Número total de visualizações de página

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

hoje é o dia C, dia da Cultura Científica



Nos laboratórios de física e de biologia pôde ver-se ou experimentar a luz encarnada, bolas que flutuam no ar, molas a descer harmoniosamente uma escada, como as forças de inércia não deixam cair a água de um recipiente com a abertura para baixo, como “ver” o som, luz a criar movimento, bolas de sabão permanentes, células animais e vegetais, isto e muito mais.







A escolha desta data constitui uma homenagem a Rómulo de Carvalho, professor, pedagogo, poeta, investigador, nascido a 24 de novembro de 1906 em Lisboa.
Rómulo de Carvalho publicou cerca de 100 obras, desde livros de divulgação científica a poesia com o pseudónimo de António Gedeão.
Desde 1996, a data do seu nascimento ou outra muito próxima, tem sido motivo para ações de promoção da ciência e do conhecimento científico e tecnológico, área a que Rómulo de Carvalho se dedicou ao longo da sua vida.

Sérgio Viana

Dele é o seguinte poema:


CATEDRAL DE BURGOS
A catedral de Burgos tem trinta metros de altura
E as pupilas dos meus olhos dois milímetros de abertura.
Olha a catedral de Burgos com trinta metros de altura!

Sem comentários: