Número total de visualizações de página

terça-feira, 21 de março de 2017

professores dizem trabalhar mais de 46 horas por semana

inquérito da Fenprof vem confirmar que os horários de trabalho são "um dos maiores problemas" dos docentes


Em média, estes apontam para um horário semanal de 46 horas e 42 minutos, sendo que o tempo ocupado tanto com a chamada componente letiva (tempo de aulas), como com a componente não letiva (apoio aos alunos, reuniões, etc.) está dentro dos limites estabelecidos pela lei.
Tal não se passa, contudo, na chamada componente de trabalho individual. Os professores inquiridos afirmam que, em média, despendem 23 horas por semana na preparação de aulas, correção de testes, fichas, trabalhos para casa, tarefas administrativas, entre outras actividades. Legalmente a componente individual de trabalho não deveria ultrapassar as 11 horas semanais. @ Público

Sem comentários: