Número total de visualizações de página

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

CONHECER, LER e OUVIR (cem anos de Vinicius de Moraes)


Vinicius faria 100 anos
Vinícius de Moraes (Rio de Janeiro, 19 de outubro de 1913 — 9 de julho de 1980) foi um diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro.
Vinicius de Moraes
Poeta essencialmente lírico, o que lhe renderia a alcunha "poetinha", que lhe teria atribuído Tom Jobim, notabilizou-se pelos seus sonetos. Conhecido como um boémio inveterado, fumador e apreciador do uísque, era também conhecido por ser um grande conquistador. O poetinha casou-se nove vezes ao longo de sua vida. 
A sua obra é vasta, passando pela literatura, teatro, cinema e música. No campo musical, o poetinha teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra.
Site reúne obras de Vinicius
A VM Cultural, responsável pelos direitos autorais de Vinicius de Moraes, anunciou o lançamento do novo site www.viniciusdemoraes.com.br em comemoração aos 100 anos do poeta. A página reúne fotos - inclusive imagens inéditas, discografia, prosa, críticas, textos teatrais e canções. O site entrará no ar no dia 19 de outubro - dia em que o poeta completaria o centenário. O desejo de toda a família é que o ano do centenário de Vinicius seja de exaltação ao amor, à generosidade e à verdade com que o poeta viveu e o site certamente irá colaborar com isso.
LER
Chega de Saudade

Vai, minha tristeza, e diz a ela
Que sem ela não pode ser
Diz-lhe, numa prece, que ela regresse
Porque eu não posso mais sofrer

Chega de saudade, a realidade é que sem ela
Não há paz, não há beleza
É só tristeza e a melancolia
Que não sai de mim, não sai de mim, não sai

Mas, se ela voltar, se ela voltar
Que coisa linda, que coisa louca
Pois há menos peixinhos a nadar no mar
Do que os beijinhos que eu darei na sua boca

Dentro dos meus braços
Os abraços hão de ser milhões de abraços
Apertado assim, colado assim, calado assim
Abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim

Que é pra acabar com esse negócio de viver longe de mim
Não quero mais esse negócio de você viver assim
Vamos deixar desse negócio de você viver sem mim
                                                              Vinicius de MoraesOUVIREscute agora o poema acima apresentado, interpretado por Tom Jobim.  
Obrigado, Vinicius, por tanto amor, generosidade, poesia, verdade e amor!

1 comentário:

Marta disse...

Gosto tanto!