Número total de visualizações de página

sábado, 14 de julho de 2012

mal estar e angústia nas escolas

Terminou ontem, dia 13 de julho, a fase da indicação dos professores dos quadros que mantêm a componente letiva (primeira disponibilização). A partir do dia 16 de julho, segunda-feira, e até dia 20 de julho, os docentes dos quadros informados pelas escolas de que não têm, à data, componente letiva são obrigados a concorrerem a Destacamento por Ausência de Componente Letiva (DACL).
Na primeira fase, a indicação da componente letiva dos docentes foi feita de acordo com os dados disponíveis à data, sendo que, na dúvida de existência ou não de componente letiva para atribuir ao docente, este foi indicado na aplicação informática.
Numa segunda fase, aquando do carregamento de horários, será novamente disponibilizada a aplicação para que as escolas possam corrigir os dados inseridos e assim retirar os docentes que as escolas venham a confirmar ter componente letiva para lhes atribuir.

Na sequência destes procedimentos e diretivas as direções dos agrupamentos informaram milhares de docentes dos quadros de que deverão ser opositores ao Concurso DACL pelo facto de não terem, à data, componente letiva. Esta situação está a criar um enorme mal estar e angústia em milhares de docentes. Se a fase da indicação da ausência de componente letiva não fosse tão cedo, muitos destes professores não passariam por esta situação.@ profblog

Sem comentários: