Número total de visualizações de página

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

relembrar o 5 de outubro de 1910

Vale sempre a pena recordar alguns momentos da nossa História. E ainda mais, quando isso é feito pelos nossos alunos. Foi o que fez o Gonçalo Morais, do 9º K, a propósito do 5 de outubro de 1910.

Na manhã de 5 de outubro de 1910 José Relvas proclama a república na varanda da Câmara Municipal de Lisboa.

Apesar de a república só ter sido proclamada dia 5 de outubro de 1910, o fim da monarquia já era ansiado há muito tempo.

Em 1890 foi criado o PRP (partido republicano português), pois Portugal cedeu à Inglaterra na questão do mapa cor-de-rosa, provocando grande descontentamento na população em geral. Aproveitando esta situação, o PRP organizou a primeira tentativa de revolução 31 de janeiro de 1891, no Porto, onde os revolucionários foram dominados pela guarda municipal.

Pelo facto de existirem grandes desentendimentos entre partidos monárquicos, D.Carlos entrega a chefia do governo a João Franco em 1906.

A oposição ao regime monárquico e a João Franco aumentava cada vez mais e, no dia 1 de fevereiro de 1908, o rei D.Carlos e o príncipe herdeiro D. Luís Filipe foram assassinados no terreiro do paço em Lisboa, por republicanos.

O trono foi ocupado por D.Manuel II que demitiu João Franco. Contudo, o inevitável aconteceu e a 4 de Outubro de 1910 Machado dos Santos iniciou a revolução.

Os revoltosos eram apoiados pelo partido republicano, pela Maçonaria (sociedade que defendia a fraternidade e a igualdade) e pela Carbonária (sociedade secreta que era contra a monarquia).

Gonçalo Morais, 9ºK

Sem comentários: