Número total de visualizações de página

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

menos colocados na 2.ª fase de acesso ao ensino superior apesar do aumento de candidatos

Há 8600 novos estudantes com um lugar no ensino superior, o que corresponde a uma quebra de 7% face a igual período do ano anterior. Ainda sobram 9000 vagas nas universidades e politécnicos

Apesar do aumento do número de candidatos ao ensino superior, a 2ª fase de acesso terminou com uma redução do número de estudantes colocados em relação ao ano anterior. No novo período do concurso, cujos resultados foram divulgados pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC) esta quarta-feira à noite, foram 8600 os novos alunos a encontrar uma vaga, o que corresponde a uma quebra de 7%. Nas universidades e institutos politécnicos públicos ainda há mais 9000 lugares disponíveis.
Ao todo, foram colocados na 2ª fase do concurso nacional de acesso 10.492 estudantes, de acordo com os resultados divulgados pelo MEC. Destes, 8.602 são novos colocados, ao passo que os restantes são alunos que já tinham encontrado uma vaga na 1ª fase, mas preferiram candidatar-se agora a um curso superior diferente. Em qualquer dos casos, o concurso sofre uma redução do número de colocados em relação ao ano anterior.
Há um ano, encontraram uma vaga no ensino superior, nesta fase do processo, 11.486 estudantes, o que corresponde a mais 994 (8,7%) alunos do que este ano. Se a análise se centrar apenas nos novos colocados, a redução é inferior (6,6%), uma vez que há um ano houve mais 609 estudantes colocados na 2ª fase. Estes resultados contrariam o sucedido na 1ª fase do concurso nacional de acesso, cujos resultados foram conhecidos no início do mês, que teve um total de 37.778 colocados, mais 363 do que em igual período do ano anterior.
Esta redução no número de colocados acontece apesar do aumento do número de candidatos. A 2ª fase tinha mantido a tendência da primeira, com um incremento de 5% de estudantes que pretendiam ingressar no ensino superior. Ao todo, inscreveram-se 18.382 estudantes, mas 101 foram excluídos por não cumprirem os preceitos legais necessários a participarem no concurso. Estes números elevam para 49.694 o total de candidatos ao ensino superior até este momento.
Os estudantes agora colocados devem matricular-se na respetiva instituição de ensino superior a partir desta quinta-feira. O prazo de inscrição termina na segunda-feira, 29 de Setembro.

O curso que colocou mais estudantes na 2ª fase do concurso foi Direito da Universidade de Lisboa, com 89 novos alunos. Seguem-se Engenharia Electrotécnica e de Computadores do Politécnico do Porto (87 colocados), Engenharia Informática do Politécnico de Coimbra (85) e Gestão da Universidade de Lisboa (73). @ PÚBLICO

Sem comentários: