Número total de visualizações de página

terça-feira, 15 de março de 2016

"Gostava que gostassem de mim!", disse um dia

E gostamos, e gostamos, Nicolau! Porque a verdade, a genuinidade, a humildade, a elegância, a cortesia e a boa disposição fazem a diferença.
foto de Rui Gaudêncio
“O país vai mais triste, Sr. Contente.” A frase, em jeito de epitáfio, com que a RTP noticiou esta segunda-feira a morte de Nicolau Breyner não podia ser mais certeira na expressão do sentimento que varreu o país. “Surpresa”, “tristeza”, “vazio” foram palavras trocadas por todos quantos lamentaram o inesperado desaparecimento do actor, que morreu na sua casa de Lisboa, aos 75 anos. @ PÚBLICO

Sem comentários: