Número total de visualizações de página

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Fundação Saramago é, desde hoje, um "novo centro cultural" aberto ao mundo

O presidente da Câmara de Lisboa afirmou, esta quarta-feira, que a Fundação José Saramago é um "novo centro cultural" aberto "à cidade e ao mundo", tendo como missão a fidelidade ao legado do escritor e à sua "atualização criativa".

No discurso de inauguração da Fundação, na Casa dos Bicos, António Costa afirmou que este projeto, que tem o apoio da autarquia desde 2008, "é um grande motivo de satisfação e de orgulho para a Câmara Municipal de Lisboa".
Lisboa conta a partir de hoje, no "edifício memorável da Casa dos Bicos", com "um espaço aberto a atividades culturais diversas".
"Aqui se dá corpo e alma a um desígnio essencial da cultura, que a torna inseparável da consciência que temos do estado do mundo e da nossa vontade de liberdade e de justiça para todos", sublinhou o autarca.

Para António Costa, "a fidelidade ao legado de José Saramago e à sua atualização criativa são o fundamento e a missão deste novo centro cultural".
"Esse legado tem muitas dimensões e alcances. Nele, é fundamental a atenção à cultura e à língua portuguesas, mas também a promoção de uma cultura universalista, fundada na defesa dos direitos humanos, segundo a matriz da Declaração Universal, e incluindo a defesa do meio ambiente e do futuro da terra", sublinhou.

Sem comentários: