Número total de visualizações de página

segunda-feira, 20 de março de 2017

"dar voz aos alunos"

Como sabem, está em curso a campanha para ser eleita a proposta que vencerá  o concurso no âmbito do Orçamento Participativo das Escolas, "Dar voz aos alunos". Uma vez que a matéria a todos interessa, o CRESCER divulga as propostas que concorrem a este Orçamento.
São apenas duas as propostas a concurso: uma, do Gonçalo Morais, do 11º E, e a outra, do Luís Pereira, do 11º I.
Leiam, apreciem e decidam a quem vão dar "voz".

Proposta do Gonçalo Morais
"+ Espaço"
Com vista à melhoria do espaço escolar envolvente, venho, por este meio, apresentar a seguinte candidatura, que pretende a criação de um espaço coberto para a zona que envolve a área da reprografia, bem como a da associação de estudantes.
Proponho esta ideia, visto que acredito que ela irá trazer melhorias para o espaço escolar, que atualmente tem algumas limitações, tais como:
A grande falta de espaços, problema que se tem vindo a agravar devido à sobrelotação da nossa escola, sendo que esta falha é ainda mais evidente nos dias de chuva, onde os alunos ficam confinados às escassas áreas interiores.
Para além do mais, também é necessário ter em conta a grande centralidade desta área, visto que é uma zona bastante frequentada pelos alunos devido aos serviços que aqui se encontram.
Este projeto vai ser realizado por uma das empresas contactadas, todavia, e apesar de neste momento ainda não haver um orçamento formal, estou à espera do contacto das diversas firmas com as respetivas propostas, (contudo, as estimativas dizem-nos que este projeto é exequível com a verba disponível).
Quando este projeto estiver finalizado, irá consistir numa coberta que abrange as áreas anteriormente referidas (reprografia/ papelaria, espaço da associação de estudantes), com uma área de aproximadamente 74 m2 (7,0 x 10,5), como pode ser visto no anexo 1 (no espaço delineado a cor preta).
No entanto, se a verba assim o permitir, era benéfico para a escola o espaço abrangido ser mais extenso, tendo em conta não só a área até aos limites da reprografia, mas também a área de passagem até ao começo do pavilhão “A1”. Deste modo, a zona abrangida teria uma área total de 105 m2 (7,0 x 15,0), como pode ser visto no anexo 1 (no espaço delineado a cor vermelha). 

Concluindo, acredito que este projeto traga uma significativa melhoria para a escola e para todos aqueles que a vivem, contribuindo para o aumento dos espaços abrigados.

Proposta do Luís Pereira
"Integração, Civismo e Democracia"

O meu projeto assenta em três bases, que considero ser os pilares básicos de uma sociedade. E neles baseio o que, a meu ver, pode ser acrescentado ao ambiente escolar de modo a que os alunos estejam melhor preparados para a sua futura vida inseridos em sociedade.

A “Integração e o Civismo” são os pilares aos quais darei mais ênfase, pois estas questões suscitam-me algumas preocupações.
Um dos graves problemas com que me deparo frequentando a Escola Secundária de Águas Santas, é o facto de alguns alunos do Ensino Especial estarem demasiado fora do contexto escolar em que vivem, ou seja, é necessária uma maior integração desses alunos juntamente com a restante comunidade escolar. É de extrema importância que esses alunos se relacionem com os demais, pois tal irá beneficiar tanto uns como outros.
Como forma de resolução deste problema, este projeto:
·         Pretende promover atividades de contacto entre ambas as partes, por exemplo utilizando aulas como Formação Cívica/Educação para a Cidadania (onde se insere este “tema”) para uma consciencialização dos alunos e para lhes dar a conhecer a forma como se deve lidar com estes alunos.
·         Usar parte do dinheiro que lhe for destinado na compra de materiais pedagógicos e educacionais que sejam necessários e permitam fazer esta integração/aprendizagem.
·         Promover conferências e debates escolares sobre temas relacionados com o civismo e a participação cívica na sociedade, inter-alunos, inter-docentes e inter-encarregados de educação.
Por último, gostaria de focar a “Democracia”.
O Mundo vive, atualmente, tempos de aflição, e, como é sabido por todos, a Europa está a atravessar uma grave crise política, devido ao aparecimento de ideias e pensamentos extremistas, fundamentalistas e nacionalistas. Portugal, é na Europa dos países, ou talvez, o país mais são em termos políticos.
É preciso alertar os jovens, e mostrar-lhes a importância que o seu contributo pode ter na sociedade, é fundamental dar-lhes a conhecer o que é a Democracia, como surgem essas ideias, em que é que elas se baseiam, e de que modo elas comprometem o funcionamento de uma sociedade livre, justa e eficiente.
Deste modo proponho também, com a implementação deste projeto, a promoção de debates abertos entre professores e alunos visando o tema “Democracia”, e pretendemos também a obrigatoriedade deste Tema em pelo menos 3 horas por turma num ano letivo.

Sem comentários: