Número total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de julho de 2012

"adormeceram professores e acordaram sem turmas"

Não ficam desempregados, como os professores contratados, mas não sabem o que farão em Setembro. Mudanças como a revisão dos currículos e o aumento do número de alunos por turma deixaram milhares com horários zero, ou seja, sem aulas para dar. Tinham uma situação que julgavam estável e uma escola que consideravam sua. Do ministério dizem que muitos serão "repescados"; eles aprendem a viver com a incerteza.        

O Público recolheu quatro depoimentos que ajudam a perceber a desumanização em curso.                  

Sem comentários: