Número total de visualizações de página

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

o nosso Natal pelas mãos e pelas palavras de...

Desta vez a nossa equipa foi procurar as mãos daqueles que ajudaram a construir as nossas árvores de Natal. Quis também saber o que pensam sobre o Natal. Assim se fez a reportagem.

A1

Pavilhão A1

Natal por Zulmira Pereira e Alice Vieira

D. Alice – O Natal é a festa da família. Como nós achamos que este pavilhão é, de certo modo, uma família, prendamos toda a comunidade escolar com o melhor que nós podemos dar. Assim, fazemos questão de mimar as pessoas, decorando o pavilhão de maneira diferente todos os anos.


A2
D. Zulmira – Família e harmonia. Mesmo nas famílias um pouco desavindas, o Natal é um momento em que se esquece as diferenças e desavenças e se vive a festa da família. Traduzindo o Natal numa só palavra: família. 



Pavilhão A2

Natal por Carla Avelino, Paula Braga, Paula Sousa e Lígia Cosmo

Para nós o Natal representa a união da família e a felicidade das crianças. Consideramos que o Natal deveria ser todos os dias, mas, devido a circunstâncias da vida, não é possível reunir a família toda quando se quer e, por isso, tentamos tornar essa reunião possível nesta época do ano. O natal é a família, seja esta grande ou pequena. 
A3

Pavilhão A5 – 2º piso

Natal por Maria Helena Fernandes e Anabela Ferreira

D. Maria Helena Fernandes – O Natal deveria ser o tempo de partilha de que tanta a gente fala, mas, infelizmente, é uma época de consumismo e, muitas vezes, de egoísmo. Cada vez sinto menos o valor natalício, tanto nas crianças como nos adultos.

A5 piso 1
D. Anabela – O Natal, para mim, é juntar a família que está longe. Não me interessa a partilha de prendas mas o convívio, a amizade e a harmonia familiar. As pessoas estão a tornar-se um bocadinho egoístas, mas devíamos pensar em toda a gente. 



Pavilhão A5 – 1º Piso

Natal por Elizabete Carvalho, Rita Sousa e Celeste Bastos

Elizabete Carvalho – O Natal simboliza, para mim, o nascimento do menino Jesus e, como tal, é uma época de ternura e amor. É nesta altura que nos lembramos, especialmente, das pessoas que mais gostamos. Lembramo-nos sempre de quem cá está e de quem não está.

D. Rita Sousa – É uma época de união e, portanto, deve ser vivida com carinho e paz.


A5 piso 2
D. Celeste Bastos – Eu acho que o Natal é uma época bonita, mas, pessoalmente, não tem grande simbolismo. Apesar disso, é uma maneira de as pessoas se juntarem e conviverem mais. Um dos problemas do Natal é o consumismo por parte de quem pode e não pode.

Pavilhão A5 – 2º piso

Natal por Maria Helena Fernandes e Anabela Ferreira

D. Maria Helena Fernandes – O Natal deveria ser o tempo de partilha de que tanta a gente fala, mas, infelizmente, é uma época de consumismo e, muitas vezes, de egoísmo. Cada vez sinto menos o valor natalício, tanto nas crianças como nos adultos.

Biblioteca
D. Anabela – O Natal, para mim, é juntar a família que está longe. Não me interessa a partilha de prendas mas o convívio, a amizade e a harmonia familiar. As pessoas estão a tornar-se um bocadinho egoístas, mas devíamos pensar em toda a gente. 

Biblioteca

Natal por Maria José Azevedo, Alda Fernandes e Rita Guerra

Maria José Azevedo (professora) – O Natal é um momento de pausa, fé e reflexão, em que devemos olhar o mundo não apenas com os nossos olhos mas também com o olhar dos outros.

Alda Fernandes (professora) e Rita Guerra – Natal é a reunião de família e a celebração de Jesus Cristo. 


O CRESCER agradece a cada um.

Ana Pinto e Rita Almeida



3 comentários:

CRESCER disse...

Os nossos agradecimentos a todas as "mãos" que se encarregam de colorir o cinzentismo destes dias!

Izazevedo disse...

Obrigada à equipa do Crescer pelas publicações tåo presentes e atentas à Comunidade educativa! Para vós, um Bom Natal!!!

CRESCER disse...

O CRESCER agradece as amáveis palavras da IZazevedo. E retribui os votos de Bom Natal!