Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Professores sem horário em atividades de combate ao abandono escolar

O ministro da Educação e Ciência anunciou esta terça-feira a possibilidade de os professores sem horários e contratados serem colocados nas escolas, em atividades que fazem parte de um pacote de medidas para o sucesso e prevenção do abandono escolar.
"Estamos em crer que haverá espaço para todos eles e para mais", afirmou Nuno Crato em conferência de imprensa, salientando que o ministério quer que "todos os professores com horário zero contribuam para o sucesso escolar".
Nuno Crato afirmou esperar que as medidas sejam apoiadas por "toda a comunidade educativa", afirmando que esta "melhor afetação de recursos" não surge em reação a um número elevado de professores sem horário, sobre o qual recusou "especular".
O ministro afirmou que docentes de Educação Visual e Tecnológica podem lecionar disciplinas dessa área no 3.º ciclo, os das Tecnologias da Informação e Comunicação podem fazer manutenção do Plano Tecnológico da Educação e docentes de vários grupos podem ser colocados em "atividades de expressão artística".
Nuno Crato anunciou também a criação de um sistema de módulos para as disciplinas do Básico e Secundário para alunos com mais de 16 anos e afirmou que as escolas devem também oferecer "percursos curriculares alternativos" adaptados aos perfis e capacidades de cada aluno.
As turmas do ensino profissional também poderão ser desdobradas na formação específica e técnica, de acordo com os recursos de cada escola". @JN

Sem comentários: