Número total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de maio de 2014

será isto uma espécie de autonomia e de descentralização?

Será que o M.E.C. considera que concentrar os exames dos alunos de 1º ciclo  e de 2º ciclo nas escolas-sede é uma espécie de autonomia e de descentralização? Parece possível?

Este ano, os exames que marcam o fim do 1.º e do 2.º ciclos realizam-se pela primeira vez em Maio e nos mesmos dias. Na segunda-feira, são feitas as provas nacionais de Português – a do 4.º ano às 9h30 e a do 6.º às 14h; na quarta, às mesmas horas e pela mesma ordem, os alunos fazem as provas de Matemática.
“A necessidade de suspender as aulas depende de vários factores – do número de alunos, do tamanho da escola, de esta ser constituída por um edifício único ou por blocos, do número de vigilantes necessários – mas creio que na maior parte dos estabelecimentos não será possível garantir as condições de realização dos exames e as actividades lectivas dos restantes alunos, simultaneamente”, comentou Filinto Lima, da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP). @ PÚBLICO

Sem comentários: