Número total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Serralves em festa


Com a presença de artistas nacionais e nomes oriundos de todo o mundo, o Serralves em Festa é o maior festival de expressão artística contemporânea em Portugal e um dos maiores da Europa, ponto de passagem obrigatório para dezenas de milhares de visitantes de todas as idades ao longo de 40 horas consecutivas
Entre as 8h da manhã de sábado e a meia-noite de domingo, são mais de 250 eventos para públicos de todas as idades e gerações: música, dança, teatro, performance e circo contemporâneo, exposições no Museu para visitar durante as quarenta horas da Festa, cinema, vídeo, fotografia e inúmeros workshops.
Em 2014 o Serralves em Festa marca o início de um programa de comemorações dos 25 anos da Fundação de Serralves e dos 15 anos do Museu de Serralves e adota um tema que orienta as escolhas de atividades e que sublinha a vontade de colaboração e celebração que dá forma a esta Festa: "Terreno Comum”.  
40 horas em cheio! Estão à sua espera em Serralves! 

VER: "ferrugem e osso"

Neste último sábado de maio, o Cineclube da Maia irá exibir Ferrugem e Osso, do realizador francês Jacques Audiard, que conta a história de amor entre Alain e Stéphanie, uma treinadora de orcas que perdeu ambas as pernas num acidente. Como de costume, a sessão é precedida por um café concerto, desta vez a cargo de Story Tailors.
Vencedor de quatro Prémios César, conta com a participação de Marion Cotillard (Stéphanie) e Matthias Schoenaerts (Alain).

quinta-feira, 29 de maio de 2014

quem ainda não sabia, levante a mão

alunos têm muitas horas de aulas, programas longos e turmas grandes

A carga horária dos alunos do 10.º ano é muito elevada, alguns programas são muito extensos e o sucesso escolar poderia ser mais facilmente atingido com turmas mais pequenas, revela um estudo divulgado esta quarta-feira.
O estudo, que não inquiriu os alunos dos cursos profissionais, mostra que a maioria dos estudantes estaria a estudar mesmo que o ensino não fosse obrigatório até aos 18 anos. No entanto, existe uma pequena franja de estudantes que admite que, se a situação económica fosse diferente, deixariam de estudar.
"Se as oportunidades de trabalho fossem diferentes, alguns alunos dizem que não estariam a estudar", contou a coordenadora do estudo elaborado através de um protocolo com a Direção Geral da Educação do Ministério da Educação e Ciência (MEC). @ JN

quarta-feira, 28 de maio de 2014

concursos de vinculação extraordinária e para contratação começam hoje

                                                                                                                                                                    Professores de línguas e artes com poucas ou nenhuma hipótese


Ministério da Educação abriu 1954 vagas nos quadros mas há 12 grupos que continuarão fechados. Concursos de vinculação extraordinária e para contratação começam hoje.

Os candidatos a uma vaga nos quadros do Ministério da Educação e Ciência (MEC) ou a um contrato para dar aulas nos próximo ano letivo têm entre hoje e as 18h00 da próxima terça-feira para apresentar a sua candidatura. As hipóteses de sucesso são, no entanto, muito diferentes consoante a disciplina que se ensina. Ler mais @ EXPRESSO

“Maia Coração Fixe” - rastreios cardiológicos gratuitos


No âmbito do Mês do Coração, que se celebra em Maio, o Hospital de Santa Maria – Porto e a Escola Superior de Enfermagem de Santa Maria associaram-se para a realização de um evento na cidade da Maia com o objetivo de sensibilizar para as doenças cardiovasculares e para a importância de adquirir hábitos de vida saudáveis. Com a designação “Maia Coração Fixe”, o evento decorre hoje, 28 de Maio, entre as 12h00 e as 18h00, no centro da Maia, na Praça do Município, e inclui rastreios gratuitos para toda a população.

diretores de turma recuperam dois tempos letivos

Os professores que têm direção de turma voltam a ter dois tempos letivos para o exercício destas funções. É o que determina o despacho de organização do próximo ano letivo, publicado esta segunda-feira em Diário da República.
A medida é aplaudida pelos diretores de agrupamento: o documento é muito técnico, mas não chegou tarde demais às escolas.
“Foi interessante que este documento tenha chegado esta segunda-feira às escolas públicas portuguesas. Dá tempo para que elas se preparem, tendo em conta a preparação do próximo ano letivo, embora se trate de um documento bastante complexo”, explica à Renascença Filinto Lima, dirigente da Associação de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP).
“O diretor de turma tem um trabalho muito burocrático, passa manhãs em atendimento aos pais em caso de receção, e estes dois tempos letivos agora recuperados são bem importantes no exercício desta função”, acrescenta.
O despacho da organização do próximo ano letivo já está publicado. Pela primeira vez, o ministro Nuno Crato conseguiu publicá-lo antes de Junho. @ RR

terça-feira, 27 de maio de 2014

compreendem? querem comentar?

Escolas com bons resultados recebem horas de crédito

As escolas com bons resultados nas provas e exames podem ver aumentado em 30 horas semanais o tempo de que dispõem para se organizarem e desenvolverem projetos próprios, segundo o despacho de organização do ano letivo publicado, esta sexta-feira.
As regras que vigorarão a partir de setembro, durante o ano letivo 2014-2015, visam - segundo o Ministério da Educação - o "reconhecimento do trabalho desenvolvido e um incentivo à melhoria".

há quem dê FIRST STEPS em LOUD CROWD


Loud Crowd é uma "crew" de bgirls portuguesas que treinam e batalham em Breakdance por paixão. Fazem shows, trabalho social e emanam uma forte energia sempre que atuam.
"Loud Crowd! é assim!" foi resposta num treino em que o volume das vozes estava particularmente ruidoso.
Fazem-se representar por 3 bgirls do Norte: Stereo, Maria Lyrics e Rock Lee, bailarinas com experiência na dança que têm vindo a crescer cada vez mais. 
Stereo (à esquerda) e Maria Lyrics (à direita) são duas alunas da ESÁS
a Maria foi campeã nacional da modalidade
São das poucas bgirls portuguesas que treinam e batalham por paixão e procuram formação nas outras áreas da dança Hip Hop. Além disso, apoiam e incentivam todas as outras vertentes da nossa cultura. E algumas das responsáveis pelo grupo são jovens da nossa Escola.
Mais do que o Bboying, une-as a cultura, a amizade e a “Loucura promovida de ousar Viver”.
Acreditam que tudo é possível quando se dança com o coração.
"Sendero" é uma palavra que as identifica, não só por ser uma manifestação de êxtase para elas, mas também porque para elas esse é o Caminho. 
Paz, União e Respeito são as palavras que preservam desde sempre.

Este ano um membro da crew, a Maria, em conjunto com outra bgirl portuguesa ganhou uma competição de bgirls a nível nacional, indo representar Portugal em junho num evento internacional.

cartaz do evento a 8 de junho na Casa da Música
O que é o "First Steps"?
First Steps é um conceito que foi criado em 2011 pela crew da dança Loud Crowd para inspirar e valorizar o breakdance em Portugal, assim como devolver esta expressão artística aos originais impulsionadores criativos: os jovens.

Vão estar na Casa da Música?
A edição de 2014 é também uma angariação de fundos para o "lar nossa senhora do livramento" (casa de acolhimento de meninas encaminhadas pelo sistema legal). Desta vez, associando-se a novos colaboradores loud crowd crew traz este evento dia 8 DE JUNHO, ao melhor palco da cidade do porto: a CASA DA MÚSICA.

Apelo final:
Aparece e partilha a tua paixão pela dança, se és bboy/bgirl (bailarino de breakdance) ou hip hopper (bailarino de hip hop) experiente lembra-te que os novos precisam de inspiração! Vem rockar nas cyphers!

- Workshops orientados pelos júris. 
- Prémios para os 3 primeiros classificados em cada categoria.
- Bilhetes à venda na casa da música ou contactar a organização.

Mais info - First Steps:

Rachel Carson faria hoje 107 anos

Para quem não sabe ou nunca ouviu falar, o planeta Terra deve muito a Rachel Carson, uma cientista norte-americana que, no início da década de 1960, publicou o livro Primavera Silenciosa, obra que, mesmo tendo no título uma expressão poética, foi o trampolim que deu forma a um novo e poderoso movimento social que alterou o curso da História. 
Carson, pesquisadora rigorosa com talento de romancista, causou uma verdadeira revolução em defesa do meio ambiente a partir do lançamento de seu livro, em 1962. A obra, escrita em pouco mais de quatro anos, apresenta inúmeros documentos científicos de diferentes fontes, comprovando as afirmações da autora que desencadearam uma investigação no governo Kennedy. De imediato, inspirou a rede de tv CBS a produzir um documentário, assistido por 15 milhões de telespectadores, que mostrava os efeitos nocivos do DDT à saúde, fato que poderia, inclusive, alcançar mais de uma geração, uma vez que resíduos dessa substância tóxica podem ser encontrados no leite humano.  
O clamor que se seguiu à publicação de Primavera Silenciosa forçou o governo a proibir o uso de DDT e instigou mudanças revolucionárias nas leis que preservam o ar, a terra e a água, com a criação, em 1970, da Agência de Proteção Ambiental Norte-Americana. A paixão de Rachel Carson pela questão do futuro do planeta refletiu poderosamente por todo mundo o seu livro foi determinante para o lançamento do movimento ambientalista. 



Para todos os que já leram, para os que leram há muito e já não se lembram e para os que nunca ouviram falar, cá vai o link do livro Primavera Silenciosa. http://biowit.files.wordpress.com/2010/11/primavera_silenciosa_-_rachel_carson_-_pt.pdf

segunda-feira, 26 de maio de 2014

alunos que estudam música são melhores a Matemática

As crianças que estudam música são aquelas que revelam um melhor desempenho em Matemática. As conclusões são de um estudo levado a cabo na Universidade de Aveiro, segundo qual quanto mais anos tiver a aprendizagem musical, melhor é o desempenho matemático, nomeadamente a nível da Geometria. Saiba mais @ Boas Notícias


O CRESCER aproveita para lembrar aos seus leitores as publicações do blogue MUSIKES, da responsabilidade do professor Pedro Braga. Ele "dá música" ao agrupamento, oferecendo uma informação rica e criteriosa.

o dia seguinte

A direita nacionalista e os eurocéticos venceram as eleições Europeias em França e na Grã-Bretanha e os partidos mais críticos da UE duplicaram o número de lugares no Parlamento Europeu, no que está a ser interpretado como um voto de protesto dos europeus contra a austeridade e o desemprego. O desfecho eleitoral já era antecipado e pode vir a transformar decisivamente a política europeia, e as políticas nacionais dos países onde o fenómeno teve maior expressão.
Conheça os resultados destas eleições nos vários países da UE e compreenda as apreensões @RTP

sexta-feira, 23 de maio de 2014

OUVIR, VER e LER a Valsa a três tempos

No fim de semana em que se decide quem nos representará no Parlamento Europeu, não esqueça de exercer esse direito e dever.
Fique, entretanto, com as Valsas que o CRESCER lhe traz.
OUVIR
Valsa Redonda
Miguel Araújo com Marcelo Camelo
VER
VALSA com BASHIR de
Num bar, um amigo conta ao diretor Ari Folman um sonho constante que tem, no qual é perseguido por 26 cães ferozes. Através da conversa, eles concluem que a imagem tem ligação com sua missão na 1ª Guerra do Líbano, no início dos anos 80, quando defendia o exército de Israel. Como Ari nada se lembra do evento, ele passa a procurar e a entrevistar os seus velhos companheiros da época.
LER
"De Profundis Valsa Lenta", José Cardoso Pires
José Cardoso Pires faleceu em 1998 vítima de um AVC. Escrevera este livro em 1997 descrevendo um outro acidente vascular cerebral, que sofrera em 1996.
Tudo é absolutamente dramático neste livrinho, até o estilo: nu, cru, despojado, chocante pela simplicidade com que se descreve a doença.
O genial escritor deu entrada num hospital de Lisboa onde foi assistido pelo médico João Lobo Antunes, neurocirurgião, (que prefacia este livro) irmão do seu amigo António Lobo Antunes.
Por ironia do destino, o AVC bloqueara-lhe a área cerebral da escrita, assim como da oralidade e da memória. O escritor que perdeu a memória e a capacidade de escrever. Afastando-se de si mesmo, JCP narra-nos todo o seu drama como se de outro se tratasse. O doente vagueava pelos corredores do hospital como quem procura a sua própria pessoa, perdida algures, vítima de um coágulo de sangue. Era a sua identidade que ele procurava; era o drama de se ter perdido a ele próprio. E da mesma forma brutal e silenciosa com que se perdera de si, o doente viria depois a reencontrar-se. Miraculosamente.
Este livro lê-se em poucas horas, mas ficará por certo gravado na memória de quem lê pela simplicidade e frontalidade com que o escritor descreve o seu próprio drama. por

a diferença entre “Exames Nacionais” e “Provas Finais”

??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????


… é a justificação que o MEC dá para não haver um limite de 25 provas a cada classificador enquanto decorrem as atividades letivas.

Já suspeitava no ano anterior desta possível justificação, mas agora é confirmada com as declarações do MEC ao jornal Público. No entanto, como podem ver aqui o despacho 18060/2010 também se refere aos exames nacionais do ensino básico.

E vir argumentar que uma prova final não é o mesmo que um exame nacional é o mesmo que vir dizer que estas provas finais não têm o mesmo valor dos exames nacionais. E assim, cai por terra a fundamentação do rigor tanto apregoado por Nuno Crato.
Quem corrige? Quem dá as aulas? 
Escolas podem não abrir devido a folgas dos avaliadores dos exames
É um alerta que parte dos próprios diretores escolares. As escolas básicas e secundárias podem estar uma semana paradas. É que os professores que foram examinadores durante as provas nacionais de português e matemática vão ter direito a folgas e, por isso, alguns estabelecimentos podem ficar com número reduzido de docentes. Blog DeAr Lindo

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Um dia diferente… um misto de arte e literatura

No passado dia 14 de Maio, os alunos do 11º ano da turma I   realizaram  uma visita de estudo à Fundação Eça de Queirós com os seguintes objetivos: compreender o património cultural e literário como testemunho de um passado epocal; sensibilizar para épocas e autores de outros tempos e a sua importância no contexto de modernidade; proporcionar momentos de lazer e são convívio.

"Partimos da escola por volta das 9:00 horas e fizemos uma paragem na cidade de Amarante onde pudemos contemplar a beleza paisagística junto ao rio Tâmega. Como fomos presenteados por um belo dia de sol, tivemos a possibilidade de almoçar na margem do rio. Aproveitámos também para visitar o  Museu Amadeu Sousa Cardozo, fundado em 1947 pelo Dr. Albano Sardoeira, instalado no Convento de S. Gonçalo de Amarante. Este Museu tem como objetivo reunir materiais relativos à História Local e relembrar artistas  e escritores que nasceram em Amarante.
Por volta das 14 horas, com o estômago reconfortado e uma boa disposição contagiante, partimos rumo a Tormes. Chegámos à Fundação Eça de Queirós  às 14:30 horas.
A atividade central do programa da visita era constituída pela visita guiada ao espólio do Museu da casa de Tormes. 

Este espaço para além de constituir o cenário real/ ficcional de A cidade e as Serras, o último romance de Eça de Queirós, possui hoje um valioso espólio de mobiliário e objetos pessoais que lhe pertenceram. A visita guiada ao interior deste espaço, o desenvolvimento de diferentes temáticas associadas a múltiplos aspetos da sua vida e obra, tinham como objetivo principal a motivação pela leitura na promoção do seu legado literário. 

Tivemos a sorte de conhecer pessoalmente a neta do escritor, Senhora Dona Maria da Graça, que, gentilmente, aceitou tirar uma fotografia connosco.
Foi um dia bem passado e, sem sombra de dúvida, muito enriquecedor." 
texto da responsabilidade do 11ºI

quarta-feira, 21 de maio de 2014

hoje é dia de exame de Matemática

ei-los que partem

O exame de Matemática começou às 9h30 para os alunos do 4º ano do básico e às 14h00 para os do 6º ano. Fazem a prova mais de 200 mil alunos, perante a vigilância de 20 mil professores.

Pararam as aulas dos outros níveis de ensino pois os professores foram necessários para vigiar as provas em curso. 

Para que se compreenda esta logística e como obrigou a fazer uma paragem obrigatória, só no nosso agrupamento tivemos 16 meninos com NEE a fazer exame de 1º ciclo e só eles mobilizaram  32 professores vigilantes (2 por sala). Adicione-se a isso os professores que acompanharam os seus alunos, os auxiliares de ação educativa, os transportes das escolas de 1º ciclo para a escola-sede, as restantes duplas de professores a vigiar salas sem constrangimentos, mais os professores do secretariado de exames e a direção e veja-se todo um agrupamento mobilizado para que estes exames possam acontecer.


Oportuno? De todo! Vive-se um regime de "férias" forçadas a quinze dias do fim do ano letivo e a muito pouco tempo dos exames nacionais de 3º ciclo e de secundário. Cria-se o caos pois há testes agendados para esta data há muito e já não há dias para se poderem fazer. Procuram-se salas para poder lecionar "aquela" aula que faz falta. Cria-se desagrado nos que vêm à escola e se comparam com os que ficam em casa. Enfim! Origina-se um clima nada benéfico à tranquilidade necessária do fim das atividades letivas. 

“Se não quisermos constrangimentos no próximo ano, estes exames do 4º ano terão de ser feitos fora do período letivo, como é feito no 9º ano e no ensino secundário, para não coincidirem com o período de aulas e as escolas poderem lecionar normalmente, o que não acontece hoje nem aconteceu segunda-feira” disse o vice-presidente da Associação de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas, Filinto Lima. 

E os alunos de 1º ciclo gostaram de vir à escola-sede? Sim. "Esta é a minha escola para o ano. Que grande!"
O exame foi difícil? "Não. Até foi fácil!", disse o menino, corado, a comer o seu pãozinho enquanto aguardava ordeiramente na fila para o regresso à sua escolinha.

terça-feira, 20 de maio de 2014

inclusão na aula de Educação Física




O núcleo de prática supervisionada do ISMAI, a funcionar integrado no grupo de Educação Física no AESCAS, leva a cabo um seminário, amanhã, dia 21 de maio, pelas 15h30m, no anfiteatro da nossa escola.


O tema é "Inclusão na aula de Educação Física".


Sintam-se convidados.

a atuação do Grupo de Dança

O CRESCER publica vídeo da atuação que consagrou a vitória do G.D.D.E. para que todos possam apreciar e partilhar a belíssima atuação dos Campeões Nacionais.

           
(publicação de Ana Sofia Barbosa)

segunda-feira, 19 de maio de 2014

o Desporto Escolar invadiu a capital e trouxe dois PRIMEIROS prémios à ESÁS

Quem muito luta, sempre alcança!






















O Desporto Escolar invadiu a capital.
Os Campeonatos Nacionais do Desporto Escolar que se realizaram pela primeira vez, de forma concentrada, na cidade de Lisboa levaram mais de 2.500 alunos a participarem nas provas, que decorreram entre 16 e 18 de maio, em 20 locais da capital.
E o nosso agrupamento saiu vencedor em duas das modalidades: na Dança e no Boccia.
Parabéns, campeões!
Tiago Ribeiro, 1º prémio em Boccia
  
G.D.D.E., 1º prémio em Dança
imagens conseguidas na internet

inauguração da exposição Cor Ação Maia

 Mais um grande momento «público» proporcionado pelos alunos e docentes do Agrupamento de Escolas de Águas Santas. 
No dia 16 de maio, pelas 21h, a Galeria do Fórum da Maia acolheu mais de 300 pessoas para a cerimónia de inauguração da exposição «COR – AÇÃO – MAIA», uma homenagem dos alunos da Escola de Águas Santas a Gonçalo Mendes da Maia, «o Lidador».



A cerimónia incluiu um espetáculo musical intercalado com vários outros momentos como dois documentários (um ao homenageado e outro sobre a elaboração dos trabalhos e montagem da exposição), a narração da origem do concurso e exposição, apresentação da Operação Nariz Vermelho, etc.



Nos momentos musicais atuaram os alunos do 1º e 2º ciclo, sob a direção das professoras Marina Gonçalves, Marta Fortunato e Paula Lereno. Foram brilhantes nas interpretações de canto e flauta de excertos de bandas sonoras de grandes filmes. 



No último momento musical da noite, Beatriz Sousa (6º A) silenciou a sala com uma soberba interpretação de Beethoven. 



Beatriz Rocha (8º B) e Francisca Silva (10º B) estiveram excelentes na condução da cerimónia. 









Os alunos do curso de turismo (11º J), orientados pela professora Cristina Viana e pela Dr.ª Ginette Carvalho, revelaram o seu elevado profissionalismo no acolhimento e encaminhamento dos convidados e no serviço do Porto d’Honra. 


Após a inauguração da exposição, representada simbolicamente pelo cortar da fita pela professora Cristina Viana (em representação do diretor do Agrupamento) e do Dr. Paulo Gonçalves (Porto Editora) foi servido um Porto d’Honra.

A coordenação do espetáculo e cerimónia de inauguração esteve a cargo do professor Joaquim Loureiro que contou com a preciosa colaboração do professor Jorge Silva (grafismo e imagens) e do Dr. Daniel Castro (sonoplastia).

Para além da curadora da exposição, a professora Ana César, estiveram também presentes as professoras Paula Canotilho, Maria João Costa e Mónica Moreira, docentes que coordenaram a elaboração dos trabalhos expostos.

Esta exposição de artes plásticas está patente no Fórum da Maia, de segunda a sábado, das 9h00 às 23h00, até à cerimónia de entrega de prémios e encerramento, num espetáculo de dança, que ocorrerá no próximo dia 31, às 18h30.

da blogosfera: o novo desconto para a ADSE por índice de vencimento

O Novo Desconto para a ADSE por Índice de Vencimento

O quadro seguinte apresenta a diferença do valor de pagamento para a ADSE por índice de vencimento, em função da alteração do desconto de 2,5% para 3,5%.
A última coluna apresenta o valor pago para a ADSE em função de 14 meses de vencimento. Retirando os descontos para o IRS e a CGA/SEG SOCIAL cada docente quase paga um vencimento líquido para beneficiar deste sub-sistema de saúde ao longo do ano.
Muitos docentes vão fazer contas a estas despesas e é quase certo que o saldo final das receitas da ADSE com este aumento vão cair em relação a anos anteriores, o que pode vir a tornar insustentável a própria ADSE.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Walter Alvarez em Serralves

Luis Alvarez (pai)
com Walter Alvarez 
Walter Alvarez vai estar na Fundação de Serralves, no dia 22 de maio, às 17.30h, para a conferência O Estudo da Grande História - Supercontinentes, e como Portugal inventou a Ciência. 

Em 1980, Luis Alvarez com seu filho Walter Alvarez, um geólogo, propôs a teoria de que um impacto de asteróide explicaria a anomalia de irídio no período geológico conhecido como Extinção K-T. Dez anos depois, a descoberta da cratera de Chicxulub, uma grande cratera de impacto, no México, deu força à teoria de que esse impacto estaria relacionado com a extinção dos dinossauros.

Na mesma ocasião em que Alvarez estiver em Serralves, apresentará a Portugal o seu livro As Montanhas de São Francisco - à descoberta dos eventos geológicos que moldaram a Terra.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

"Música. Dança. Ação!"


O Núcleo de Estágio da Faculdade de Desporto convida toda a comunidade escolar a participar na atividade "Música. Dança. Ação!", a realizar-se no dia 24 de maio, pelas 10h. 

Vem experimentar o Jazz, o Hip Hop e o Zumba, numa manhã dedicada à dança e à música, com a participação especial do Grupo de Educação Musical da Escola! 

Contamos com a tua presença no Pavilhão Municipal de Águas Santas II - Corim.

projeto LS2 - encontro com o escritor Álvaro Magalhães


Dando continuidade ao projeto  Leituras, Sentidos e Saberes, realizou-se, no dia 13 de maio, o espetáculo de homenagem a Álvaro Magalhães, na Escola Dramática e Musical de Milheirós.
 
 
Esta atividade, que envolveu o trabalho conjunto das escolas do concelho da Maia e da Biblioteca Municipal, denotou o empenho das crianças, jovens e professores intervenientes e a boa disposição do escritor.
 
 


A nossa escola integrou o evento com um número de leitura dramatizada- Leituras Recortadas- apresentado pelo Clube de Leituras e orientado pelas professoras Esmeralda Moura e Paula Almeida e com um número intitulado "O romance de Lucas e Pandora" apresentado por alunos do 5ºJ, orientados pela professora Isabel Guimarães.
 
Parabéns a todos!
Veja mais em Biblio@esc@s

quarta-feira, 14 de maio de 2014

será isto uma espécie de autonomia e de descentralização?

Será que o M.E.C. considera que concentrar os exames dos alunos de 1º ciclo  e de 2º ciclo nas escolas-sede é uma espécie de autonomia e de descentralização? Parece possível?

Este ano, os exames que marcam o fim do 1.º e do 2.º ciclos realizam-se pela primeira vez em Maio e nos mesmos dias. Na segunda-feira, são feitas as provas nacionais de Português – a do 4.º ano às 9h30 e a do 6.º às 14h; na quarta, às mesmas horas e pela mesma ordem, os alunos fazem as provas de Matemática.
“A necessidade de suspender as aulas depende de vários factores – do número de alunos, do tamanho da escola, de esta ser constituída por um edifício único ou por blocos, do número de vigilantes necessários – mas creio que na maior parte dos estabelecimentos não será possível garantir as condições de realização dos exames e as actividades lectivas dos restantes alunos, simultaneamente”, comentou Filinto Lima, da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP). @ PÚBLICO

terça-feira, 13 de maio de 2014

já recebeu o convite? claro que sim.


Contagem decrescente!

Concurso Nacional de Leitura - Fase distrital

No dia 8 de maio de 2014 realizou-se na Biblioteca Municipal de Almeida Garrett, no Porto, a Final Distrital do Porto do Concurso Nacional de Leitura, promovida pelo Plano Nacional de Leitura, a DGLAB, a RBE, a RTP e com o apoio do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto.
Com base nas provas escritas e orais foram selecionados dois candidatos do 3º Ciclo do Ensino Básico e dois candidatos do Ensino Secundário. 
O agrupamento de escolas de Águas Santas marcou a sua presença com a participação dos alunos:
Joana Loureiro, 7ºA; Beatriz Silva, 7º B; Mafalda Esteves, 8º k; Ana Rita Melo, 10º B; José Duarte Ferreira, 10º B; Carolina Salcedas, 11ºB.

O júri registou  a qualidade dos candidatos e lamentou ter que excluir numerosos concorrentes que, igualmente, demonstraram a sua elevada qualidade como leitores. Foi  ainda sublinhado  o empenhamento das escolas participantes e dos seus professores que  acompanharam os alunos, apoiando-os e incentivando a sua presença. Veja mais no Biblio@esc@s



segunda-feira, 12 de maio de 2014

os nossos atletas de BOCCIA conquistaram o podium

No passado dia 3 de Maio, durante todo o dia, realizaram-se, em Guimarães, as Finais do Campeonato Regional de Desporto Escolar - Boccia

A nossa escola, representou muito bem o CLDE-Porto, uma vez que arrecadou três lugares no podium (dois terceiros e um primeiro). 

Importa ainda destacar que a conquista do primeiro lugar levará a dupla Tiago Tavares e Rui Pedro Ribeiro aos Campeonatos Nacionais.
Aqui se apresenta a foto possível, onde se veem os três alunos medalhados: 

- ao centro - Nuno Silva - com a sua medalha de terceiro lugar alcançada na competição individual - divisão II  ;

- à direita - Tiago Tavares - com duas medalhas - uma de terceiro lugar em divisão I, competindo individualmente, e a outra de primeiro lugar em divisão I, competindo                a pares com o colega Rui Pedro;

- à esquerda - Rui Pedro Ribeiro - com a sua medalha de primeiro lugar alcançada na competição a pares - divisão I com o colega  e capitão de equipa - Tiago Tavares;


Dadas as características destes alunos e as especificidades da modalidade, cada um dos alunos da divisão I, que compete em cadeira de rodas, tem de ser acompanhado por um(a) assistente técnico que, neste caso, são dois jovens voluntários (Hugo Tavares e Joana Teixeira - na foto por trás de cada atleta) sendo também muito importante realçar o apoio e dedicação destes dois elementos.

PARABÉNS, GRANDES ATLETAS!

sexta-feira, 9 de maio de 2014

IX Olimpíadas da Biotecnologia promovidas pela UCP


cartaz com as datas 
Tal como em anos anteriores, os alunos do ensino secundário da ESÁS participaram nestas olimpíadas. A 1ª e 2ª eliminatórias decorreram a 26 de fevereiro e 26 de março, respetivamente, e a final realizou-se no dia 9 de maio na Universidade Católica Portuguesa. Durante todo o dia dois alunos do 12º ano, Cristiana Cruz e Miguel Braga, conviveram com cerca de 50 alunos de todos o país e Ilhas. Ficaram num brilhante 11º lugar.
Esta última etapa é constituída pela realização de uma prova escrita, de uma prova oral e de um conjunto de atividades experimentais, sendo atribuídos prémios especiais aos três primeiros classificados e prémios de presença a todos os finalistas.
Promovida pela Escola Superior de Biotecnologia da Católica Porto, esta iniciativa juntou inicialmente centenas de alunos de escolas de todo o país, tendo como objetivo promover a cultura científica e tecnológica entre os jovens e despertar o interesse pela temática da biotecnologia, nas suas múltiplas vertentes.
A professora responsável pelas Olimpíadas na ESÁS,
M. Lurdes Cardoso

Brevemente… numa sala perto de ti!

“Sabe, o meu sonho era…”
Foi esta a resposta de um aluno à quase «inocente» pergunta - Qual é o teu maior sonho?
Num dos corredores da escola, dois professores partilharam este sonho. Com o tempo, começou a ganhar forma e foi crescendo à medida que muitos outros o acarinharam.
A certa altura já não era o sonho do aluno, o meu ou o teu… Passou a ser nosso!
Saltou as grades, as limitações espaciais e humanas e apaixonou muitos outros que o fizeram seu. Ganhou vida, cresceu...
No momento tem muitos rostos, muitas mãos e agregou outros tantos pequenos grandes sonhos. Este sonho está a tornar-se realidade e vai apresentar-se, brevemente… numa sala perto de ti.
Nós sabemos que “o sonho comanda a vida” e “que sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança…” (António Gedeão)


operação nariz vermelho

Vai decorrer na nossa escola, de 12 a 31 de maio de 2013, a Operação Nariz Vermelho. Esta campanha pretende sensibilizar todos os alunos para o trabalho desenvolvido pelos Doutores Palhaços nos hospitais, e ao mesmo tempo angariar fundos para o trabalho da Instituição.
Como contribuir?
Os donativos iguais ou superiores a 2€ receberão um Nariz Vermelho de oferta.
Os donativos iguais ou superiores a 5€ receberão uma T-shirt de oferta.
Para colaborar, devem dirigir-se a um dos professores de EMRC. Os Pais e Encarregados de Educação interessados em colaborar com esta iniciativa poderão fazê-lo junto da banca montada para este efeito no exterior da nossa escola na semana de 19 a 23 de Maio.

Para saberem mais podem visitar a página www. narizvermelho.pt

quinta-feira, 8 de maio de 2014

sugestão: Ney continua "Atento aos Sinais"

Para os amantes da música brasileira e para uma geração mais amadurecida, aqui vai uma sugestão do CRESCER.  
 
 
 
O músico brasileiro está novamente em Portugal no âmbito da digressão «Atento aos Sinais», que arrancou em Fevereiro de 2013 e assinala os seus 40 anos de carreira.
O cantor brasileiro atua quarta e quinta-feira, 7 e 8 de Maio, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, e a 10 de Maio no Coliseu do Porto. Ney Matogrosso passou por Lisboa em Setembro de 2013, no Terreiro do Paço.
O artista vai editar um novo álbum ainda em Maio, que terá o mesmo nome da digressão, «Atento aos Sinais».
Também no âmbito desta visita a Portugal Ney Matogrosso vai participar na segunda edição do «Talkfest Special Edition», onde vai ser exibido o documentário «Olho Nú» (2012), de Joel Pizzini, sobre a carreira do artista.
A sessão vai decorrer no Auditório CGD, ISEG – Instituto Superior de Economia e Gestão, Lisboa, onde tem lugar o fórum anual do «Talkfest», um evento sobre os festivais de música em Portugal. @ JD

na sede do FAPAS

Na sede do FAPAS (Fundo para a Proteção do Animal Selvagem) a 12 de Maio, 21h30m, haverá lugar para uma sessão dinamizada por António Eloy.
Consistirá na apresentação dos livros e dos Ebooks sobre os mesmos, que desenvolvendo-os e constituindo elementos de educação ambiental são disponibilizados para escolas e agentes educativos.
Nesta sessão serão apresentados outros elementos realizados e ainda serão referidos projetos, do mesmo género, atualmente em curso.