Número total de visualizações de página

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

"Incrível!"; "Fiquei cansada."; "Senti-me insignificante!"

Todos os anos, os alunos de 12º ano, da área da Saúde, visitam o Museu de Anatomia da Faculdade de Medicina do Porto. O efeito é devastador. O CRESCER ouviu alguns dos participantes e registou algumas observações: "Incrível!"; "Fiquei cansada (emocionalmente)."; "Senti-me insignificante!"... Isto são sintomas de que os alunos não ficam indiferentes.
E porque não há reportagem, fica um texto do próprio Museu de Anatomia.

daqui
"O Museu de Anatomia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto foi criado em 1825 pelos Professores Vicente José de Carvalho (1792-1851) e Bernardo Joaquim Pinto (1795-1852), os dois primeiros professores de Anatomia da então recém-criada Real Escola de Cirurgia do Porto. Inicialmente sem local apropriado onde se pudessem expor convenientemente a peças anatómicas, muitas delas preparadas pelas mãos daqueles Professores, veio mais tarde a estabelecer-se em sala própria nas antigas instalações da Faculdade de Medicina. 
Desde a sua formação e até meados do século XX, o Museu foi sendo enriquecido, fruto do entusiasmo e labor dos seus docentes e numerosos colaboradores, com quadros murais, fotografias, radiografias, desenhos, aguarelas e peças anatómicas que documentavam lições e artigos de investigação. O Museu foi então amplamente franqueado a todos os estudiosos. 
Em 1959/60 transitou com a Faculdade de Medicina para o edifício do Hospital de S. João, onde passou a ocupar uma ampla área do Instituto de Anatomia do Professor J. A. Pires de Lima. Alguns anos mais tarde, foi transferido para o local que actualmente ocupa, um espaço semi-circular localizado quase ao lado do Teatro Anatómico do Departamento de Anatomia da Faculdade de Medicina do Porto. 
Apesar de já quase nada restar dos exemplares de Anatomia Humana que os fundadores do ensino anatómico na Escola portuense prepararam, o Museu de Anatomia possui um importante acervo de centenas de peças anatómicas, algumas das quais com mais de cem anos, distribuído ao longo de várias salas. 
A primeira sala é dedicada à história da Anatomia na Faculdade de Medicina do Porto e expõe quadros a óleo, desenhos e fotografias dos antigos directores do Instituto de Anatomia do Professor J. A. Pires de Lima, bem como documentos, de natureza diversa, alusivos às suas carreiras e actividades. 
Segue-se um percurso pelas várias salas onde são visíveis numerosas peças anatómicas. Começando pelo sistema nervoso central e pelo sistema nervoso periférico, seguem-se preparações anatómicas dos diversos sistemas de órgãos do corpo humano, sendo de salientar as demonstrativas de variações anatómicas. 
Seguem-se salas dedicadas à Teratologia, à Anatomia Comparada e, finalmente, ao sistema ósseo, onde estão expostos vários esqueletos e uma colecção de crânios humanos". @ Museu de Anatomia

Sem comentários: