Número total de visualizações de página

terça-feira, 7 de junho de 2016

estreia do novo modelo de avaliação do ensino básico

Muitos estudantes fizeram nesta segunda-feira as provas de aferição de Português do 2.º, 5.º e 8.º ano, que foram consideradas acessíveis. Segue-se Matemática, já nesta quarta-feira.
Rui Farinha/INFACTOS
Uma vez que as provas de aferição não têm impacto na avaliação dos alunos, ao contrário do que acontecia com os exames nacionais, havia a expectativa de perceber se os estudantes iriam ou não usar esse facto como forma de não realizarem as provas. “Por mim, é-me igual fazer a prova ou não, porque não conta para a nota”, dizia Joana, aluna do 5.º ano da EB 2,3 Clara de Resende, no Porto, no final da prova. 
A opinião era partilhada por muitos dos seus colegas. Se, por um lado, a expectativa dos professores era grande, por outro os alunos desvalorizavam uma prova que apenas conta para conhecer as suas dificuldades às principais disciplinas. @ PÚBLICO 

Sem comentários: