Número total de visualizações de página

terça-feira, 8 de março de 2016

hoje é o dia "delas"

Sabiam? Tudo começou quando 15 mil mulheres marcharam nas ruas da cidade de Nova Iorque exigindo menos horas de trabalho, um melhor salário e o direito a votar.
Hoje, ainda longe de ter acabado esta luta pela igualdade, celebra-se por (quase) todo o mundo este dia que tanto dignifica a mulher.

a história do dia da mulher 


No dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e reivindicaram melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem às mulheres que morreram na fábrica. Apenas no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas). (post recuperado de 8 de março de 2012)




4 comentários:

ana cesar cesar disse...

O saber nunca ocupa lugar! obrigada equipa do crescer por me fazer crescer os nossos sentimentos ana césar

ana cesar cesar disse...

... os olhos já traem! O saber nunca ocupa lugar obrigada equipa do crescer por me fazer crescer o meu conhecimento ana césar

ana cesar cesar disse...

... os olhos já traem! O saber nunca ocupa lugar obrigada equipa do crescer por me fazer crescer o meu conhecimento ana césar

ana cesar cesar disse...

O saber nunca ocupa lugar! obrigada equipa do crescer por me fazer crescer os nossos sentimentos ana césar