Número total de visualizações de página

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

OUVIR, LER e VER (a luz)

OUVIR
Chico Buarque, Vida


LER
Regresso devagar ao teu 
sorriso como quem volta a casa. Faço de conta que 
não é nada comigo. Distraído percorro 
o caminho familiar da saudade, 
pequeninas coisas me prendem, 
uma tarde num café, um livro. Devagar 
te amo e às vezes depressa, 
meu amor, e às vezes faço coisas que não devo, 
regresso devagar a tua casa, 
compro um livro, entro no 
amor como em casa. 

Manuel António Pina, in "Ainda não é o Fim nem o Princípio do Mundo. Calma é Apenas um Pouco Tarde"

VER

"Nostalgia da Luz" (2010) de Patricio Guzmán


No Chile, a três mil metros de altitude, astrónomos provindos do mundo inteiro reúnem-se no deserto de Atacama para observar as estrelas. Porque aí, a transparência do céu é tal que permite ver até aos confins do Universo. Também é um lugar em que a secura do solo conserva intactos os restos humanos - os de múmias, de exploradores e de mineiros. E também os ossos dos prisioneiros políticos mortos durante a ditadura. Enquanto os astrónomos exploram as galáxias mais afastadas em busca da eventual existência de vida extraterrestre, diante dos observatórios, um grupo de mulheres remove as pedras à procura dos parentes desaparecidos.

Sem comentários: