qual as pessoas estão cada vez mais imunizadas.

O grupo de Filosofia

o 1º período já foi, agora vem aí o 2º

Já fizeram todos os balanços de 2017? Sim? Esperamos que o tenham feito num espaço tão agradável e inspirador quanto este.


Agora é tempo de regressar à escola e agarrar esta segunda etapa do ano letivo com garra e determinação. 

Vamos lá? Continuem a CRESCER com o vosso jornal.