Número total de visualizações de página

sábado, 31 de março de 2012

vamos descansar uns dias



Saúdo-os e desejo-lhes sol,
E chuva, quando a chuva é precisa,
E que as suas casas tenham
Ao pé duma janela aberta
Uma cadeira predileta
Onde se sentem, lendo os meus versos. 




Alberto Caeiro

1 comentário:

Lita disse...

É um bem merecido descanso mas já sinto a vossa falta!
Também vos saudo e vos desejo sol e chuva que é cada vez mais precisa!