Número total de visualizações de página

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

somos Charlie, eles são criminosos

"Não são muçulmanos. Não são católicos. Não são hindus. Não são judeus. Não são. São criminosos. Não nos deixemos cair na tentação do medo e da intolerância. Não nos deixemos cair na tentação de ver num acto criminoso um conflito de culturas. Ser Charlie tem de significar ser livre e tolerante, sem medo, como foram os jornalistas que morreram na sua redacção em Paris." Helena Garrido

Os que morreram tinham rosto e nome e riscavam a vida em riscos.

Sem comentários: