Número total de visualizações de página

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

"job of my life"???


O Programa “Job of my life” prevê bolsas de 800 euros/mês para frequentar um curso do sistema dual e um curso gratuito de alemão.
Se está desempregado e tem entre 18 e 35 anos esta pode ser a sua oportunidade. É um programa inovador que é a porta de entrada certa para quem quer ir trabalhar para a Alemanha. Uma bolsa de formação que pode chegar aos 800 euros por mês, um curso intensivo gratuito de alemão e um emprego garantido no final da formação. Estas são as condições oferecidas aos portugueses destas idades que queiram ir para a país. Os jovens não licenciados terão que frequentar os cursos do sistema dual. A formação, com a duração de três anos, prevê que a semana de formação seja repartida na sala de aula e no estágio em empresas. No final deste curso os jovens poderão obter um emprego nas empresas em que estagiaram ou noutras companhias.
Mas o programa prevê ainda outra porta de entrada no mercado de trabalho alemão onde existem 800 mil oportunidades de emprego. A partir do próximo dia 19, as autoridades alemãs iniciam um ‘road show' pelas cidades portugueses (ver calendário) para apresentar o programa e receber candidaturas. Uma iniciativa a que chamaram "Welcome to Germany Tour 2013". Este é um pedido urgente de mão-de-obra, porque prevê-se que os jovens entrem nos cursos duais já a partir de Setembro.
Para responder à falta de quadros especializados, a Alemanha está a lançar um programa massivo para atrair estudantes e jovens trabalhadores de Portugal, Espanha, Itália e Grécia. Chama-se "The job of my life" o portal onde poderá obter todas as informações de que precisa para se candidatar. E o convite a participar não podia ser mais claro: "A Alemanha precisa de jovens trabalhadores motivados. Esta é a oportunidade de aprender uma profissão com futuro e ter um bom salário", escreve-se na apresentação do programa.
As áreas elétricas, mecânicas e do turismo são as que têm maior necessidade de quadros, explicou ao Económico Grit Luderitz, a responsável pela implementação do programa em Portugal. No caso dos jovens licenciados a maior procura é nas áreas de engenharia, especialistas em tecnologias de informação, turismo, trabalhadores técnicos e na área da saúde.
O programa prevê "um curso gratuito de língua alemã em Portugal", explica Dorothea Klenke-Gerdes, vice-diretor do Instituto em Lisboa. Poderão concorrer ao programa jovens licenciados. Basta estarem desempregados e registados no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP). @ Económico

Sem comentários: