Número total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Serralves prolonga exposição dos Mirós e arranca com a Casa do Cinema Manoel de Oliveira


A exposição A Time Coloured Space, que o artista francês Philippe Parenno concebeu em diálogo com a arquitectura de Álvaro Siza, e que abrirá a 3 de Fevereiro, ocupando todo o Museu de Arte Contemporânea, é o primeiro grande momento da programação de Serralves para 2017, apresentada esta terça-feira pela directora do museu, Suzanne Cotter, e pela presidente da administração da fundação, Ana Pinho, que aproveitou a ocasião para anunciar que a mostra Joan Miró: Materialidade e Metamorfose, com encerramento previsto para este sábado, irá permanecer na Casa até 4 de Junho.  

Além da decisão de prolongar a exposição de Miró – vista por cerca de 95 mil pessoas desde a sua inauguração, a 30 de Setembro –, Ana Pinho anunciou também o arranque da construção da Casa do Cinema Manoel Oliveira em Julho próximo. O projecto de Álvaro Siza prevê um centro de documentação para o espólio do cineasta, um auditório e um espaço para exposições, e vai ser construído no extremo nordeste do Parque, aproveitando a antiga garagem do conde de Vizela. @ PÚBLICO

Sem comentários: