Número total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

até já, Alice, Judite, Lino e Margarida!


A Economia ficou mais manca e a Direção da escola também.
A Direção sente a falta dos braços e da alma da Alice Reis.
Os meninos de Economia sentem falta de quem os embalava e mimava com todo o carinho e dedicação sem descurar o rigor e o profissionalismo.  

Os laboratórios de Física e de Química já não ouvem a voz quentinha que os enchia e que, simultaneamente, os fazia estar atentos. É que o Lino Reis deixou as experiências científicas e dedica-se agora mais à família e ao canto. 

centro maiatrofa ficou mais pobre.
Dali resulta(va) a formação de professores, que já formados estavam em relações humanas pelo trabalho sério e competente da sua diretora. A Judite Cardoso é uma grande profissional e a escola deve-lhe muito, tanto pelo seu trabalho como Diretora do Centro de Formação, como pelo seu empenho como docente e membro da Direção. 

Por último (só porque é a letra M), a Semana das Línguas ressentir-se-á da falta das quiches e dos crepes da Margarida Rebelo, bem como a escola sentirá a sua ausência por já não ter com quem falar daquele livro/filme/autor que tanto aprecia. 

A todos o CRESCER deseja muitas felicidades e um futuro longo e risonho. Já sabem que nos fazem muita falta.
Até já!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

boato ou realidade?


Diz-se por aí que a Câmara da Maia pretende equipar a zona circundante à nossa escola com parquímetros. 

Será verdade?!

O CRESCER não quer acreditar na autenticidade destes rumores e acredita que só pode ser boato. Certamente, ninguém de bom-senso poderia pensar em cobrar estacionamento aos utentes da escola (seriam esses os mais visados por não poderem estacionar no estabelecimento e não terem outra alternativa) que nela passam 8 a 10 horas por dia a trabalhar. 

É tão pouco razoável, tão ridiculamente disparatado, que só pode ser boato!

terça-feira, 29 de outubro de 2013

da blogosfera: as premonições de Natália (Correia)

Não é novo. São palavras de Natália Correia, aqui apresentadas tal como o Murcon as divulgou. Dão que pensar, não?

"A nossa entrada (na CEE) vai provocar gravíssimos retrocessos no país, a Europa não é solidária com ninguém, explorar-nos-á miseravelmente como grande agiota que nunca deixou de ser. A sua vocação é ser colonialista".

"A sua influência (dos retornados) na sociedade portuguesa não vai sentir-se apenas agora, embora seja imensa. Vai dar-se sobretudo quando os seus filhos, hoje crianças, crescerem e tomarem o poder. Essa será uma geração bem preparada e determinada, sobretudo muito realista devido ao trauma da descolonização, que não compreendeu nem aceitou, nem esqueceu. Os genes de África estão nela para sempre, dando-lhe visões do país diferentes das nossas. Mais largas mas menos profundas. Isso levará os que desempenharem cargos de responsabilidade a cair na tentação de querer modificar-nos, por pulsões inconscientes de, sei lá, talvez vingança!"

"Portugal vai entrar num tempo de subcultura, de retrocesso cultural, como toda a Europa, todo o Ocidente".

"Mais de oitenta por cento do que fazemos não serve para nada. E ainda querem que trabalhemos mais. Para quê? Além disso, a produtividade hoje não depende já do esforço humano, mas da sofisticação tecnológica".


"Os neoliberais vão tentar destruir os sistemas sociais existentes, sobretudo os dirigidos aos idosos. Só me espanta que perante esta realidade ainda haja pessoas a pôr gente neste desgraçado mundo e votos neste reaccionário centrão".


"Há a cultura, a fé, o amor, a solidariedade. Que será, porém, de Portugal quando deixar de ter dirigentes que acreditem nestes valores?"

"As primeiras décadas do próximo milénio serão terríveis. Miséria, fome, corrupção, desemprego, violência, abater-se-ão aqui por muito tempo. A Comunidade Europeia vai ser um logro. O Serviço Nacional de Saúde, a maior conquista do 25 de Abril, e Estado Social e a independência nacional sofrerão gravíssimas rupturas. Abandonados, os idosos vão definhar, morrer, por falta de assistência e de comida. Espoliada, a classe média declinará, só haverá muito ricos e muito pobres. A indiferença que se observa ante, por exemplo, o desmoronar das cidades e o incêndio das florestas é uma antecipação disso, de outras derrocadas a vir".


Todas as citações foram retiradas do livro "O Botequim da Liberdade", de Fernando Dacosta.
publicado em Murcon

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

hoje, o dia não vai ser tão perfeito!


Compositor, cantor, guitarrista, líder dos Velvet Underground, Lou Reed, um dos mais inventivos e influentes criadores da música popular americana da segunda metade do século XX, morreu este domingo aos 71 anos em Long Island, Nova Iorque. As causas da morte ainda não foram divulgadas, mas é provável que não sejam alheias ao transplante de fígado a que o músico nova-iorquino se submeteu em Maio.
Os últimos 50 anos de música rock seriam algo bastante diferente sem ele, algo que só poderia dizer-se com idêntica propriedade de um conjunto muito restrito de músicos. No final dos anos 1960, com os Velvet Underground, Lou Reed, diz o seu obituário na revista Rolling Stone, “casou beleza e barulho, ao mesmo tempo que trazia toda uma nova honestidade lírica ao rock’n roll”.

sábado, 26 de outubro de 2013

mudança da hora



Em conformidade com a legislação, a hora legal em Portugal continental será atrasada  60 minutos às 2 horas de tempo legal (1 hora UTC) do dia 27 de outubro.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

VER, OUVIR e APRENDER (com os Minions)

Fiquem com este vídeo "épico". Vejam e revejam em loop, pois é delicioso!
Bom fim de semana!                              

texto de autor: felicidade

Hoje dia 20 de outubro, vivenciei um acontecimento que me emocionou a mim e aos meus colegas de equipa. Às 4.30 da tarde, o jogo em que participamos terminou com uma vitória do nosso clube por um ponto. Foi um jogo difícil contra a Juventude Pacense, que acabou por nos ser favorável e nos manter invictos.
Para mim não foi um jogo fácil porque joguei pouco tempo. Desta vez não fui opção para o treinador e isso deixou-me de tal modo irritado que só consegui vibrar com o resultado mesmo no final. A alegria dos meus colegas, o espírito de equipa e as cores do clube falaram mais alto e consegui abstrair-me da minha irritação.
O momento que se seguiu contribuiu ainda mais para que eu me apercebesse de que estava realmente a reagir de forma errada. No nosso banco, estava um elemento, irmão de um colega nosso, que tem Trissomia 21 e que acompanha muitos jogos. Para ele era um dia especial porque fazia 21 anos. No clube temos uma tradição, quem faz anos ou se estreia a jogar ou “vai ao túnel”. O túnel consiste na formação de duas filas paralelas por onde o jogador passa e vai levando umas valentes palmadas nas costas, cumprindo assim a sua praxe.
Hoje foi a vez do Luís que, não sendo jogador do clube, é um elemento por quem temos um enorme carinho. Formamos o túnel, e ele passou a correr para um lado e para o outro com um grande sorriso de felicidade estampada no rosto. A felicidade nos olhos dele, da mãe, do pai e do irmão ao verem a sua alegria emocionou-nos a todos.
Este momento levou-me a pensar. Nós ficamos aborrecidos por coisas tão pequenas! Com a derrota do nosso clube, com a namorada que terminou a relação, por não termos sempre aquilo que queremos... Mas não nos lembramos que há pessoas que são felizes com coisas simples, como a amizade e a atenção e que nunca poderão experimentar o mesmo que nós.
Será que vale mesmo a pena zangar-me, irritar-me por tão pouco?

Obrigado, Luís, sem querer fizeste-me perceber que estava a agir de forma errada! Que tenhas um dia muito feliz!
André Vilarinho Castro*
*Tem 15 anos, frequenta o 10º ano, e escreveu este texto ao Luís no dia em que ele fez 21 anos.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

foi o "Dia do Diploma"

Foi o Dia do Diploma.
A Escola esperou ansiosa por eles. E eles foram chegando. Não todos, porque outubro é um tempo em que os afazeres já são muitos. 
Ficou um auditório "compostinho". 
Pretendia-se uma cerimónia com a formalidade que estas circunstâncias merecem.
Não foi possível.
O reencontro fez com que as palavras jorrassem, joviais, sem contenção.
 A Dra. Manuela Barbosa, subdiretora do Agrupamento, fez as honras de abertura, disse as palavras de circunstância e os diretores de turma entregaram os diplomas. 
Fez-se fila para receber os PIA (Processos Individuais dos Alunos) enquanto se gravavam nos olhares imagens da escola, através de uma coreografia dançada pelos alunos do grupo de Desporto Escolar, registadas em vídeo.
Por último, e para premiar os meninos e deixar neles uma imagem doce da escola, serviu-se um bolo comemorativo acompanhado de um suminho.

A porta da escola viu-os sair, felizes e orgulhosos dos seus percursos. 
Eles sabem que essa mesma porta estará sempre aberta para os receber.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

ensino vocacional "chumbado"?

Este vídeo da RTP é conclusivo: os docentes do ensino vocacional asseguram que os cursos não vão de encontro às necessidades dos alunos. 
O CRESCER gostava de conhecer a sua opinião.

Captura de tela 2013-10-22 às 22.01.14.png



terça-feira, 22 de outubro de 2013

Programa de Rescisão por Mútuo Acordo de Docentes

Rescisão amigável? Mesmo, mesmo?
A pedido de alguns dos nossos leitores, o CRESCER disponibiliza aqui o documento que o MEC apresentou aos sindicatos: a Proposta de Programa de Rescisões por Mútuo Acordo de Docentes integrados na Carreira.

Aqui se disponibiliza, também, o comunicado do MEC:

O Ministério da Educação e Ciência enviou para as diferentes organizações sindicais, nos termos da legislação aplicável, uma proposta de diploma para negociação, que regulamentará o Programa de Rescisões por Mútuo Acordo de Docentes integrados na Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário, dos estabelecimentos de educação ou de ensino dependentes do Ministério da Educação e Ciência, estabelecendo, entre outras, a sua duração, os requisitos e as condições específicas a aplicar ao processo do acordo da rescisão por mútuo acordo.
A adesão ao Programa é exclusivamente voluntária, tendo assim, por princípio, a manifestação da vontade expressa do docente. A abertura desta possibilidade aos professores representa um encargo superior ao de outras categorias da Função Pública, uma vez que se trata de uma categoria com salários elevados.
Para os professores pertencentes aos grupos de recrutamento em maior risco de ficarem sem componente letiva, estão previstas contrapartidas superiores às oferecidas aos demais grupos de recrutamento. A bonificação máxima para os professores é igual à bonificação máxima para a demais função pública, aplicando-se bonificações diferenciadas de acordo com o grupo de recrutamento, que é uma característica própria da profissão de professor, e a idade, tal como na restante função pública.
A rescisão por mútuo acordo, a ocorrer, produzirá efeitos, relativamente aos docentes que à data da notificação se encontrem sem componente letiva, a partir do primeiro dia do mês seguinte ao da notificação. Para os professores que tenham componente letiva atribuída, a produção de efeitos verificar-se-á a partir do dia 1 de setembro de 2014.

8ª edição do concurso nacional de leitura



A 18 de Outubro de 2013, o Plano Nacional de Leitura dá início ao Concurso Nacional de Leitura (CNL) 2013–2014 que decorre entre esta data e o final do mês de Junho de 2014. 

Tal como em anos anteriores e levando em conta a intenção de promover a leitura nas escolas, o Plano Nacional de Leitura, em articulação com a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas e com a Rede das Bibliotecas Escolares, promove, no ano letivo de 2013/ 014, a 8ª Edição do Concurso Nacional de Leitura.

A participação no concurso está aberta  aos alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário.

Como princípio geral orientador do CNL está o prazer de ler, pretendendo-se estimular nos concorrentes o gosto pela leitura e o contacto com os livros.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Dia do Diploma: 23 de outubro, pelas 18 horas

Marcada que está a data para a realização do Dia do Diploma - 23 de outubro, pelas 18:00 horas - o CRESCER pretende ajudar à divulgação deste evento junto dos alunos que concluíram o 12º ano no ano letivo transato. 

Estão convidados a estarem presentes nesta cerimónia de entrega dos diplomas os alunos que concluíram o 12º ano e respetivos diretores de turma.

O CRESCER agradece aos seus leitores que partilhem esta informação e que assim se consiga avisar o maior número de visados.

ponha aí o seu... recibo de vencimento

051013a


sexta-feira, 18 de outubro de 2013

CONHECER, LER e OUVIR (cem anos de Vinicius de Moraes)


Vinicius faria 100 anos
Vinícius de Moraes (Rio de Janeiro, 19 de outubro de 1913 — 9 de julho de 1980) foi um diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro.
Vinicius de Moraes
Poeta essencialmente lírico, o que lhe renderia a alcunha "poetinha", que lhe teria atribuído Tom Jobim, notabilizou-se pelos seus sonetos. Conhecido como um boémio inveterado, fumador e apreciador do uísque, era também conhecido por ser um grande conquistador. O poetinha casou-se nove vezes ao longo de sua vida. 
A sua obra é vasta, passando pela literatura, teatro, cinema e música. No campo musical, o poetinha teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra.
Site reúne obras de Vinicius
A VM Cultural, responsável pelos direitos autorais de Vinicius de Moraes, anunciou o lançamento do novo site www.viniciusdemoraes.com.br em comemoração aos 100 anos do poeta. A página reúne fotos - inclusive imagens inéditas, discografia, prosa, críticas, textos teatrais e canções. O site entrará no ar no dia 19 de outubro - dia em que o poeta completaria o centenário. O desejo de toda a família é que o ano do centenário de Vinicius seja de exaltação ao amor, à generosidade e à verdade com que o poeta viveu e o site certamente irá colaborar com isso.
LER
Chega de Saudade

Vai, minha tristeza, e diz a ela
Que sem ela não pode ser
Diz-lhe, numa prece, que ela regresse
Porque eu não posso mais sofrer

Chega de saudade, a realidade é que sem ela
Não há paz, não há beleza
É só tristeza e a melancolia
Que não sai de mim, não sai de mim, não sai

Mas, se ela voltar, se ela voltar
Que coisa linda, que coisa louca
Pois há menos peixinhos a nadar no mar
Do que os beijinhos que eu darei na sua boca

Dentro dos meus braços
Os abraços hão de ser milhões de abraços
Apertado assim, colado assim, calado assim
Abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim

Que é pra acabar com esse negócio de viver longe de mim
Não quero mais esse negócio de você viver assim
Vamos deixar desse negócio de você viver sem mim
                                                              Vinicius de MoraesOUVIREscute agora o poema acima apresentado, interpretado por Tom Jobim.  
Obrigado, Vinicius, por tanto amor, generosidade, poesia, verdade e amor!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

exemplo de salários da FP em 2014

tvi salários
imagem TVI
Exemplo de um casal de funcionários públicos, a receber cada um 1500€ por mês. Num ano, o casal fica a receber em 2014 menos 6470€ do que em 2010.

Por sua vez, a Rádio Renascença deu a conhecer um Simulador para poder calcular o seu salário com os cortes. É só escrever os dados e, depois, aguardar pela "surpresa"!


divulgação

Já deve ter visto esta imagem    nos autocolantes dos computadores da escola.

É o logotipo do CRESCER, jornal da escola, com publicações diárias, que poderá acompanhar no blogue ou na página oficial do Facebook.

O CRESCER tem servido não só para divulgar as atividades da escola, como também para informar sobre questões de Educação e da atualidade em geral, do país e do mundo. Agora em formato digital, conta com a colaboração de todos e aguarda os textos que lhe queiram enviar, acompanhados de fotos das atividades, para este endereço de onde lhe escreve.

Ler jornais é saber mais. Com o CRESCER, muito mais.

Partilhe. Colabore. Seja "seguidor" e amigo do CRESCER.

Obrigado!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

16 de outubro: dia mundial da alimentação

Em tempos de tantas dificuldades, há muito desperdício na nossa alimentação.
Veja o vídeo e reflita sobre como se pode ser mais consciente.
               

terça-feira, 15 de outubro de 2013

saiba como vão ficar os salários na função pública


O Governo quer aplicar em 2014 um corte salarial aos funcionários públicos que afecta pela primeira vez todos aqueles que ganham entre 600 e 1500 euros e que duplica a penalização imposta aos que ganham entre 1500 e 2500 euros.



De acordo com uma versão da proposta de Orçamento do Estado para 2014 a que o PÚBLICO teve acesso, a redução remuneratória será, para os salários brutos (antes de qualquer corte) entre 600 e 2000 euros, situada entre 2,5% e 12%. A partir dos 2000 euros, o corte que se aplica à totalidade do salário fixa-se em 12% (ver tabela).


Isto significa que, em relação ao corte actualmente em vigor – que poupava os salários abaixo de 1500 euros e que se situava entre 3,5% e 10% para os salários acima, se verifica um acréscimo da penalização para a generalidade dos funcionários.
Os funcionários que ganham em termos brutos entre 600 e 1500 euros passam a estar sujeitos a um corte. Estão nesta situação pelo menos 170 mil funcionários.
Para os funcionários que ganham entre 1500 e 2500 euros, o corte aplicado mais do que duplica. Por exemplo para um salário bruto de 2000 euros, este ano o corte remuneratório foi de 3,5%, correspondente a 70 euros. Em 2014, o corte salta para 12%, ou seja, 240 euros.
O corte terá, mais uma vez, um carácter temporário. No entanto, na proposta, o Governo já anuncia quando surgirá a versão definitiva dos cortes ao afirmar que “durante o ano de 2014 será revista a tabela remuneratória única, por portaria do Primeiro-Ministro e do membro do Governo responsável pela área das finanças”. @ PÚBLICO

ainda acha que não precisa de um arquiteto?


texto de autor: o que nos espera

Os portugueses estão a poucas horas de conhecerem os pormenores de um Orçamento do Estado crítico para o futuro próximo do País, que está nas ruas há semanas, com informações e contra-informações e que, no mínimo, assusta os mais corajosos.
Os portugueses estão a poucas horas de conhecerem os pormenores de um Orçamento do Estado crítico para o futuro próximo do País, que está nas ruas há semanas, com informações e contra-informações e que, no mínimo, assusta os mais corajosos. Não só por uma austeridade que seria sempre necessária, por um enorme corte de despesa pré-anunciado, mas sobretudo porque o Governo dá sinais de desorientação, sem rumo e só com uma preocupação, a de cortar a eito, para responder à ‘troika' e aos mercados.
O episódio em torno das pensões de sobrevivência é um bom exemplo de uma má prática governativa, que esconde muito mais do que ‘apenas' uma má comunicação política. Antes fosse. Como é que é possível que o vice-primeiro-ministro interrompa um Conselho de Ministros de dezenas de horas para fazer uma conferência de imprensa sobre uma medida que vale 100 milhões de euros!? O défice de 2013, de 5,5% do PIB, vale cerca de nove mil milhões de euros.
Só há uma explicação possível: depois da fuga de informação para a TSF - que fez o seu trabalho, claro - a medida de 100 milhões valia muito mais, valia a reputação de um líder ‘irrevogável' do CDS que obrigou a ministra das Finanças a prestar-se, outra vez, ao papel de ‘ajudante', sem direito a palavra. Só para a comprometer politicamente. Ainda por cima, para anunciar uma decisão que não afecta praticamente ninguém, depois do caos de uma semana de incerteza para centenas de milhar de pensionistas. É neste ambiente dentro da coligação que se pressente uma desorientação política. Se não há desorientação, os ministros disfarçam muito bem.
O calendário acelerou, o tempo do Governo encurtou-se. Mas, no meio desta confusão, há um mérito: a discussão voltou a centrar-se na despesa pública, e esse é o problema, o excesso de despesa, e os cortes nos salários da função pública e nas pensões, porque consomem mais de 70% da despesa. Já está anunciado um outro corte, o das pensões da Caixa Geral de Aposentações, em média de 10%, mas não se sabe como é que vai ser articulado com outras decisões, uma decisão que vale 740 milhões de euros. E os cortes nos salários dos trabalhadores do Estado entre os 2,5% e os 12% a partir dos dois mil euros brutos de salários, esses, vão substituir uma nova tabela salarial na Função Pública prometida em Maio e que acabou numa gaveta, e não foi por causa do Tribunal Constitucional, para garantir pelo menos mais 500 milhões de euros.
É evidente que o Governo acabaria por chegar aos cortes de despesa, mas chega tarde, de rastos do ponto de vista político e no auge da conflitualidade social. E nem sequer consegue capitalizar as notícias de estabilização da economia, nem as poucas medidas de estímulo ao investimento, como a descida do IRC em dois pontos percentuais, que também constam do Orçamento do próximo ano.
O Governo, agora, não tem tempo, pode queixar-se da instabilidade causada por um colectivo de juízes do Tribunal Constitucional que decidiu proteger a falência do Estado a viabilizar uma saída para a crise financeira, mas deve queixar-se também de si próprio.
Se o primeiro-ministro falhar, é o Governo que falha, não é o País, o País sofrerá as consequências desse falhanço. Por isso se percebe a pressa. O Governo tem de convencer os credores, institucionais e privados, de que estará em condições de regressar aos mercados, de se financiar de forma autónoma, mesmo com a ‘rede' do BCE, a partir de meados do próximo ano. E isso é a principal preocupação do Orçamento do Estado que vamos conhecer hoje em detalhe. Portugal teria de ter, mesmo, um orçamento com corte de despesa, mas, agora, não é a qualidade da reforma do Estado, é a quantidade dos cortes, que têm mesmo de ser realizados, que está em causa. Se o Tribunal Constitucional deixar. 
António Costa @ Económico

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

o nobel de economia foi para...

Os vencedores no Nobel de economia
os três norte-americanos laureados pelo Nobel
A Real Academia de Ciências sueca distinguiu Robert J. Shiller , Eugene F. Fama e Lars Peter Hansen com o Prémio Nobel da Economia, justificando a escolha pelo trabalho dos três economistas na “análise empírica sobre os preços dos activos”. São todos norte-americanos, sendo que Shiller é da Universidade de Yale e os outros dois da Universidade de Chicago. 

Os estudos publicados e as conclusões atingidas sobre como se pode compreender e prever a evolução dos preços dos activos nos mercados financeiros justificam a escolha deste ano para o prémio.

o fim do GAVE (ups!)


Este cartoon do Antero é esclarecedor. Iraças a ele, percebemos tudo. Iostamos!
250913a

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

palácios portugueses no Google Art Project


A coleção do Google Art Project está maior e mais portuguesa. Deste enorme catálogo de arte digital que, desde o seu lançamento em 2011, tem vindo a quebrar barreiras geográficas, fazem agora parte os palácios nacionais de Sintra e de Queluz.

Estes são assim os primeiros palácios portugueses a entrar nesta plataforma, disponibilizando gratuitamente e em alta resolução imagens de 64 obras das suas coleções, algumas delas classificadas como Bens de Interesse Nacional (a mais alta classificação no património móvel).

o prémio nobel da paz foi para...

Estos eran los postulados al Premio Nobel de La PAZ
estes eram os nomeados
A Organização para a Proibição das Armas Químicas é distinguida com o Nobel da Paz pelo papel que desempenha no combate a este tipo de armamento, com grande relevância para os últimos meses, na Síria.
Peritos da organização, sediada em Haia, estão na Síria, apoiados pela ONU, a tratar da destruição das armas químicas do regime de Assad, após um ataque com gás sarin que matou cerca de 1400 pessoas, em agosto.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

o prémio nobel da literatura foi para...

 
Nobel da Literatura para escritora canadiana
Alice Munro

Na corrida ao prémio da Literatura a escritora canadiana Alice Munro, 82 anos, chegou em primeiro lugar à meta e é a laureada deste ano.
O nome de Alice Munro foi anunciado ao meio-dia (hora portuguesa) pelo secretário da Academia de Ciências Sueca no histórico edifício da Bolsa, na baixa de Estocolmo.
Alice Munro, que era apontada como uma das favoritas, escreve sobretudo contos, um género que raramente foi distinguido pelo comité Nobel.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

o prémio nobel da química foi para...

Martin Karplus, Michael Levitt e Arieh Warshel foram pioneiros no uso de modelos de computador que espelham as reações químicas Foto: AP

O prémio Nobel da Química 2013 foi atribuído a modelos informáticos que permitem desenvolver processos químicos complexos.
Os vencedores do prémio Nobel da Química 2013 foram os cientistas Martin Karplus, da Áustria, Michael Levitt, do Reino Unido e Arieh Warshel, de Israel, distinguidos pela Real Academia Sueca das Ciências.
A homenagem deveu-se ao desenvolvimento de «modelos multi-escala» em informática, que permitem importantes avanços químicos no mundo. Os programas de computação poderão ser utilizados por farmacêuticos e engenheiros químicos, para o domínio de processos complexos.
O austríaco Karplus, de 83 anos de idade, trabalhou nas Universidades de Estrasburgo, em França, e de Harvard, nos EUA. O britânico Levitt, de 66 anos de idade, colaborou com a Universidade de Stanford, EUA, o Instituto Weizmann de Ciência e o Laboratório de Biologia Molecular da Universidade de Cambridge. Warshel, de 83 anos de idade, é bioquímico e biofísico especialista em simulação computacional e trabalhou na Universidade da Califórnia do Sul, nos EUA.
@ JD

terça-feira, 8 de outubro de 2013

escola colorida

Mais uma vez, a escola está colorida pelas mãos dos nossos artistas. Ora vejam:

o prémio nobel da física foi para...

Peter Higgs «deslumbrado» por receber o Nobel da Física
Peter Higgs
"Estou deslumbrado por receber este prémio e queria agradecer à Real Academia Sueca", disse Higgs, de 84 anos, num comunicado divulgado pela Universidade de Edimburgo.
"Queria também dar os parabéns a todos os que contribuíram para a descoberta desta nova partícula e agradecer à minha família, amigos e colegas pelo seu apoio. Espero que este reconhecimento da ciência fundamental ajude a sensibilizar para o valor desta investigação".
O Prémio Nobel da Física foi hoje atribuído ao belga François Englert e ao britânico Peter Higgs pelo seu trabalho sobre o Bosão de Higgs, uma partícula considerada elementar, anunciou o júri.@ DD
.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

o prémio nobel da medicina foi para...

Dois americanos e um alemão ganham Nobel de Medicina
Rothman, Schekman e Südhof

O Prémio Nobel da Medicina 2013 foi atribuído aos norte-americanos James E. Rothman e Randy W. Schekman e ao alemão Thomas C. Südhof, distinguindo a sua descoberta sobre a forma como as células organizam o seu sistema de transporte.
O anúncio foi feito esta manhã em Estocolmo pelo Comité Nobel. Os três cientistas trabalham em universidades norte-americanas e foram distinguidos pelas suas investigações sobre o mecanismo de transporte que permite que as hormonas, enzimas e outras substâncias sejam transportadas no momento exato para o local certo dentro da célula.


James E. Rothman tem 62 anos e é professor na Universidade de Yale, Randy W. Schekman tem 64 anos e trabalha na Universidade da Califórnia, Berkeley. Thomas C. Südhof tem 57 anos e está na Universidade de Stanford desde 2008.

A Escola: (também) um espaço de afectos


Cabeçalho da página

A Escola: (também) um espaço de afectos

Ana Maria Andeiro Granja, Nilza Costa, José Rebelo

Esta publicação tem a colaboração de uma professora da nossa escola, Ana Granja. O CRESCER considera que importa conhecer o texto, sobretudo porque alguém dos "nossos" opina sobre como vê e sente a escola. 
Fica um pequeno excerto para motivar a leitura. Poderão ler o texto na íntegra, na ligação abaixo.

"Um conhecido cantor português, interrogado sobre as suas origens, respondeu da seguinte forma: “é possível tirar um gajo da Brandoa, mas não é possível tirar a Brandoa de um gajo.” Todos ganharíamos se esta verdade insofismável fosse tida em conta na relação pedagógica que estabelecemos com os nossos alunos! Os processos de aprendizagem são indissociáveis das suas trajectórias prévias, das suas vivências. Enquanto continuarmos a ignorar as “Brandoas” de cada um, a Educação não deixará de ser uma experiência asséptica, fria e estandardizada, que se estranha porque não se entranha."
Texto Completo: PDF

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

IR (outono em Serralves)



6 de outubro de 2013
Entrada gratuita10h00-19h00

Celebre a chegada do outono em Serralves num dia especial para viver em família
A 5ª edição desta festa renova o convite para reavivar antigas tradições e costumes desta época, com saberes e práticas ancestrais ligados à tradição rural revividos no contexto contemporâneo de Arte e Paisagem que é Serralves.
O prado e a quinta são o palco privilegiado para toda a animação, e o jardim Maria Nordman o local ideal para trazer o tradicional cesto e piquenicar durante o dia. 

Um programa com atividades para todas as idades
Participe numas das muitas oficinas: ora dedicadas à descoberta da biodiversidade no Parque, ora dedicadas à celebração do outono.
Há contadores de histórias e cantares tradicionais e a projeção dos documentários da série "Há Vida em Serralves”. Há exposições e há música com "Instrumentos imaginários” de Victor Gama, a atuação de Norberto Lobo e um concerto único de Braima Galissa, tocador de Kora - a harpa africana de 22 cordas. 
No teatro,  a peça "Une Brique Dans Le Ventre" de Luciano Amarelo e Olivier Luppens, "Arre!” - peça para dois burros e dois atores, e ainda a "Caravana Penélope” de O Teatro Mais Pequeno do Mundo. 
Consulte o programa detalhado brevemente também no destaque da aplicação mobile de Serralves.

4 de outubro: dia mundial do animal


Dia Mundial do Animal celebra-se anualmente a 4 de Outubro.

A data foi escolhida em 1931 durante uma convenção de ecologistas em Florença. A escolha teve em conta o facto do dia 4 de outubro ser o dia de São Francisco de Assis, o santo padroeiro dos animais.

 No dia 4 de outubro celebra-se também o Dia do Médico Veterinário.


 

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

estatuto social dos professores em Portugal entre os mais baixos do mundo


[prof.jpg]
Estudo pioneiro avalia atitude das sociedades de 21 países em relação aos seus docentes e sistema educativo. Portugueses estão no último terço da tabela.

Os portugueses têm uma confiança moderada no seu sistema de ensino e a maioria não quer que os seus filhos sejam professores. Estas são duas das conclusões do primeiro estudo internacional que compara as atitudes em relação aos docentes em todo o mundo. Portugal é um dos países em que o estatuto social dos professores é mais baixo, situando-se no último terço do ranking divulgado nesta quarta-feira. (...) Os portugueses mostram também uma confiança “moderada” no seu sistema de educação – ainda assim com melhores resultados que estados como a Alemanha, Itália, França, Espanha e Grécia –, mas dão nota positiva aos professores, a quem atribuem um nível de confiança de 6,5 (numa escala de 10), o segundo mais alto a nível europeu. “Isto sugere que Portugal deposita maior confiança nos seus professores do que no sistema de ensino”, salientam os autores. @ PÚBLICO


quarta-feira, 2 de outubro de 2013

número de doutoramentos aumentou 17,9% num ano

O número de doutoramentos registados e reconhecidos em Portugal tem vindo a crescer de modo sustentado nos últimos 12 anos. É esta a principal conclusão dos resultados do Inquérito ao Registo Nacional de Temas de Tese de Doutoramento Concluídos 2012 (Renates 2012), relativo ao ano de 2012, publicado agora pela Direção Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC).
Nos últimos doze anos, Portugal viu aumentar o total de teses de doutoramento registadas de 860 em 2000 para 2209 em 2012. Este aumento mostra o crescimento do tecido científico nacional, e indica a valorização que é dada à formação avançada a nível profissional. A tendência de crescimento está presente em todos os anos - no último ano do estudo, 2012, o número de doutoramentos cresceu 19,7% em relação ao ano de 2011. (Leia tudo aqui)
O CRESCER deixa a questão: investimento ou ocupação?

terça-feira, 1 de outubro de 2013

dia 1 de outubro: dia mundial da música

O Dia Mundial da Música comemora-se anualmente a 1 de outubro.
A data foi instituída em 1975 pelo International Music Council, uma instituição fundada em 1949 pela UNESCO, que agrega vários organismos e individualidades do mundo da música.
Neste dia decorrem vários concertos, em todo o país, de forma a celebrar o Dia Mundial da Música. Procure-os e vá assistir a um deles. Se não, dê a si mesmo um pouco do seu tempo e escute a música que o CRESCER escolheu para celebrar este dia.
                              
A parte boa da música é que quando ela te atinge, não sentes dor alguma. (Bob Marley)
A música não mente. Se há algo que tem de ser mudado neste mundo, apenas poderá acontecer através da música. (Jimi Hendrix)
A vida, sem música, seria um erro. (Friedrich Nietzsche)
A música pode mudar o mundo porque pode mudar as pessoas. (Bono)
Onde as palavras falham, a música fala. (Hans Christian Andersen)
A música é uma forma de arte que transcende a linguagem. (Herbie Hancock)

parecem bonecos de peluche mas são de carne e osso e nasceram num centro de investigação da China

Os 14 pandas bebés mostrados em público AFP
Símbolo de uma espécie em risco de extinção, o panda-gigante só existe no habitat natural em algumas regiões montanhosas da China. E, em cativeiro, a reprodução dos pandas também é difícil, mesmo com o avanço das técnicas de inseminação artificial e dos conhecimentos da biologia destes apreciadores de rebentos de bambu. Por isso, o nascimento de pandas, como aconteceu agora na China, é sempre um motivo de festa.