Número total de visualizações de página

sábado, 26 de novembro de 2011

um jantar quentinho

Filomena e Silvina
Ontem sentamo-nos à mesa com a Silvina Ventura e com a Filomena Paupério e aquecemos as almas de consolo. Foi tão quentinho! Conversamos, disparatamos e gargalhamos como dantes.
 
A Silvina e a Filomena são mulheres das letras e certamente se esperava que a palavra se fizesse ouvir. Mas as palavras resolveram faltar não fossem aparecer as despudoradas lágrimas.
E na vez das palavras ouviram-se palmas. Muitas e emocionadas palmas. 
E, por isso, nós sabemos que a Silvina e a Filomena sabem que as palavras "estiveram"  lá. Em cada gesto, no papel do embrulho e no embrulho das coisas. No espaço, em cada um, na poesia de Sophia, nas flores e na caligrafia do amor. Gostamos de ti!
PIM!

7 comentários:

manuela couto disse...

Valeu-nos o diretor para que as palavras se fizessem ouvir. Nós calamo-nos porque, para além da lágrima atrevida que podia surgir, ali estavam sobretudo duas amigas. E as palavras ditas, muitas das vezes circunstanciais, nunca diriam aquilo que a emoção escreveu em cada um dos embrulhos dos versos de Sophia:
Gostamos muito de ti!

Fátima Tavares disse...

Foi uma emoção voltar ao Monte Aventino, abraçar as Amigas de dezenas de anos e sentir que a alegria e o convívio não acabaram com as novas instalações escolares.
Apenas falta o aconchego e a oportunidade que nem sempre é possível devido à quantidade de tarefas diárias para realizar.
Obrigada por serem minhas Amigas.

Kátia Araújo disse...

A emoção calou a palavra mas os olhos disseram tudo!
Obrigada às duas amigas de sempre por tudo quanto fizeram e por tudo o que me ensinaram.
Guardo-vos no coração.

carmen madureira disse...

Não gosto de separações... Não convivo bem com elas!... A única coisa que vai aliviando esta minha sensação de estar a ficar cada vez mais isolada é saber que a Filomena e a Silvina estão bem, com um ar relaxado que há muito não tinham e que estão felizes com esta nova etapa de suas vidas.
Por favor, por nós e por vós, sejam FELIZES.

Maria disse...

De facto as nossas aposentadas estão fantásticas e isso dá-nos muita satisfação.
Que sejam muuuuuuuito felizes!

Ana Marcia disse...

"As pessoas entram na nossa vida por acaso; mas não é por acaso que elas permanecem"!!
Um abraço especial para a nossa querida Silvina.

Ana Márcia

iza disse...

Abraço enorme a ambas de quem já tenho saudades. Do sorriso escondido e maroto da Silvina ao ouvir uma piada, dos livros marcados com mil papelinhos às cores...
Da pose e da verve sarcástica e poética da Filomena, nos inesquecíveis editoriais do Crescer, versão on paper ...
Saudades boas!