Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

à descoberta da Biodiversidade

Voltou a rubrica do professor Pedro Pimenta, "à descoberta da Biodiversidade". Este ano, junta-se o conhecimento à arte do desenho com os alunos de 7º ano da professora Ana César. Desta vez, a ilustração a cores é da Rita Bonifácio do 7º L e a ilustração a preto e branco é do Rodrigo Bonina do 7º I.




Pardal-de-telhado
Passer domesticus (Linnaeus) 1758

Descrição
C 14-16 cm.
Robusto, com corpo largo e cabeça grande com bico grosso. Plumagem relativamente eriçada e solta. Dorso castanho com riscado preto. : Babete e zona dos olhos pretos. Coroa cinzenta com lados cor de avelã. Garganta esbranquiçada. Barra alar branca e larga. Bico predominantemente preto. : Partes inferiores brancas acinzentadas e partes superiores castanhas com dorso riscado preto.
Distribuição global
Apresenta uma distribuição muito ampla, que abrange a Eurásia, a África, a Austrália e a América.
Distribuição nacional
É uma das aves mais abundantes no nosso país. Está presente em todo o território.
Habitat
Frequenta uma grande diversidade de meios como parques, jardins, áreas agrícolas e matos.
Alimentação
Sementes e insetos.
Águas Santas
Em Águas Santas, onde é residente, reparte-se pela generalidade da freguesia. Espécie gregária, apresenta boas densidades em toda a área.
Reprodução
Inicia-se na segunda metade de março, prolongando-se a agosto. Nidifica em edificações humanas, mas também em árvores ou em ninhos de aves de grande porte. Põe de 3 a 5 ovos incubados pela fêmea durante 13-14 dias. Os juvenis permanecem no ninho 15 dias.
Referências
Equipa Atlas (2008). Atlas das aves nidificantes em Portugal (1999-2005). Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, Parque Natural da Madeira e Secretaria Regional do Ambiente e do Mar. Assírio & Alvim. Lisboa.

Mullarney, K., Svensson, L., Zetterstrom, D. & Grant, P.J. (2003). Guia de Aves. Guia de campo das aves de Portugal e Europa. Assírio & Alvim. Lisboa.

2 comentários:

Ana César (Docente do Grupo 600 - Artes Visuais) disse...

Um beijinho aos meus queridos pequenos mas já tão promissores artistas!
A Professora ana César

mc disse...

Que belo!!!